O núcleo do nosso planeta pode estar derretendo

Cientistas da Universidade de Leeds, Inglaterra, afirmam que o centro da Terra pode estar derretendo e que isso afetaria atividades na superfície.

O núcleo da Terra é formado por uma bola de ferro com 2,4 mil quilômetros, quase do tamanho da lua. Essa bola é cercada por uma camada feita de uma liga líquida de ferro e níquel, uma camada viscosa e, por cima de tudo, a crosta sólida que forma a superfície do planeta.

Quando a Terra esfria de fora para dentro, a camada mais externa lentamente congela. Isso tem feito com que a camada central cresça aproximadamente um milímetro por ano. Contudo, cientistas ingleses verificaram que a camada mais interna pode estar derretendo.

“A visão tradicional é a de que o núcleo da Terra está congelando e crescendo progressivamente, mas, aparentemente, há algumas regiões que estão derretendo”, disse o pesquisador Sebastian Rost, da Universidade de Leeds, Inglaterra. “O calor que vem do núcleo mostra que ainda há partes congeladas, mas o processo não é uniforme”. Enquanto o interior da Terra esfria, matéria quente e fria se misturam em um processo conhecido como convecção. A perturbação dos materiais, junto do movimento de rotação, é o que cria o campo magnético do planeta.

Usando modelos de convecção por computador, juntamente com dados sismológicos, pesquisadores verificaram que o fluxo de calor na fronteira entre o núcleo e o manto dependia da natureza do manto, que é suficiente para forçar o calor de volta para o centro, fazendo-o derreter em alguns pontos. “Apenas uma fração do núcleo pode estar derretendo”, disse o geofísico da Universidade de Leeds, Jon Mound. “Contudo, pelo tamanho da bola, mesmo 1% corresponde a 200 mil quilômetros quadrados”.

Por exemplo, em grande áreas sob a África e o Pacífico onde o manto mais interno é mais quente que em outros pontos, as camadas podem começar a derreter o núcleo. Por outro lado, embaixo de uma região sísmica ativa, chamada de “círculo de fogo”, zona do Pacífico com alta atividade vulcânica, placas geladas do oceano que são sugadas para dentro do manto acabam esfriando o núcleo, ajudando a congelar. Isso sugere que “a dinâmica do centro da Terra está ligada às placas tectônicas, o que não havia sido descoberto antes”, disse Mound.

A pesquisa também poderia explicar anomalias sísmicas detectadas em pesquisas anteriores, que sugerem que há uma camada densa de líquido em volta do núcleo. “A teoria sobre o derretimento também explicaria outras observações sísmicas, por exemplo, porque ondas sísmicas de terremotos viajam mais rápido em algumas partes do núcleo do que outras”, disse Rost. [OurAmazingPlanet]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

22 respostas para “O núcleo do nosso planeta pode estar derretendo”

  1. Porra… tudo bem que a matéria é antiga, mas disso eu sei a muuuuiiito tempo é só ter um bom senso analítico, o centro da terra tem um calor extremo passível de derreter qualquer coisa, compreendesse que possa ser tão quente quanto o sol, porque tem-se erupções? Porquê o núcleo derrete a parte interna do Manto, quando o núcleo se enche ele tem que expelir de alguma forma o excesso, como numa panela de pressão, acredito também que essa deve ser a causa dos terremotos sendo que se você analisar um mapa de atividades vulcânicas você vai ver que coincide um pouco com o mapa de atividades sísmicas, acredito também que essa deve ser exatamente a causa da separação dos continentes, se um lado do planeta derrete mais que outro o que acontece? A separação dos continentes, só imaginar nem precisa muita pesquisa não..
    Lembrando isso é só minha teoria, não sou nenhum expert nem cientista, só me resta esperar para q os próprios provem o que estou dizendo….

