Pesquisadores encontram ligação entre opção sexual e câncer

Publicado em 10.05.2011

Uma nova pesquisa reforça a ideia de que a orientação sexual pode determinar outras questões de saúde. Cientistas da Universidade de Boston, EUA, afirmam que o câncer e a qualidade de vida após o tratamento da doença são influenciados pelo fato da pessoa ser gay ou hétero.

Descobriu-se que os homens homossexuais têm 1,9 vezes mais chances do que os heterossexuais de ter tido câncer. Os pesquisadores também descobriram que mulheres lésbicas e bissexuais são duas vezes mais propensas que as mulheres héteros a apresentarem saúde ruim ou muito ruim após a cura da doença.

No entanto, os resultados não significam necessariamente que ser gay, lésbica ou bissexual aumenta o risco de câncer, alerta a líder do estudo, Ulrike Boehmer, da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de Boston.

“Para quem trabalha diretamente com pessoas em recuperação de câncer, esses resultados são importantes porque indicam que diferentes ações devem ser tomadas no atendimento a pacientes do sexo masculino e feminino”, diz.

“Por exemplo, agora sabemos que os profissionais de saúde daqui para frente devem ser melhor aconselhados a avaliar cuidadosamente suas pacientes lésbicas e bissexuais”, afirma.

O novo estudo foi feito com base em dados de saúde da década de 2000. As 7.252 mulheres e os 3.690 homens haviam sido diagnosticados com câncer quando adultos.

Os investigadores não encontraram uma diferença no número de casos de câncer entre lésbicas e mulheres heterossexuais, mas eles descobriram que os homens homossexuais tinham quase duas vezes mais probabilidade de ter tido câncer do que os héteros.

Por outro lado, as mulheres lésbicas e bissexuais eram de 2 a 2,3 vezes mais propensas a apresentar um estado de saúde “ruim” ou “muito ruim” após sobreviver ao câncer do que mulheres heterossexuais. No entanto, não houve diferença desse tipo na comparação entre as opções sexuais dos homens.

Embora o estudo não tenha analisado as causas para estes resultados, há uma série de explicações possíveis, de acordo com Boehmer.

Os homens homossexuais, por exemplo, são mais propensos a serem HIV positivo. E quem é portador do vírus da Aids, possui um risco mais elevado para câncer anal, de pulmão, de testículo e linfoma de Hodgkin.

Outra possível razão é que a porcentagem de fumantes, significativamente mais elevada entre os homossexuais, ressalta Ronit Elk, Diretor de Controle e Prevenção do Câncer da Sociedade Americana de Câncer, que não esteve envolvido no estudo.

“Há toda uma série de variáveis​​, mas sabemos que a taxa de tabagismo é enorme”, assegura. Fumar aumenta o risco de uma série de cânceres, incluindo o de pulmão e de garganta.

De fato, um estudo publicado em 2009 na revista especializada Controle do Tabaco mostrou que 37% das mulheres homossexuais e 33% dos homens homossexuais são fumantes, comparados com 18% das mulheres héteros e 24% dos homens.

Porém, além dessas estatísticas, Boehmer alerta que mais estudos ainda são necessários para verificar se um número maior de homens gays efetivamente recebem diagnósticos de câncer do que de homens heterossexuais, ou se os gays simplesmente sobrevivem mais á doença do que os héteros.

Quanto à pior qualidade de vida relatadas por lésbicas e bissexuais sobreviventes de câncer, o “estresse das minorias” poderia ser o grande fator envolvido, segundo Boehmer.

O “estresse das minorias” sugere que as pessoas em um grupo minoritário – incluindo as mulheres que são lésbicas ou bissexuais – sofrem discriminação ou violência, o que pode afetar negativamente sua saúde psicológica. No entanto, não foram verificados indícios de “estresse das minorias” entre os homens gays.

“Não é que as mulheres lésbicas ou bissexuais sejam mais deprimidas do que as heterossexuais”, diz Linda Ellis, Diretora-Executivo da Iniciativa de Saúde Lésbica em Atlanta, Geórgia, EUA, entidade que não esteve envolvida no estudo. “Porém, sair do armário para cada nova pessoa, desde a nova enfermeira da clínica de químio até os membros do grupo de apoio ao câncer demanda uma energia que pacientes em recuperação de câncer muitas vezes não tem”, explica.
Além disso, não é incomum que lésbicas ou mulheres bi tenham rompido relações com a família, o que enfraquece o grupo natural de apoio em horas difíceis como uma doença grave como o câncer. [LiveScience]

Autor: Bruno Calzavara

Bruno Calzavara é recém-formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e está de volta à equipe do Hype após dois anos. Adora todos os esportes, exceto futebol. Gosta de chocolate e de sorvete, mas não de sorvete de chocolate.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

26 Comentários

  1. Ah tah bom então, já não basta homossexuais serem perseguidos por bobagens mais essa pesquisa idiota?!
    Não existe alguma pesquisa que prove que quem tem a mente burra e fraca como de preconceituosos tem mais chances de ter câncer também…?
    Des de quando homossexual faz parte de “pesquisas e estatísticas”?
    Quem encomendou essa pesquisa foi o Marco Felícia? ou o $ila$ malafaia?

