A origem do Dia dos Namorados

Publicado em 11.06.2012

O origem do dia dos namorados pode ser atribuída ao dia de jejum que homenageava São Valentim e apenas no fim da Idade Média passou a ter a conotação romântica dos dias de hoje em que, paradoxalmente, enchemos nossas panças de chocolates.

Sobre esta obscura data antiga a Wikipédia diz:

O bispo Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.
Além de continuar celebrando casamentos, ele se casou secretamente, apesar da proibição do imperador. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes da execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim”.

Se você não entendeu eu vou explicar: ele, que era casado e foi condenado por isso, se apaixonou pela filha de um carcereiro, que era cega, e virou santo depois que ela voltou a enxergar. Portanto a comemoração é baseada no amor de um homem casado por outra mulher que não sua esposa. Capiche?

Mas espere: há outra versão, esta do século 17. Ela diz apenas que a França e Inglaterra decidiram adotar a data de 14 de fevereiro por ser o primeiro dia de acasalamento dos pássaros (de acordo com crenças medievais) e outros países passaram a copiá-los. Neste dia os namorados aproveitavam para deixar mensagens de amor na porta de seus ou suas amadas (esperando acertar a sorte grande, imagino).

Aqui adotamos o dia 12 de junho por ser a véspera do dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro. Mas é claro que no fim das contas a data tem um grande apelo comercial e se você estiver sem grana para um presente bacana dê algumas flores singelas, sem fru-fru. Elas decididamente não vão piorar a situação.

Para quem não está namorando (não esquecemos de vocês), que tal dar uma olhada em alguns dos 10 sites de econtros mais bizarros? Se você quer aumentar suas chances descubra como ter menos azar no amor e uma dica importante para encontrar alguém confiável, talvez mais confiável que Seu Valentim.

Se você é casado(a) pode ignorar este artigo completamente. Já que assinaram o papel, porque se preocupar com estas bobagens? [Foto de Mike Baird]

Autor: Marcelo Ribeiro

Amante do mergulho e da fotografia (com exceção das da própria cara) é patologicamente viciado em ficção científica, seriados, filmes e todo tipo de nerdices.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

Envie um comentário

Leia o post anterior:
galaxia apagada
Encontrada galáxia mais apagada no limite do universo visível

Astrônomos encontram...

Fechar