Precisamos de animais na pesquisa cientifica?

Publicado em 15.03.2012

De acordo com a BBC, na Inglaterra, todas as companhias de trens (menos duas) e aviões pararam de importar animais destinados a pesquisas de laboratório. Isso poderia influenciar muito a pesquisa científica. Mas qual é a real importância dos animais na pesquisa médica e para que eles são usados?

Quais animais são usados em pesquisas científicas?

A grande maioria dos animais usados são ratos (72%), peixes (13%) e pássaros (4%). Cachorros, gatos e primatas não humanos constam em menos de 0,5% dos procedimentos. A diversidade de testes é grande, mas a maior categoria – 466 mil procedimentos – envolve o sistema imunológico, seguido do sistema nervoso. Todos os novos medicamentos que passam por testes de segurança (toxicológicos) envolvem animais. Quase 400 mil desses testes foram feitos em 2010.

Porque a pesquisa com animais é necessária?

Toda grande empresa de pesquisas médicas concorda que a pesquisa com animais é essencial na busca para entender as doenças humanas e desenvolver novos tratamentos. Avanços no entendimento da genética significam que os animais podem nascer com genes específicos, que permitem aos pesquisadores explorar condições, do câncer até as doenças do coração e a demência.

A pesquisa com animais é ética?

O uso de animais na ciência sempre foi controverso. Muitas pessoas se opõe ao uso de qualquer animal em experimentos, argumentando que isso é cruel e antiético. Pesquisas de opinião públicas, na última década, mostram um grande apoio a esse tipo de pesquisa – com a garantia de certas condições: sem sofrimento desnecessário, por propósitos médicos sérios (salvar vidas) e quando não há alternativa.

A pesquisa com animais é útil?

Aqueles que são contra as pesquisas com animais acreditam que isso não apenas é cruel, mas sem sentido. Animais não são humanos, e muitas espécies não têm as mesmas doenças que nós. Mas, apesar das diferenças, modelos animais – principalmente ratos – são vistos pela comunidade científica como vitais na busca por entender as doenças. Alguns cientistas apontam para grandes avanços médicos que só foram possíveis com a ajuda dos testes em animais. Isso inclui novas vacinas, tratamentos para o câncer, Parkinson, asma e HIV.

E você, o que acha? [BBC, Foto]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

118 Comentários

  1. Sou contra o uso de animais em pesquisas científicas. A própria matéria nos dá um argumento: ” Animais não são humanos, e muitas espécies não têm as mesmas doenças que nós “. Acredito que existam sim outras formas de fazer os testes para vacinas, medicamentos, etc., o problema é que não querem, afinal se as coisas estão cômodas assim para que mexer? É mais caro e trabalhoso pensar em outra forma. Animais merecem viver tanto como nós, podemos ter uma inteligência diferente da deles, mas não somos superiores. Todos os animais são importantes para a Terra e foram criados por alguma razão, e logo nós que nos achamos tão inteligentes, estamos destruindo o planeta. É muito cruel submeter criaturas que sentem dor, sofrem, tanto quanto nós, a procedimentos tão dolorosos e invasivos. Devemos causar o mínimo possível de sofrimento aos animais, seja uma barata, uma formiga, um rato, um cachorro, qualquer um, até mesmo na hora de nos alimentarmos deles, pois os animais carnívoros na natureza matam a presa para se alimentarem dela, e não por crueldade.

    Thumb up 8
  2. Testes em animais não é e nunca foi garantia de nada!! Não há testes sem dor, esse negócio de “ética” é conto de fadas, os animais sentem dor e são mal tratados sempre…na frente das câmeras é bonitinho…tudo fachada!!
    Essa indústria da pseudo-ciência só é vantajoso para as empresas farmacêuticas e afins, testes em animais são muuuuuito mais baratos. Existe e sempre existiu alternativas para a experimentação animal. É um questão de investimento, só isso…mas a ganância sempre fala mais alto! Ser contra a vivissecção não é ser contra a evolução da ciência, ser contra a vivissecção é ser a favor da verdadeira ciência, a favor dos verdadeiros cientistas, a favor da vida digna!!

