Por que humanos dançam?

Publicado em 23.03.2010

Sua namorada já tentou convencê-lo a fazer aulas de dança de salão com ela? Sua avó já tentou lhe ensinar valsa? Você já ficou no seu canto em uma festa, observando um bando de gente se sacudindo enquanto se pergunta “por que as pessoas dançam”? Aqui está a sua resposta.

Para algumas pessoas dançar é uma manifestação natural. Já para outras é um sacrifício que deve ser evitado a todo custo.
A resposta para a pergunta “por que dançamos?” está em nossa evolução. Há algum tempo atrás a dança era relacionada com a capacidade de sobrevivência.

De acordo com uma pesquisa, dançar era a forma com que nossos parentes Neandertais se comunicavam e criavam laços de amizade durante tempos difíceis. Além de tudo, aqueles que eram mais coordenados ritmicamente possuíam chances maiores de sobreviver – logo, teriam uma vantagem evolucionária.

Os pesquisadores analisaram o DNA de pessoas que gostavam de dançar e de pessoas que temiam a dança mais do que qualquer coisa. A descoberta foi que os dançarinos possuíam um par de genes que os tornavam bons comunicadores. Além disso, eles também possuíam níveis maiores de serotonina – substância conhecida por ser o “hormônio do relaxamento”.

Um estudo mais recente mostra que bebês já nascem com a habilidade de dançar e que acompanham ritmos a partir de cinco meses.

Além das outras diferenças apontadas, dançarinos também possuem o corpo mais simétrico. Mas, para a alegria de grande parte das pessoas, pelo menos não precisamos mais dançar para sobreviver.

Fonte: LiveScience

Autor: Luciana Galastri

é jornalista. Viciada em livros, lê desde publicações sobre física a romances de menininha do estilo "Crepúsculo". Toca piano desde os oito anos de idade e seu estilo de música preferido é o metal.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

11 Comentários

  1. Um estudo mais recente mostra que bebês já nascem com a habilidade de dançar e que acompanham ritmos a partir de cinco meses.

    SEM QUERER SER CHATO

    esse estudo mais recente esta muito estranho,
    Há 5.000 anos atrás, os chineses já sabiam que os seres humanos instintivamente já sabiam nadar, dançar e até mesmo lutar artes marciais. Se aproveitam disso nos seus treinamentos, avançando varios passos por isso. Lá também não há fraldas pois eles tem conhecimento de quando o bebê ira urinar ou defecar. Outro fato, lá a prisão de ventre quase não existe, pois sabe-se como evita-las.

    Eles tão bem a frente ou, nós bem atrás no setor pesquisas?

    Thumb up 7
  2. Lendo as opiniões anteriores, discordo totalmente do Wesley, principalmente quando ele fala “… formas biologicas e primitivas de exibir sexualmente…”.

    Thumb up 4
  3. Gosto de dançar, mas sei que não sou muito boa, flexível.
    Não só os humanos dançam, vários animais dançam p/ conquistar as fêmeas. Simplesmente lindo!

    Thumb up 2
  4. Ufa, ainda bem que não precisamos dançar para sobreviver, como diz o autor, mas se vc vive disso… dançou! ahahaha

    brincadeiras a parte, não sei dançar mesmo, apesar de tentar.. mas no sentido de se exibir sexualmente para uma fêmea, aprendemos rapidinho e não pagamos “mico” igual ao Luiz Carlos.. ahahhahah

    Thumb up 1
  5. So danço qdo bebo umas cervejas, umas não varias! e pago o maior mico depois…

    Thumb up 1
  6. eu gosto de música… não consigo ficar uns 3 dias sem ouvir musica…
    mas eu odeio dançar
    =]

    Thumb up 1
  7. Tanto “Dançar” como “Cantar” são formas biológicas e primitivas de se exibir sexualmente, ou de se descobrir se os parceiros são ou não compatíveis…

    A titulo de curiosidade informo que, para mim “música” não passa de ruído ou barulho…
    Eu só gosto da filosofia que o ruído, digo que a “melodia” possa transmitir…

    Thumb up 1
  8. ahhh, dançar é tão bom!!! :) libertador eu acho, me faz sentir bem mesmo quando estou triste ou as coisas não estão indo tão bem.

    Thumb up 4

Envie um comentário

Leia o post anterior:
fobia-grande
Injeções podem curar fobias

Medo de aranhas, alt...

Fechar