O que aconteceria se um buraco negro aparecesse em nosso sistema solar?

O cenário parece impossível: um buraco negro passando aleatoriamente pelo nosso sistema solar e causando desastres inimagináveis.

Exatamente por isso é o assunto perfeito para um novo filme de Hollywood, “Black Hole” (em português, “Buraco Negro”). A STX Entertainment acaba de adquirir os direitos para tal enredo de Brad Peyton, o diretor de “Terremoto: A Falha de San Andreas”.

E o que acontece quando um buraco negro entra no nosso sistema solar? De acordo com Hollywood, “as cidades são atacadas por meteoritos gigantescos, os continentes são devastados por supervulcões e o eixo de deslocamento da Terra desencadeia uma segunda Era do Gelo cataclísmica”.

Será que essa representação corresponde à realidade? De acordo com um pesquisador de astrofísica, na maior parte, sim.

Assumindo a premissa

O portal Gizmodo entrevistou o cientista Nick Stone, da Universidade Columbia, nos EUA, para saber se esse filme tem algum fundamento.

“Eu diria que dois dos três desastres dessa citação são realmente bastante plausíveis, desde que aceitemos a premissa de um buraco negro perdido passando através do nosso sistema solar”, Stone disse ao Gizmodo por e-mail.

Segundo o astrofísico, muitas variáveis podem afetar os efeitos reais de tal fenômeno na Terra, como o tamanho do buraco negro e sua distância do sistema solar.

Um buraco negro “supermassivo” seria tão grande que mataria tudo. Um filme sobre isso só poderia mostrar uma “massa estelar”.

Já em outros casos…

Agora, se um buraco negro não tão grande passasse a uma distância muito grande de nós, Stone sugere que de fato projetaria alguns asteroides e outras coisas na nossa direção, mas isso poderia levar séculos.

Um pouco mais perto da Terra, e ele iria perturbar o nosso cinturão de asteroides com impactos dentro de um ano.

A distância média também mudaria a elipticidade da órbita da Terra, criando um novo ciclo de estações.

“Durante a aproximação mais próxima da Terra ao sol, as temperaturas aumentariam imensamente, muito mais do que em um verão tradicional, enquanto que na sua maior distância, as temperaturas despencariam muito abaixo do que experimentamos no inverno. É difícil dizer qual seria o efeito a longo prazo sobre o clima, mas, dependendo da elipticidade da órbita da Terra, ela poderia tornar-se imprópria para a vida”, argumenta Stone.

Pior cenário

A pior hipótese seria se o buraco negro passasse realmente muito perto do nosso planeta.

“Se o buraco negro passa muito perto da Terra, suas forças de maré podem rachar a crosta terrestre, criando os supervulcões mencionados. No entanto, se um buraco negro de fato chegar tão perto de nós, é bem provável que a Terra seja ejetada do sistema solar, causando problemas ainda maiores quando o planeta congelar”, disse Stone.

Talvez esse seja o fim do filme…

Salve-se quem puder?

O comunicado à imprensa ainda afirma o seguinte sobre a sinopse de “Black Hole”: “Durante todo o tempo, uma equipe de cientistas, soldados e astronautas devem trabalhar juntos para salvar o planeta da iminente aniquilação global”.

Se existe uma forma de salvar o mundo de um buraco negro, nem um expert em astrofísica pode dizer.

“Black Hole” não tem data prevista de estreia. Tudo indica que pode demorar bastante, visto que Brad Peyton está trabalhando em vários outros projetos, incluindo uma sequência de “Terremoto”. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

3 respostas para “O que aconteceria se um buraco negro aparecesse em nosso sistema solar?”

Deixe uma resposta