    Thumb up 7
  3. Sinceramente, no século XXI , com o grau de inteligência do homem (pra aquilo que lhe convém) e com a tecnologia existente hoje, não é possível que os pobres animais tenham de sofrer tantas atrocidades. É óbvio que o dinheiro(como sempre) fala mais alto em tudo neste mundo (pobre humanidade). Investir em pesquisas é muiiiito mais custoso do que pegar pobres bichos indefesos e submetê-los a barbaridades. Os animais têm olhos para enxergar, boca pra comer, patas pra andar, ouvidos pra ouvir e todos os órgãos necessários a sua sobrevivência, inclusive um cérebro (que obviamente não serve só de enfeite). Resumindo, eles têm as mesmas sensações de medo, fome, sede, tristeza, frio, calor etc.Aí pergunto: por que eles podem sofrer e o ser (des)humano ,não? Não consigo aceitar , nem digerir o fato de um animal (seja um chimpanzé, um cão , um gato, um rato ou qualquer outro), que tenha a infelicidade de sequer saber que nasceu para VIVER como qualquer um de nós, não tenha nenhuma opção que não o sofrimento. Desculpem-me aqueles que não têm compaixão pelos bichos… são dignos também de compaixão… Uma pessoa que prefere ficar alheia a dor deles não sente nada por ninguém. Quem os maltrata já é comprovado que maltrata facilmente outro ser humano. Infelizmente o egoísmo, ganância e maldade estão arraigadas em grande parte das pessoas… como esperar que elas tenham condescendência para com os bichos?

    Thumb up 26
    • Vc provavelmente já usou, ou ainda vai usar algum tipo de medicamento testado andes em algum animal, é crueldade? sim é, mas a nossa espécie vem em primeiro lugar, apesar de que tem alguns animais que tem mais valor do que algumas pessoas…

      Thumb up 2
    • alguem edita pra mim, tô todo perdido num teclado nada a ver…

      Thumb up 0
    • Pode ser que eu já tenha usado ou venha a usar, o que não quer dizer que eu concorde com isso nem que deva ficar calado ou conformado a respeito.

      Thumb up 5
    • Durante milhões de anos os seres se curaram graças a natureza, sem precisar matar ou destratar!

      Thumb up 5
    • durante milhoes de anos a idade media de um adulto era 30-40 anos, pense pra falar

      Thumb up 0
    • aaaaaaaaaa, quanta besteira. Vc ñ entende do assunto e mesmo assim vem tirar a paciência dos outros.Volta pra sua igreja, ovelhinha.

      Thumb up 1
  4. Isso só prova que as empresas são desatualizadas, e não estão nem um pouco preocupadas com a saúde humana, já que a proporção entre as células CD4 e CD8 difere entre humanos e outros mamíferos. Somos fisiologicamente e histologicamente diferentes dos animais; e os efeitos colaterais das drogas matam mais do que as drogas deveriam salvar. Quem defende testes em animais ou é leigo ou ganha dinheiro com isso.

    Thumb up 13
  5. Fiquei feliz ao ver este artigo. Pensei “enfim, diálogo”.
    Boba eu. Eu percebo uma militância em favor dos animais muito dedicada, mas pouco disposta ao diálogo. “Que testem em seres humanos”. Sério mesmo? Então se as companias farmacêuticas, grupos de pesquisas testarem drogas, tratamentos em africanos, tudo bem? Porque a corda arrebenta no lado mais fraco. Eu tô sendo especista? Não, vocês tão sendo, de uma forma cruel, ao afirmar que a vida de qualquer animal valha mais que a humana. É a mesma confusão pela qual o movimento feminista já passou: pra defender mulheres, ataquem os homens. É um pensamento sexista! Muitas já se deram conta disso.
    Não existe passe de mágica, isso é ciência. Acho desnecessário usar cobaias em aulas, apenas pra demonstração. E a gente sabe que isso ainda ocorre em laaarga escala.
    Também sinto horror com as diversas fotos divulgadas sobre experimentação animal. Mas fotos de crianças que tem câncer e outras diversas doenças me comovem demais tbm. E não é justo com elas, com pessoas com alzheimer, aids ou leishimaniose visceral, que as pesquisas sejam interrompidas assim, a ferro e fogo.
    Quando a doença bate na porta, pode ser vc, seu filho ou sua mãe…você vai se negar ao tratamento porque ele só pôde ser desenvolvido com o sacrifício de cobaias?
    Me perdoem se este cometário parece agressivo em algum momento. Não quero atacar ou ofender ninguém! Mas a gente precisa avançar neste diálogo…ficar no “pode, não pode” só faz confusão. No caso da Inglaterra, por exemplo, eu li uma entrevista com um neurocientista inglês que, se não puder adquirir seus ratos, vai ser forçado a criar o rato que ele precisa. Ou seja, diversas gerações de ratos serão geradas e eliminadas só pra ele chegar no tipo de rato que ele precisa. E aí? A pressão pública serviu pra conscientização, pra tentar mudar alguma coisa…ou foi também um tiro no pé?
    A gente precisa de gente, de instituições dentro deste mundo científico disposta a buscar novas alternativas. E entender que é um processo, como qualquer outra mudança, leva tempo.