    • Não é bem assim. O que causa a tectônica de placas, vulcanismo e terremotos não é a mesma coisa, apesar de estarem interligados. é verdade que, normalmente, antes de um evento são observados tremores perto do edifício vulcânico, mas o contrario não é observado com tanta frequência, ou seja, só porque houve um tremor não quer dizer que haverá uma erupção.
      Veja bem, são vários os fatores que causam um sismo, dentre eles a acomodação de camadas rochosas e também acumulo de energia nas placas ao longo de milhares de anos, pense em uma mola que esta sendo tencionada, tem uma hora que ela chega em um limite e então toda a tensão/energia acumulada é liberada em forma de ondas, a física explica isso bem – lei de Hooke eu acho – e então surge os benditos terremotos.
      Existem vários tipos de vulcanismo, sendo que eles dependem do tipo de magma envolvido e mais uma infinidade de características geológicas, mas basicamente ele acontece por conta da tectônica: quando uma placa subducta outra o atrito gerado entre elas é “transformado” em calor e acaba “derretendo” as rochas presentes e como o que ta quente sobe (lei da convecção térmica, acho que explicada pela lei de resfriamento de Newton), o material vai se acumulando e quando acha uma fratura acaba vindo à superfície.
      Já o mecanismo da tectônica de placas envolve pelo menos uns seis fatores (arrasto gravitacional, deslizamento gravitacional a partir de cordilheiras mesoceânicas – elas não são a mesma coisa -, arrastamento basal, fricção ao longo de falhas transformantes, resistência do manto a subducção da placa, sucção da placa e, em menor escala, correntes de convecção, dá um trabalho imenso explicar todos eles, então se tu quiser saber o que é aceito internacionalmente pela comunidade cientifica como sendo o mais provável que ocorra, sugiro que tu de uma lida em alguns dos capítulos do “Decifrando a Terra” ou do “Para Entender a Terra”, ou pode dar uma pesquisada no google ou wikipédia, te garanto que não vai fazer mal nenhum, afinal parece que você precisa de um pouco de conhecimento geológico.

      O pessoal que entende de física: me corrija se eu falei alguma besteira.

    • Gabriela Rissardo, eu não disse que vulcanismo e terremotos são a mesma coisa, com certeza não são observados com frequência, pois é preciso a saída de muito material do centro da Terra, e realmente só porque houve um tremor não quer dizer que haverá uma erupção, pois na minha concepção dita à cima o TERREMOTO vem DEPOIS de uma erupção ou várias erupções, os tremores de terra sentido antes das erupções nada mais são do que o magma fazendo pressão para sair, expandindo a terra em sua volta ocasionando os leves tremores, quando eu disse TERREMOTOS não me referi a esses abalos. Eu quis dizer que sai material do centro da Terra “MAGMA” o espaço vazio onde antes tinha magma é derretido mais material “manto” e preenchido novamente, com isso a terra desce “para o centro da terra” reacomodando as placas tectônicas e criando assim os terremotos. Tudo que você me recomendou já li antes…. E essa é a minha analogia do que acontece, afinal, ninguém pode provar nada, pois ninguém pode ir lá no centro para verificar oque realmente acontece…

  2. existem um monte de pessoas que so falam besteira ao ler um informaçao cientifica . se nao possui cabedal de conhecimentos vai fazer comentarios em areas de fofocas de artistas e gente famosa que nao precisa de ter nada na cabeça.

  3. Muito interessante! Para mim, todo conhecimento novo é bem vindo, mesmo não sendo comprovado e colocado como teoria. Só gostaria que chegasse para todas as pessoas, integrando-os em livros didáticos para nossos alunos, sempre atualizados, pois se instigaria a curiosidade dos alunos para a aprendizagem. Um conhecimento democrático é a base para uma educação de qualidade. Pena que nossos livros didáticos são poucos atualizados, ou contém informações superficiais.

  4. vejo tanta gente postando besteira aqui e aoutra falando que a biblia que sabe de tudo rs pqp chega ser engraçada comediante existem milhoes de coisas que vcs nem sonham em saber

    • Afirmação sem base e nem relação com a notícia.
      Pense melhor antes de escrever besteira, por gentileza.

    • Verdade. E ainda acham que sabem como o universo se formou. Ainda acham que sabem a idade do universo.

    • Não, não sabem, ainda. Mas as teorias corroboram mais para a veracidade científica do que qualquer outra forma de explicação das coisas.

      Mas a sua bíblia sabe tudo não é?

    • Quando se achava que a terra era fixa ou quadrada ou outras formas ou o centro do universo, a bíblia já informava que a terra era circular e estava suspensa sobre o nada.
      um abraço!

    • Mentira! As bíblias foram corrigidas, a primeira versão dizia que a Terra era um disco e não um globo. E também dizia que o céu era como espelho fundido.

    • Pelo menos essas pessoas estão tentanto compreender o mundo em que vivem e seus mistérios, já você fica apenas postando “mimimi” numa página da internet.

    • Chama-se conhecimento. Ou você não tem e não quer ter, ou você não tem e corre atras de ter. Na ciência o povo tem corrido atras desde tempos imemoriais.

      A necessidade simplória de explicações instantâneas e vulgares é que nos impede de procurar conhecimento, preferindo se contentar com crenças falsas e infundadas apenas para satisfação pessoal.

Deixe uma resposta