Enganar a si mesmo ajuda os relacionamentos a darem certo

Publicado em 18.12.2011

Homens atraentes tendem a subestimar o interesse das mulheres sobre eles. Já os homens que deixam a humildade de lado e acreditam ser irresistíveis (mesmo que as mulheres não pensem isso), superestimando o interesse delas. Rapazes que procuram uma relação de uma noite só também são mais propensos a acreditar que a parceira está muito a fim deles.

O sexo feminino, no entanto, mostra o oposto: elas estão sempre subestimando o interesse dos homens nelas, mesmo quando se trata de sexo casual.

Isso é o que indica um novo estudo feito por psicólogos da Universidade do Texas. Eles afirmam que esse jogo de enganar a si mesmo sobre o sentimento do outro ajuda os relacionamentos a darem certo – mesmo que seja apenas algo ocasional.

O estudo também mostra que os homens não têm tanta certeza das sutilezas não verbais das mulheres, como um sorriso com segundas intenções.

Mas por que isso acontece? A resposta está na pressão evolutiva. Há dois grandes erros que um homem pode cometer: o primeiro é pensar, “uau, essa mulher está realmente interessada em mim” e levar um fora. Mas o segundo erro é muito maior em termos de processo evolutivo: o homem pensa que a mulher não está interessada nele e perde uma oportunidade de acasalamento.

Por isso, a tendência dos homens é superestimar o interesse das mulheres, principalmente se eles superestimam sua própria capacidade de atração. Isso se reflete em homens menos atraentes que tem ilusões positivas com as mulheres. Já os homens realmente sedutores não precisam enganar a si mesmos.

Do lado feminino, as mulheres podem subestimar o interesse dos homens para evitar serem vistas como promíscuas. Além disso, essa é uma forma delas colocarem uma “barreira de seletividade” para que os homens realmente interessados possam a superar. [LiveScience]

ATUALIZAÇÃO (Para ficar bem claro):

  1. A mulher SUBestima (estima a menos) o interesse do homem nela e ele faz o contrário;
  2. O homem SUPERestima (estima a mais) o interesse que a mulher sente por ele.

Basicamente ele se sente o “bonzão”, quando em realidade não está com esta bola toda e ela pensa que o homem não está atraído por ela, quando ele esteja interessado. Estas duas características opostas acabam se equalizando.

O que os pesquisadores inferem é que, evolutivamente, esta é a melhor estratégia para maximizar a reprodutividade entre humanos e, como tudo que aumenta as chances de produzir rebentos, este comportamento instintivo e inconsciente foi passado adiante até nossos genes, por nossos antepassados.

Autor: Stephanie D’Ornelas

É estudante de jornalismo, adora um café e um bom livro. Curte ciência, arte, culturas e escrever, mesmo que sejam poesias para guardar na gaveta.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

23 Comentários

  1. Hehehe…Essa necessidade da atualização foi interessante. Para bom entendedor meia palavra basta…
    Será que não seria o caso de se fazer um matéria sobre preguiça mental e a geração Coca-cola, a grande massa de manobra?…
    Mas todos tem direito a um texto inteligível dentro da sua própria capacidade. Escreva pensando em quem vai ler que fica mais fácil entregar o conteúdo ao destino…Depois de escrever leia e releia pensando ser a sua avó, hehehe…

    Thumb up 0
  2. Bom isso era algo que já havia notado algum tempo, sou aplicador de uma técnica pouco conhecida a muitos, denominada Haporshe. Os principios dessa técnica é basicamente esse como citado no artigo, o ato de um macho se “autovalorizar” é o ponto inicial e crucial para o sucesso numa noite com uma garota, a técnica é aplicada no sentido de atingir o inconsciente da mulher sem esta notar, e isso sendo possivel atraves de metodos de PNL, porém a concretização de sucesso no evento têm maior chance de se concretizar naqueles machos que “deixam a humildade de lado e acreditam ser irresistíveis” mas essa forma não é tão simples de ser aplicada, pois tais ações do homem pode ser entendidas como incovenientes pela mulher e desse modo o sucesso na parceira poderá ser comprometido… Existe sim um jogo de interesses entre os sexos, e vale ressaltar que aquele homem mais bem preparado no momento com a “garota alvo” será o vencedor. O preparado em questão não se refere apenas fisicamente (apesar de ser sim a aparecência fisica ser o bilhete de entrada e boas vindas) mas sim o poder esta nas palavras e no jogo de sinais do corpo. Ficando assim a beleza fisica num segundo plano. Basta o homem saber abordar e se portar a frente de seu interesse.

    Thumb up 2
  3. Parece que há algum erro na frase, que a deixa incompreensível:
    “Já os homens que deixam a humildade de lado e acreditam ser irresistíveis (…), superestimando o interesse delas.”

    Seria “superestimam o interesse delas”?