    Thumb up 8
    • Sou incondicionalmente contra testes em animais, e me desculpe, mas nenhum de seus argumentos são válidos para mim. Considero-os especistas sim, os valores e prioridades de algo são baseados no nível de importância que damos à eles, então a vida, o sofrimento, as dores e medos dos milhões de animais que sofrem por pesquisas e outras atrocidades valem menos do que a dessas crianças com câncer que vc falou? Não acho justo a tortura de milhões de vidas inocentes para resolver nossos problemas, temos consciência e inteligência para desenvolver meios alternativos, e com certeza essas alternativas poderiam ser desenvolvidas para substituir os testes em animais, mas se o homem realmente quisesse. Sem contar que parte das nossas doenças, quando não são da nossa genética mesmo, ou degeneração natural pela idade, são muitas vezes causadas por nossos próprios abusos e negligência (fumo, álcool, drogas ilícitas, etc.), ninguém escolheu impô-las a nós, exceto nós mesmos em alguns casos, mas nós escolhemos impor sofrimento aos animais para resolver mais facilmente nossos problemas, e isso vai além da pesquisa científica, acontece com praticamente tudo, pois tudo em que o homem puder se aproveitar dos animais para obter vantagens e lucro, pois não pensam e não podem se defender, ele o fará! O homem “pensa” (ou pelo menos deveria), dádiva essa que nenhum outro animal tém, consegue feitos incríveis pela ciência quando lhe convém ou por necessidade, por que devemos aceitar que ele simplesmente NÃO consegue desenvolver essa alternativa? Essa situação é comparával a nossa dependência de combustíveis fósseis, onde é óbvio que outras alternativas são viáveis e até relativamente fáceis de serem implantadas, mas os interesses comerciais das multinacionais do petróleo aliado a comodidade e ao conformismo da população impediu por anos avanços nessa área, e só quando o homem vê que não terá jeito mesmo é que ele começa a se conformar e implementar mudanças. E como alternativa, o “testem em seres humanos” que você mencionou, na minha opinião poderia sim ser aplicado a detentos condenados por crimes hediondos. São milhares no mundo todo, supririam a demanda, e nada mais justo que esses monstros pagassem sua dívida com a sociedade dessa maneira, ao invés de serem sustentados (se não me engano o valor supera os mil reais por mês por detento) por quem eles prejudicaram, pois para mim a vida deles vale muito menos do que a de uma cobaia animal, que nunca pegará em uma arma para ferir ninguém por dinheiro ou até mesmo sem motivo algum. E antes que vc comente, aceito o fato de que eu ou algum familiar meu fossem condenados por crimes hediondos ou sofressem de alguma doença alvo dessas pesquisas, a vida é assim mesmo, ninguém vive para sempre. Não sou o centro do universo e ninguém nem nenhuma espécie é, nosso poder de raciocinar não nos dá o direito de usar animais como produtos descartáveis para nossos propósitos, principalmente quando podemos evitar isso com outras alternativas. Termino com frases de grandes vultos da humanidade sobre os animais, e se eles não despertarem tua compaixão para com os animais, quem sou eu para o fazer!
      Leonardo Da Vinci
      – “Haverá um dia em que o homem conhecerá o íntimo dos animais. Neste dia, um crime contra um animal será considerado um crime contra a própria humanidade”.
      – “Virá o dia em que a matança de um animal será considerada crime tanto quanto o assassinato de um homem.”
      Mahatma Gandhi – estadista e filósofo (1869-1948)
      – “A grandeza de uma nação e seu progresso moral podem ser medidos pelo modo como seus animais são tratados”.
      - “Discordo da vivissecção com toda a minha alma. Todos os descobrimentos científicos manchados com sangue inocente considero que não têm importância.”
      Albert Einstein – físico, Prêmio Nobel de 1921
      – “Nada beneficiará mais a saúde da humanidade e aumentará as chances de sobrevivência da vida na Terra quanto a dieta vegetariana.”
      – “Nossa tarefa deveria ser nos libertarmos… aumentando o nosso círculo de compaixão para envolver todas as criaturas viventes, toda a natureza e sua beleza.”
      Buda (563-483 a.C)
      – “Todos os seres vivos tremem diante da violência. Todos temem a morte, todos amam a vida. Projete você mesmo em todas as criaturas. Então, a quem você poderá ferir? Que mal você poderá fazer?”
      Charles Darwin
      – “Não há diferenças fundamentais entre o homem e os animais nas suas faculdades mentais…os animais, como os homens, demonstram sentir prazer, dor, felicidade e sofrimento.”
      Pythagoras
      – “A carne é o alimento de certos animais. Todavia, nem todos, pois os cavalos, os bois e os elefantes se alimentam de ervas. Só os que têm índole bravia e feroz, os tigres, os leões etc. podem saciar-se em sangue. Que horror é engordar um corpo com outro corpo, viver da morte de seres vivos.”
      – “Enquanto o homem continuar a ser destruidor impiedoso dos seres animados dos planos inferiores, não conhecerá a saúde nem a paz. Enquanto os homens massacrarem os animais, eles se matarão uns aos outros. Aquele que semeia a morte e o sofrimento não pode colher a alegria e o amor.”
      Voltaire
      – “É inacreditável e vergonhoso que nem virtuosos nem moralistas elevem sua voz contra os abusos aos animais”.

