A NASA vai visitar esse mundo metálico insano

Psyche é um pequeno objeto no cinturão de asteroides do nosso sistema solar, feito inteiramente de metal de ferro-níquel.

E, por essa razão, a NASA decidiu enviar uma sonda para bisbilhotar esse mundo bizarro de perto.

Lindy Elkins-Tanton é a pesquisadora principal da missão Psyche, que a NASA acaba de selecionar para receber financiamento como parte de seu programa Discovery.

“A espécie humana visitou mundos rochosos e mundos gelados, mas nunca vimos um mundo metálico”, disse Tanton para a imprensa.

Importância

Medindo apenas 210 quilômetros de diâmetro, 16 Psyche está localizado no cinturão de asteroides principal do nosso sistema solar, três vezes mais longe do sol do que a Terra.

Acredita-se que ele seja o núcleo despojado de um pequeno planeta destruído nos primeiros dias do nosso sistema solar.

Visitar um mundo como Psyche poderia ajudar os cientistas a aprender mais sobre os misteriosos interiores de planetas terrestres, incluindo a Terra. Essa é uma das razões pela qual a NASA escolheu investir nessa missão.

“A pressão no núcleo da Terra é mais de 3 milhões de vezes a pressão do ar. Nós nunca vamos para o núcleo da Terra. Psyche vai nos permitir visitar o espaço interior visitando o espaço exterior”, afirmou Tanton.

Mineração espacial

Outro motivo interessante para visitar o mundo metálico é mineração espacial.

“Acho que uma das coisas mais importantes que vamos descobrir são quais são as condições de superfície em um asteroide de metal”, explicou Elkins-Tanton. “A superfície de Psyche pode nos dizer se será fácil ou difícil fazer a mineração de um asteroide no futuro”.

Discovery

Psyche é uma das duas missões que a NASA acaba de selecionar, entre cinco finalistas anunciados no ano passado, para receber financiamento da Discovery.

A outra missão, chamada Lucy, vai visitar um grande asteroide seguido por seis dos assim chamados “asteroides Tróia”, localizados nas proximidades de Júpiter. Os troianos são uma coleção heterogênea de rochas espaciais influenciadas pela gravidade prodigiosa de Júpiter, e sua composição diversa pode conter pistas sobre a formação do sistema solar.

Lucy e Psyche serão lançadas em 2021 e 2023, respectivamente. Lucy fará seu primeiro encontro com os asteroides em 2025. Psyche deve chegar a seu destino metálico em 2030, orbitando-o por 20 meses, fazendo imagens, medindo a força do campo magnético e a gravidade, e determinando a composição precisa do objeto. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 4,20 de 5)
Curta no Facebook:

3 respostas para “A NASA vai visitar esse mundo metálico insano”

Deixe uma resposta