    Thumb up 1
  4. O comentario do asdf de 01/01/12 foi perfeito, parabens pela sua obeservação. Ate gostaria de trocar ideias com voce. O texto acima traduz muito bem o comportamento do inconsciente da mulher, que sempre esconde suas verdadeiras intençoes numa oportunidade de interesses sexuais, principalmente onde existe varias opçoes, é o narcisismo junto com o egoismo aflorando. Existe um joggo de interesses, que de forma sutil a mulher compete com as outras na conquista daquilo que ela acha o melhor para ela, mas essas regras são dominadas pelo inconsciente. Quanto ao homem, nao existe esse jogo, apenas a abordagem direta, aquele que consegue ler os verdadeiros interesse da mulher consegue tudo o que quer com elas. Faz sucesso

    Thumb up 0
  5. na verdade a biscatagem não é uma ciência exata. São muitos nuances, mas como aqui é um site especializado (em ciência), podemos analisar. do ponto de vista da mulher, nem ela própria tem certeza do q deseja. Já o homem é muito mais óbvio, dispensando comentários. Reparem no sutil olhar do macho alfa. Observem que discretamente e quase de forma imperceptivel a mulher levemente se inclina sensualmente para trás, transparecendo suas curvas. Esse ritual casualístico todo é algo milenar, mas pelo sim, pelo não, vamos torcer que passem antes na farmácia.

    Thumb up 5
  6. QUANDO ENGANAMOS Á NOS MESMOS,CONSTRUIMOS UMA RELAÇÃO AFETIVA CHEIA DE MENTIRAS E FALSIDADES.O RESULTADO É UMA RELAÇÃO ONDE UM CHIFRA O OUTRO.

    Thumb up 14
  7. ISSO SERVE, PARA PESSOAS QUE DESEJAM VIVER APENAS DE APARÊNCIA.NÃO É VÁLIDO PARA UM CASAMENTO OU RELAÇÃO DURADOURA.

    Thumb up 12
  8. Entao, se estiveres interessado nela, simplesmente avança, porquanto dificilmente saberas de antemao, se a sua resposta e sim ou nao. E nao te envergonhes se receberes um nao.

    Thumb up 3
    • Nem sempre assim. O orgulho e a vaidade falam mais alto sem contar com alguns sintomas de timidez.

      Thumb up 6
  9. ah, enganar-se a si mesmo para ajudar nos relacionamentos só funciona se vc tiver coração de pedra…

    mas o texto fez sentido no caso específico da abordagem.

    Thumb up 7
    • O que acontece na maioria das vezes são as perspectivas que criamos em relação à pessoa que nos interessa. Muitas vezes depositamos muitas esperanças e quando recebe um não é como se fosse uma morte.

      Thumb up 7
  10. Eita. O povo tá precisando exercitar o cérebro.
    Entendi perfeitamente logo que lí.
    Aquela ATUALIZAÇÃO pareceu estar SUBestimando minha inteligência. Me sentí uma criança assim que comecei a ler.
    Vi um comentário, que provavelmente, encorajou a ATUALIZAÇÃO.
    Pessoal da Hipercience, a matéria estava muito bem redigida. Fazer o que se muitas vezes um textos é muito complexo para uma minoria.
    Se querem facilitar pra esse povo. Eu sujiro que coloquem ao inves de ATUALIZAÇÃO, um RESUMINDO. O que é a mesma coisa. Mas quem já entendeu o recado não vai continuar lendo.
    Falando o português claro…

    Thumb up 6
    • acredite, o hipescyence nao tem bons leitores. ou tem leitores com ”niveis intelectuais nao tao desenvolvido ”
      olha nao duvido que seja realmente necessaria uma atualizaçao, pq o nivel cultural e intelectual desse povo , ta com uma media beem baixa…

      Thumb up 1
    • Nota-se…

      Thumb up 1
  11. resumindo : se uma mulher sorri , o homem ja acha que ela ta dando mole pra ele …se um homem é cavalheiro , ela ja acha que ele ta querendo comer ela …kkkkkkkkkkkkkkkk

    Thumb up 21
    • Extamente assim. Quem sabe, um dia, isso muda, né?

      Thumb up 2
  12. Essa matéria não está muito clara. Li duas vezes e acho que o texto poderia ter passado por uma revisão mais rigorosa. Mesmo assim, achei o assunto bastante interessante.

    Thumb up 12
    • Também achei pouco claro, sobrestima, superestima, antes pelo contrário e vice-versa de forma contrária nas mulheres…

      Thumb up 5
    • As dúvidas de vocês são relativas aos termos empregados que, apesar de similares, se encaixam perfeitamente no contexto do artigo: SUBESTIMAR e SUPERESTIMAR. Coloquei uma atualização ao final do post acima para que fique claro. Capiche?

      Thumb up 9
    • Marcelo,obrigada por sua atitude de tentar simplificar a ideia central. Mas o que complicou o texto não foram as palavras SUBESTIMAR e SUPERESTIMAR, mas a repetição de palavras e jogos de ideias contrárias que não foram amarradas ao final do texto.
      Aos que criticam a atitude de se dizer “Não entendi!”, sinto muito, mas o acesso à ciência e o direito de criticar são livres a todos. Parabéns àqueles que entenderam de primeira. Continuem assim! Pois eu, toda vez que achar que algo pode ser melhorado, direi o que penso!

      Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
MAHwithpolymer
Cientista americano busca criar o “plástico sustentável”

O plástico atende a ...

Fechar