    Thumb up 2
  2. Reportagens como essa, sempre observo mais os comentários, e geralmente paro de ler quando leio “homossexualismo”.Igualmente quando escrevem sobre “raças”, dá até dó.

    Thumb up 3
  3. não tem muito haver com o assunto da matéria mas acho que o termo correto pra se referir a homossexualidade deveria ser “condição sexual”, já que tanto héteros, homos e bis não optam por suas sexualidades e nem elas são obra de influência de alguma orientação

    Thumb up 4
  4. Pela vivencia que tenho , o maldito CA. nao tem nada haver com a opçao ou desejo sexual , ate em animais ele se desenvolve , eles tambem sao na maioria gaysnimals……. conta outra .

    Thumb up 0
  5. Caro Glauco! Sou gay deeeesde que me entendo por gente, sabe! A promiscuidade e tao difundida entre os heterossexuais quanto entro os homossexuais. A verdade é que sempre levamos a fama, mas, basta dar uma voltinha nos finais de semana em frente as casas de swings e ver como estao abarrotadas de carros nos estacionamentos, ou, ver nos bailes de carnaval a putaria rolando solta entre “vcs”. O correto seria dizer que o ser humano é promiscuo e deixar de rotular as classes. Alem disso nao consegui entender a associação entre promiscuidade e cancer!!!

    Thumb up 16
    • Não consegue entender? Ah! Não se deixe abalar por isso… é apenas a sua mente sã em reação de defesa!

      Thumb up 12
  6. bom… no ocultismo sabe-se a relação entre promiscuidade e câncer, e promiscuidade é muito ampla entre homossexuais.

    Thumb up 1
    • Se o ocultismo REVELASSE alguma coisa não se chamaria OCULTISMO, né?

      Thumb up 14
  7. Oi, Magda Pata “MUITO LÓGICA”:

    Vc foi direto na mosca no quesito OPÇÃO SEXUAL.
    Putz, é isso mesmo. Neguinho preconceituoso que rola por aqui deve ter ficado muito sem assunto quando leu a sua opinião.
    Só quero ver se eles fazem a opção que vc pergunta.

    Parabéns p/ suas lógicas de arrepiar.

    Victor

    Thumb up 30
  8. E LÁ VAMOS NÓS!
    Como diz minha colega bruxa, do desenho do Pica-pau.

    Toda vez que o assunto homossexualidade pinta por aqui, fico pasma ao ler o quanto ALGUNS jovens são preconceituosos, imaturos ou desinformados.

    Opção e orientação, nada têm a ver com homossexualismo.
    Você opta pelo sabor do sorvete, o modelo do tênis, lugar onde vai viajar, o que comer no restaurante, a faculdade, etc.

    Se sexualidade for opção, responda, se puder:
    Você, sendo macho de verdade, optaria por (não se ofenda), ir para cama com outro macho, ser beijado na boca, ser penetrado por ele e ainda gozar?
    Tenho certeza de que não faria, o que no seu caso, sim, seria uma opção.

    Orientação está relacionada com doutrinas. Filosóficas, religiosas, políticas, educacionais, familiares, etc. etc.
    Ninguém é orientado a ser hetero nem homo nem assexuado.
    E qualquer tentativa que venha ferir sua tendência natural, não terá a mínima chance. Concorda?

    O que move a libido é o DESEJO, que desperta a atração e independe de qualquer idéia de opção ou orientação.
    Ninguém consegue trair ou reprimir o desejo sexual, pois ele é um estímulo verdadeiro, que se manifesta naturalmente no íntimo de cada ser. Seja hetero ou homo.

    O que me incomoda nas paradas gay, são as bichas siliconadas, de peitos e bundas de fora, os go-go-boys mostrando o “P” e agredindo o público. Isso desvirtua o sentido das reivindicações nas paradas.
    Felizmente esse tipo carnavalesco não representa os homossexuais sérios e discretos, que são maioria.

    Vamos respeitar o desejo alheio, pois ele é inerente a cada ser humano.
    Respeitar e compreender, é uma coisa. Submeter-se, é outra.
    Já levei cantada de lésbica, mas “sartei de banda, sô”.

    Podem cair matando.

    Fui.

    Thumb up 49
  9. opção sexual só existe duas: homems preferem mulheres e mulhres preferem homems essa é a lógica.

    Thumb up 0
  10. Matéria um pouco confusa. Não sou homofóbico, e, pos mais que não concorde com o homossexualismo, eu respeito. Só gostaria de dizer que ninguém nasce homossexual, pois NÃO TEMOS GENES HOMOSSEXUAIS. É uma questão de conceitos e modo de vida. Cada um faz o que quer.

    Enfim, eu tbm acredito que essa matéria não veio a esclarecer muita coisa. Falou, mas não disse nada.

    Bruno, você que vai se formar em Jornalismo, deve explorar melhor a concordância do texto antes de publicá-lo em algum lugar.

    Obrigado.