      Thumb up 9
    • Clariana, alzheimer (doença auto imune) não há cura, e seu controle é individual,não há como testar em animais se o metabolismo difere, na aids o vírus ataca a célula ly´s tcd4 intracelular que é totalmente diferente de qualquer outro animal, e leishmaniose visceral a incubação e janela imunológica dos animais para humanos variam em questão de anos. Há cobaias humanas ( depois de variados testes em protótipos) , há diagnósticos por inteligencia artificial, in vitro e testes químicos, que são mais seguros e tem muito menos falsos positivos. O câncer pode dar erros de 90% com testes em animais, já que os tecidos variam de um ser para o outro. Além de ser um erro os testes em animais, é uma falta de ética do profissional.

      Thumb up 4
    • Me prove, por favor, que pessoas com alzheimer, aids ou leishimaniose visceral, ou outra doença qualquer realmente tenham se beneficiado por pesquisas envolvendo animais e que não poderiam ser realizados de outra forma:sem crueldades.
      Diga-se de passagem que muitas vidas foram sacrificadas, mas por falta de interesse, i.e, por interesse maior no lucro, pessoas com alzheimer, aids ou leishimaniose visceral continuam morrendo e até mais hoje do que há 30 anos atrás, apesar de massacrarem animais com a única preocupação de estarem realizando uma “nobre pesquisa”

      Thumb up 3
    • fins justificam os meios, mas deve ser muito facil criticar os meios quando se é saudável né, PARE DE COMER CARNE, ja que vc levanta a bandeira da “crueldade” numa questão dessas

      Thumb up 0
    • Rato, quem te disse que os humanos não são cobaias? somos cobaias de todos os medicamentos, por que acha que muitos medicamentos saem de circulação? Já tomou dipirona? se sim, vc é um cobaia todas as vezes que toma.
      Rato conheça primeiro a imunologia e patologia de todos os animais, vc vai enxergar o tão cobaia que vc é e não se deu conta.

      Thumb up 0
    • analisando um pouco mais afundo, acredito muito que essas pessoas que preferem defender a vida de um rato à vida de pessoas menos “sortudas” de terem nascido saudáveis, sofrem de um egocentrismo patológico, são arrogantes e infelizes e descontam no mundo os problemas pessoais, há uma inversão de valores, querem presidiários-cobaias e tem ódio da própria especie

      Thumb up 0
    • Sim, você está correto, de indivíduos da minha própria espécie que não valem as fezes que defecam, como presidiários condenados por crimes hediondos, só para citar um exemplo, tenho muito ódio sim! Tá com dó? Leva para sua casa!

      Thumb up 1
  6. Totalmente contra. O ser humano é perverso, cruel, egoista, por isso ainda faz estes testes. É fácil pegar um animal indefeso e lhe IMPOR um destino. Há anos que estes testes são feitos, muitas das vezes sem necessidade. Fazem testes repetitivos somente pra dizer q testou ou pra usar como Metodologia numa tese/dissertação que na maioria das vezes nem servirá pra nada. Mas….este é o ser humano!!!

    Thumb up 11
  7. JAMAIS!!!!
    O que é destinado aos seres humanos, devem ser testados nos mesmos, afinal, cada espécie tem sua fisiologia!
    Há tantos pedófilos, estrupadores em geral, assassinos, ladrões engravatados que matam (in)diretamente com seus roubos, aptos para esse tipo de trabalho!
    Se é para humanos que seja testado nessa mesma espécie!
    Já passou da hora dessa atrocidade de falta de respeito com os animais parar!!!!!

    Thumb up 4
  8. Não consigo verfu ndamento científico para o uso de animais em experiências. Sabemos que há muitos remédios testados em animais, colocados a venda e que depois de um tempo tem que ser retirados das prateleiras ou por serem ineficazes ou por trazerem algum efeito colateral indesejado. O que vejo é uma idústria sórdida que visa o lucro a qualquer preço. Testes em animais são mais baratos. A indústria farmacêutica visa apenas o lucro e não a saúde da humanidade! Outro ponto que acho muito importante e que não vi ser abordado é: quem controla a ética desses cientistas? Ou as pessoas ainda acham que eles estão acima do bem e do mal?

