Novo método ultra-sensível pode detectar o vírus da dengue rapidamente

Publicado em 28.04.2009

vírus dengue

Um novo método é capaz de diagnosticar infecções causadas pelo vírus da dengue detectando componentes virais, como o RNA.

O vírus da dengue (DENV) é conhecido, atualmente, como o vírus transmitido por mosquitos mais recorrente. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declara que, em 2004, aconteceram de 50 a 100 milhões casos de dengue no mundo.

A expansão da “área de influência” dos mosquitos infectados pelas regiões tropicais da Ásia e da América é atribuída ao crescimento populacional e à viagens extremamente freqüentes.

O diagnóstico rápido do DENV tem se provado um desafio, já que os sintomas da doença não são específicos – a febre e as dores de cabeça, por exemplo – e começam a aparecer apenas após 5 dias de infecção. Os pacientes demoram até que seu corpo detecte a doença e comece a fabricar anticorpos e os métodos atuais de diagnóstico, normalmente, só conseguem confirmar a infecção depois que o paciente está curado.

O novo método é, aproximadamente, 100 vezes mais sensível do que os atuais. Chamado de TMA (transcription-mediated aplification), ele analisa o sangue dos pacientes e busca qualquer partícula que indique a infecção. [Science Daily]

Autor: Cezar Ribas

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

Envie um comentário

Leia o post anterior:
reencarnacao-grande
A realidade da reencarnação

Provar cientificamen...

Fechar