    Thumb up 3
  11. O cancer é causado por causa de erros no ciclo celular, na apoptose ou no reparo da celula! Nada a ver com orientação sexual! ¬¬ povo viaja demais!!!

    Thumb up 6
  12. Mas do que confusa, a matéria é prá lá de tendenciosa.

    Antes, os americanos rotularam a AIDS como “peste gay”.
    Agora vêm com essa de maior predisposição ao cancer atribuída aos homossexuais?

    Qualquer ser humano que não seja soropositivo, (HIV ou DST) hetero ou homossexual, fumante, estressado ou sedentário, pode estar na lista de possíveis desenvolvedores do câncer.

    Se vale a minha experiência de vida, aos sessenta e poucos anos, a maioria dos amigos e parentes que morreram de câncer, era heterossexual.

    Façam-me o favor… contem outra!

    Lena

    Thumb up 66
    • “Se vale a minha experiência de vida, aos sessenta e poucos anos, a maioria dos amigos e parentes que morreram de câncer, era heterossexual.”

      Provavelmente porque conheceu mais heteros do que homo. Visto, que essa grande quantidade de homo, é coisa, sobretudo, da última década.

      Thumb up 1
    • Só não esqueçamos que o HIV ainda é endêmico entre os grupos homossexuais!!!

      Ao menos previnam-se (o que acho difícil, pois o pênis e o ejaculado não são as únicas fontes de contaminação). O ideal seria a abstinência, mas a fidelidade é aceitável para se evitar o avanço sem precedentes do HIV entre homossexuais.

      Também não esqueçam que este vírus também avança grandemente entre os heteros e aqui, cabem as mesmas dicas de prevenção.

      Thumb up 0
    • PÁRA TUDO!

      Vamos consultar o dicionário pois nosso amigo fala muito difícil.

      Endêmico, no Dicionário Oxford:

      1. Condição ou doença regularmente encontrada num povo em específico ou em determinada área.
      2. Planta ou Animal nativo ou exclusivo de certa região.

      Agora sim, ignorando a preposição “entre”, empregada incorretamente, e “grupo”, constituindo pleonasmo com “endêmico”, podemos entender:

      Só não esqueçamos que o HIV ainda é, em específico, dos homossexuais!!!

      Desculpa furar essa bola cheia com aquelas três exclamações ali, mas não é o que informa o Ministério da Saúde atualmente e já a algum tempo:
      http://www.aids.gov.br/pagina/duvidas-frequentes

      Essa afirmação foi bem negligente.
      Parece insinuar que o descaso é endêmico do preconceito.

      Thumb up 10
  13. Essa pesquisa não faz sentido nenhum. Tabagismo maior entre homossexuais? Mais câncer entre homossexuais? Como seria possível definir isso se o número de homossexuais é bem menor do que o de heterossexuais? Sem contar que o título da matéria comete uma gafe enorme falando em opção sexual ao invés de orientação sexual. Opção sexual é decidir se vai pro motel ou deixa pra próxima, nada à ver com homossexualidade.

    Thumb up 6
  14. Ligação não significa influência. Não é exatamente o fato do homem ou da mulher serem gays que cria essa resposta negativa do corpo ao cancer. A reportagem mostra possíveis causas e explicações para esta ligação, algumas ligadas ao preconceito, outras à falta de apoio familiar, outras à costumes como tabagismo ou uso de outras substâncias e deixa até mesmo o campo aberto a outras possíveis causas. Tenho medo que estudos assim, que mostram ligações entre alguns fatos sem um total esclarecimento, sejam utilizados para fomentar o preconceito. A pior coisa seria ver grupos fanáticos lendo coisas deste tipo e afirmando a idiotice: “Tá vendo, é castigo de Deus!”

    Thumb up 4
  15. Hugo; Simples, haja como a vide lhe foi concedida!
    seja o que nasceu pra ser!
    pra mim isso que é querer não ser o que nasceu pra ser!
    apenas uma opinião pessoal, cada um é cada um…

    Thumb up 3
  16. Primeiro diz-se que os homossexuais tem 1,9 mais chances que os heteros de ter câncer e logo em seguida diz que, no entanto, o fato de ser homossexual nao significa ter mais chance de ter câncer, depois as probabilidades de se ter foi para duas vezes mais chances… Eu não acredito em bruxas, mas que elas existem existem.

    Thumb up 13
    • O interessante nessa história é que mesmo assim os médicos ‘deverão’ dar uma atenção especial aos homossexuais por causa disso.
      É o nascimento da heterofobia!

      Thumb up 4
  17. Não é opção, é orientação e como se manter saudável qdo se sofre tanto preconceito e julgamentos como sofremos hoje?

    Thumb up 18
  18. O estudo é confuso ñ diz coisa c\ coisa, todos nós q estamos vivos temos grandes chances de termos cancer e até morrermos p\ causa dele!Então qual é a novidade, q esse estudo trouxe p\ nós, nenhuma!

    Thumb up 10
  19. 2 erros graves numa mesma reportagem…. a próxima vai ser sobre o que o Osama bin laden vivo?

    Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
asteroidesubm
NASA começa testes sob a água para explorar asteroides

Entre as novas missõ...

Fechar