    Thumb up 8
    • Pegou na veia Nanci! Parabéns!

      Thumb up 1
  9. Esta mais que na hora de ter uma conduta ética, quis testes desnecessário não firam efetuados em animais, em nome da ciência, tanto maus tratos para nada! Tratar animais como “coisas”, alias o homem precisa rever todo comportamento em relação aos animais!

    Thumb up 13
    • Acho que está na hora da humanidade parar e pensar. Estamos em pleno século 21, a tecnologia avançadíssima, não precisamos colocar outras espécies no sofrimento para nenhum fim científico.

      Thumb up 10
  10. Se realmente querem o bem das pessoas e querem evoluir, então porque não passam a testar em humanos?!?! não há nada melhor para comparar e evoluir do que testar no próprio corpo humano!!! Com tanta gentinha por aí malvada, sem coração, corruptos, etc, que ocupam as prisões e até andam ainda por essas ruas a causar sofrimento tanto a pessoas como a animais, então!!!! querem melhor solução que esta?!?! Deixem os pobres animais em paz e tratem mas é de usar meios dignos de salvar vidas!!!!

    Thumb up 9
    • Concordo. Poderiam começar com a população carcerária, que não é pequena.

      Thumb up 5
    • Senhores, temos um voluntário.

      Thumb up 0
    • Infelizmente os testes também são feitos em humanos, existem várias denúncias na África, Ásia, América Central e outros países pobres que são explorados por todas as formas.
      Nada disso muda a grande finalidade das indústrias farmacêuticas que é o de gerar lucros ao invés de sanar de vez as doenças, situação em que as pesquisas seriam outras e temos tecnologia de sobra para tanto!Mas ao contrário trabalham para desenvolver novas cepas de vírus e bactérias, não especificamente para atacar outros países, mas para tornar refém as populações de consumidores, pois assim também os governantes passam a ter mais poder em países corruptos.

      Thumb up 2
  11. Para aqueles que são a favor de testes em animais, se acham os testes tão necessários, se acham que outras alternativas não são a mesma coisa, porque não se doam para o bem da ciência… Porque é sabido que as reações no corpo de um rato não é a mesma em um ser humano, pois suas estruturas físicas são completamente diferentes, por consequência, as reações também.
    O ser humano continua com a mesma essência egoísta e cruel, pois a maioria não se importa se um animal está ou não sofrendo, enclausurado em uma gaiola por toda a sua vida, sofrendo todo tipo de dor, desde que seja pelo seu bem próprio. As vezes me pergunto se sou um Et??? Porque, sinceramente, eu me importo. O que não quero para mim, não quero para os outros. Será que sou de outro mundo???

    Thumb up 14
  12. Humanos é que deveriam se submeter aos testes. Não é para favorecer a ‘humanidade’? Você doaria seu ‘filhote’ à ciência? E os outros animais tem a opção de escolha? Quem foi que disse que o homem pode dispor dos outros animais à sua vontade? Quem nos deu esse direito? Ah, sei… tá escrita na bíblia, né? Certo… Então vamos continuar, é para isso que estamos aqui.

    Thumb up 4
  13. Enquanto o ser humano precisar USAR os outros seres para evoluir certamente ele merecerá o título de IRRACIONAL.

    Nada justifica o que é feito nos laboratórios, nem mesmo o homem mais inteligente do mundo pode afirmar que o medicamento testado em animal garantirá o sucesso no uso humano, ou seja o teste é em vão, é feito somente o básico e para isso existem as alternativas. E mesmo que beneficiasse o ser humano, isso não nos dá o direito de privar os outros seres.

    Thumb up 6
  14. Marcos-Df

    Existe um mercado muito lucrativo por traz da utilização de cobaias. Não será esse o principal motivo da não proibição dos testes? Já que a ciência (na maioria dos casos) já pode desenvolver suas pesquisas sem essa prática cruel e abusiva!
    Por que não investir mais nestas pesquisas?
    Quem são essas pessoas/empresas que capturam animais silvestres para servirem de cobaias?

