Obesos têm risco maior de morte em acidentes de carro

Publicado em 24.12.2010

Segundo um novo estudo, ser obeso não só coloca as pessoas em risco para um número de condições crônicas, mas também aumenta a probabilidade de morrer em um acidente de carro.

O estudo é o maior que já examinou o impacto do tamanho corporal em acidentes fatais de carro. Os pesquisadores analisaram informações sobre as mortes relacionadas a acidentes de carro a partir da análise de letalidade de um banco de dados nacional. Um total de 155.584 motoristas foi incluído no estudo.

O Índice de Massa Corporal (IMC) é uma relação entre peso e altura considerada um indicador de gordura corporal. Em um acidente de carro, os pesquisadores afirmam que ter uma gordurinha a mais pode até proteger as pessoas: indivíduos com sobrepeso – IMC entre 25 e 29 – têm um risco menor de morte em comparação com indivíduos de peso normal.

Já os indivíduos moderadamente obesos – IMC entre 35 e 39 – têm um aumento de 21% no risco de morte durante um acidente de carro grave, em comparação com indivíduos de peso normal. Obesos mórbidos – IMC de 40 ou mais – têm 56% maior risco de morte.

Os resultados sugerem que ter um pouco de barriga proporciona um efeito de amortecimento durante uma colisão. Mas um estômago maior também coloca a pessoa muito perto do volante e, portanto, pode aumentar o risco de mortalidade.

Curiosamente, os indivíduos abaixo do peso – IMC inferior a 18,5 – também têm um risco aumentado de morte. Isso pode ser porque esses indivíduos não têm qualquer peso extra para amortecer o impacto, e eles também podem já sofrer de outras doenças e serem mais vulneráveis.

Os indivíduos obesos também são mais propensos a ter doenças graves, incluindo doenças cardiovasculares e diabetes, além de serem mais propensos a ter complicações durante a cirurgia, o que pode contribuir para o maior risco de morte após um acidente.

Segundo os pesquisadores, os fabricantes de carro devem considerar reestruturar seus veículos para proteger os obesos de lesões durante acidentes de carro. Por exemplo, pode ser útil para os indivíduos maiores empurrar seus bancos para trás mais do que os veículos atuais permitem. E veículos menores podem não ser seguros para obesos mórbidos.

Além disso, os fabricantes devem usar manequins obesos, além dos de peso normal, quando testam a segurança dos carros. Manequins obesos dariam a projetistas de automóveis uma ideia melhor de como os corpos maiores reagem durante um acidente, o que poderia levar a melhorias na estrutura do carro e, possivelmente, uma redução na mortalidade desse grupo por acidente de carro. [LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

1 comentário

  1. Nuito interessante… quem sabe assim as pessoas não consciêntizam e façam carros mais seguros e outros faça~m um peuqeno regime!

    Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
denisovan
Restos de um tipo de humano desconhecido foram encontrados na Sibéria

Através de um estudo...

Fechar