    Thumb up 17
    • Olá Ricardo tudo bem ?
      O que voce levantou é uma possibilidade bem real. Certamente tem o fornecedor de cobaias e ele deve lucrar com isto. De todo modo, a ciência precisa destas cobaias e aí surge o provedor…
      Abraços

      Thumb up 0
  15. Experimentos são necessários ou não ?
    Provavelmente não, mas é claro que existem dúvidas.
    Mas certamente é totalmente desnecessário o uso de animais para testes na industria do fumo (quem quiser se matar que se mate sem prejudicar outro ser vivo !!), na industria da beleza ( Vamos aprender a aceitar a feiura e a velhice gente !!!)e também nas Universidades, para treinamento (existem robos para simulações de procedimentos), e nas milhares de teses babacas onde animais são massacradas simplesmente para alguem apresentar dados a uma banca e todos estes dados, assim como a vida dos animais, se perderem depois pois não servem para nada !!!
    RESPEITO E CARINHO A TODOS OS SERES VIVOS, SOMOS AQUI COMPANHEIROS DE JORNADA !!

    Thumb up 3
  16. é vergonhoso fazerem exp com os animais quando há provas de que há outros métodos alternativos

    Thumb up 17
    • Concordo com Joana, é cruel, vergonhoso e sádico, fazer experiencias com esses pequenos seres que não podem se defender.Mesmo porque, muitas doenças humanas não atingem os animais e vice-versa.Por favor senhores cientistas, procurem outra alternativa para os experimentos,pois os animais são seres vivos como nós e sofrem com tudo isto.

      Thumb up 11
  17. Acho que quando a ciência não dispunha de tantas informações a respeito de fisiologia, até poderia ser válido, mas não vejo sentido em se utilizar seres de metabolismos tão diversos como cobaias, pois as reações e mesmo os efeitos são diferentes dos humanos. Por exemplo: o cloranfenicol, que é um antibiótico, é bacteriostático em humanos, mas bactericida em animais…. os prosaicos alho e cebola, que os humanos usam tanto, são tóxicos para cães e gatos… por isso que eu acho estranho que vidas sejam sacrificadas, em prol de resultados que nem sempre serão os desejados no final.

    Thumb up 2
  18. As pessoas que defendem o uso de animais em laboratório possuem o péssimo hábito de argumentar que ser contra o uso de cobaias é ser contra o avanço da ciência. Isso não tem nada a ver! Queremos uma ciência ética, que deixe para trás este modelo que em muitos casos já se mostrou ultrapassado e que move bilhões de dólares a cada ano na comercialização de animais para laboratórios. Devemos parar de enxergar os animais como mercadorias e como objetos. São seres sencientes e sofrem, nunca lhes foi dada a opção de estar lá para serem testados. E antes que me perguntem se eu me ofereceria como cobaia, eu já adianto que este tipo de raciocínio é infantil e perverso. A questão é: vamos investir em métodos alternativos! A partir do momento em que o uso de animais for declarado proibido todos tentarão encontrar soluções. É óbvio que a medicina e a ciência continuarão avançando, assim como já acontece em muitos casos onde os animais jã não são mais utilizados.

    Thumb up 38
    • À Patrícia e outros postantes que defendem a não utilização de animais para pesquisas científicas eu faço as seguintes perguntas:
      Se tem baratas em sua casa, o que faz?
      Se as formigas invadem os seus alimentos o que faz?
      Vocês comem carne?
      E muitas mais perguntas eu poderia fazer.
      Ao que me apercebo, para vocês a vida tem valor em relação ao tamanho do animal… Pois em meu entender os mais pequenos são possuidores de vida tal como os maiores. Assim sendo porque não vos vejo a defender a vida desses seres menores?
      É óbvio que implicar sofrimento, nunca pode ser ético. Mas há opções cujas alternativas não proporcionam as respostas necessárias. Logo, ainda que obedecendo a um correcto tipo de conduta e procedimentos, há que ver estes actos pela premência de suas práticas, e não pela óptica de quem diz defender a vida dos animais, mas que se banqueteiam comendo a suas carnes, sem pensar que ela provém também de animais sacrificados. Será que quando vão comprar um medicamento, fazem uma pequena reflexão de como ele foi produzido? Se têm essa relutância que querem mostrar, então abdiquem de qualquer tipo de medicamento ou prática clínica suportado pela pesquisa através das cobaias animais.

      Thumb up 7
    • Bom, em primeiro lugar creio que a maioria que defendem os animais são vegetarianos, em segundo também penso que colocam barata para fora de casa ao inves de matar, em terceiro, tiro as formigas do açucar, são poucas, você deve ter algum problema em sua cozinha para ter formigas na comida e não conseguir tirar.

      Todos que defendem os animais, procuram medicamentos alternativos sem testes, SIM EXISTEM. E são tão bons quanto os testados.
      E você e todos os outrros A FAVOR DO TESTE EM ANIMAIS, tente se informar melhor, o teste em animais é apenas um “pré-teste”, pois para o medicamento, maquiagem, produtos em gerais serem aprovados ou produzidos, PRECISAM DE TESTE EM HUMANOS, pois o organismo dos animais não são compatíveis ao nosso.
      Também acho errado testar em humanos; há outros metodos, alguns não são testados em animais e nem em humanos, porém o custo é altissimo.
      A maioria das empresas não sofrem boicote por fazer esses testes, por isso não dão a mínima para gastar mais e ter qualidade e ética.
      Sinceramente, eu prefiro procura e gastar mais em produtos sem crueldade, do que saber que estou apoiando algo tão desumano.
      Não é possível em uma sociedade que se julga evoluída e avançada, aceitar atos como estes.

      Thumb up 5
    • Sim, sou vegana e procuro me informar antes de utilizar qualquer medicamento ou produto, pois caso ele tenha sido testado em animais, eu sempre busco por alternativas que não tenham provocado sofrimento animal. Se eu conseguirei viver assim até o resto da minha vida? Espero que sim. Pelo menos eu me esforço para tanto. E continuarei fazendo o meu possível para ajudar a acabar com a exploração de animais mesmo que cientistas, acadêmicos e pessoas completamente leigas no assunto continuem dizendo que não é possível. Sabe por que? Porque muitos outros cientistas, médicos e acadêmicos, os quais possuem uma postura muito mais ética e menos cômoda, hoje já afirmam que esse sonho é possível! E estão se empenhando para transformar isso em realidade. Prefiro estar com eles, em busca de uma nova história, do que ao lado de gente cheia de empáfia e obsoleta.

      Thumb up 6
    • Poderíamos perfeitamente abdicar dos testes em animais, te garanto que outros métodos seriam bem mais eficazes e haveria um ganho significativo nas qualidades dos produtos finais.

      Eu acredito que é somente pelo caminho do bem que a cura verdadeira ocorra, agora se vc. prefere as perfumarias passageiras, para disfarçar a sua realidade, então siga em frente e destrua tudo ao seu redor!

      Thumb up 2
    • Do ponto de vista natural, ser selecionado como espécie para experimentação científica ou como animal de criação para ser depois consumido é sucesso evolutivo: o animal não tem mais inimigos naturais por que nós tratamos de eliminá-los. A reprodução da espécie está garantida!

      E uma cobaia tem uma vida muito mais tranquila do que um animal selvagem. Pensa bem, alimento na hora certa, temperatura controlada, ausência de predadores, tratamento contra doenças, etc. Uma cobaia vive muito mais que um animal selvagem e é muito melhor tratada que um animal selvagem.

      E os animais que criamos para nos alimentar? Nem se fala! As vacas, as galinhas, os coelhos, os peixes, todos eles são tratados a pão-de-ló! Alguns tem acesso a recursos que os mais infortunados dos seres humanos nem sonham: vacinas, hormônios, um médico visitando eles toda semana, a alimentação programada por um nutricionista, e na maior parte dos casos de insumos de alta qualidade! A soja que não colocamos no prato dos brasileiros e que poderia matar a fome de muitos é exportada para a França, onde vai alimentar as vacas leiteiras francesas.

      Sabe o que é tratamento cruel a uma cobaia? Largar ela na natureza. Deixar ela por conta própria, só come se encontrar comida do jeito antigo, e tem que ficar atenta contra os predadores o tempo todo, isto sim é crueldade…

      Thumb up 2
    • Sim, muito “boa vida” mesmo, já nascer no corredor da morte e sofrer todo o tipo de maus-tratos, pois são apenas objetos de consumo, não são tratados como seres vivos que tem todos os outros mesmos sentimentos que nós, apenas não tem nossa inteligência. Por que você não admite logo que pouco está se lixando para os animais e que para você são mesmo meros objetos manipuláveis de acordo com o egoísmo e ganância dos humanos? É mais sensato do que subestimar nossa inteligência com argumentos tão descabidos.

      Thumb up 3
  19. Cada tempo tem suas verdades, há 50 anos o caçador de onça era um herói, hoje é um criminoso ambiental. Hoje as cobaias são necessárias para salvar vidas humanas, mas assim que a tecnologia avançar com certeza vai ser proibido usar cobaias em laboratórios.

    Thumb up 14
    • Corretíssimo Marcos Pedroso!

      E, nós, como seres inteligentes, devemos acompanhar a evolução da tecnologia e rever nossos conceitos de ética para que, tão logo seja possível, os ajustemos com um pensamento mais preocupado com a harmonia global e que seja menos interessado na satisfação pessoal.

      Thumb up 2
  20. Os pesquisadores nazistas usavam humanos como cobaias e isso era visto como normal (pelo menos lá), enquanto hoje consideramos abominável. Algo interessante no desenvolvimento humano é como a opinião geral varia ao passar dos tempos. Quem se importava com os Dodôs? Quase ninguém. Hoje a Tartaruga Gigante de Galápagos e o Panda valem camisetas e passeatas. As pessoas hoje, mesmo as chegadas num galeto e num churrasco, têm um senso mais ambientalista. Os primeiros níveis disso nas pesquisas médicas foram sentidos com a quase proibição do uso de símios em testes nos últimos tempos.

    As pesquisas médicas com animais deve continuar de acordo com a legislação inglesa, só em necessidade e não havendo outro jeito, acho o mais correto. Do contrário, se proibida até essas pesquisas teriam que proibir também o consumo de carne animal, todo mundo virar vegetariano, da no mesmo.

    Alias, os laboratórios matam muito menos animais do que o consumo humano e a industrialização global.

    Thumb up 26
    • Olá Jonatas !
      Acrescento que determinados testes de novos medicamentos só tem a resposta adequada com experimentos feitos em animais.
      Nenhuma simulação por computador substitui as reações de um organismo vivo, sendo assim, o uso de animais para testes, desde que dentro de parâmetros estritamente científicos e com acompanhamentos, é o melhor meio de se obter respostas às experiências.
      Abraços

      Thumb up 8
    • “Acrescento que determinados testes de novos medicamentos só tem a resposta adequada com experimentos feitos em animais.”?

      Exatamente quais testes são esses? Se até uma aspirina que para nós é inofensiva pode matar um cachorro, você acha que um remédio testado em um rato fica sendo mais seguro pra você?
      Quantos medicamentos já foram liberados para o público e tivemos casos desastrosos de crianças nascendo defeituosas, abortos, efeitos colaterais…
      Testes em animais não garantem nada, apenas passam uma falsa segurança.
      Se até um remédio que pode não ter efeito colateral pra mim, pode matar outro ser humano, quem dirá um remédio testado em ratos, coelhos ou qualquer outro animal.
      A grande verdade é que a industria farmacêutica cobre seus desastres e os rios de dinheiro que são jogados fora com testes em animais. Além disso, temos remédios que foram reprovados em testes com animais e que poderiam ser efetivos para seres humanos. Com isso, temos mais um atraso na ciência.
      Independente do ponto de vista ético, temos a falta de segurança dos testes, que não atestam nada.

      Thumb up 3
    • E por que nos outros animais, e não em humanos? Eu digo: eles não podem se negar, são indefesos. Se tivessem a opção de escolher, tenho certeza que a coisa seria diferente. Se é para os humanos, que sejam os humanos as cobaias. Lamento, mas não posso aceitar que outros seres INDEFESOS paguem um preço tão alto por um benefício que só aos humanos interessa.

      Thumb up 4
    • Que nada, Vera, as ruas estão cheias de crianças indefesas que estão pagando por algo que não fizeram, e você não dá nenhuma bola…

      Eu não acredito na preocupação por outras espécies de quem não dá a mínima para elementos da própria espécie em situação vulnerável.

      Thumb up 3
    • Cesar, este seu pensamento é tão antigo quanto andar pra frente. Na realidade, quem é capaz de lutar por animais, também é capaz de lutar por crianças ou idosos, por exemplo; não tem q haver uma distinção aqui, temos que ver a capacidade e vontade dessas pessoas em lutar por quem não tem como se defender. Engraçado que as pessoas que dizem o q vc disse, geralmente não fazem nada por ninguém, e vem dizer pelo quê ou por quem as pessoas devem lutar. É lamentável que existam pessoas assim, que acham que o ser humano é o único que importa (ou é o mais importante), afinal de contas ele é feito à imagem e semelhança de deus. E tá mais do que na cara que essa forma de pensar ñ leva a lugar nenhum; não levou até hoje…

      Thumb up 3
    • Único problema é que justamente estes medicamentos novos são exatamente aqueles sintomáticos feitos para gerar dependências e não para curar.
      Por favor observem as leis Universais e da Natureza, se o homem era agressivo e estúpido a um tempo atrás,não quer dizer que tenha de ser o mesmo nos tempos atuais, onde mais de 90% das espécies foram dizimadas.

      Thumb up 2
    • “Algo interessante no desenvolvimento humano é como a opinião geral varia ao passar dos tempos”

      Isso é chamado de Zeitgeist, ou ‘O espirito de época’ em português.

      Thumb up 10

Envie um comentário

Leia o post anterior:
6781318144_b3304e1b44_z
Como coletar a energia dos relâmpagos usando laser

Usando um aparato ex...

Fechar