Pressão alta em crianças pode prejudicar sua capacidade cognitiva

Publicado em 8.12.2010

Um novo estudo mostra que crianças com pressão arterial elevada estão em maior risco de ter dificuldades de aprendizagem.

Pesquisas anteriores já haviam mostrado que crianças com pressão arterial elevada se saíam piores em testes de desempenho mental do que as crianças sem hipertensão.

Agora, o estudo recente descobriu que crianças com pressão arterial alta ou hipertensão têm três a quatro vezes mais chances de ter dificuldades de aprendizagem do que as sem hipertensão.

Os resultados continuaram os mesmos independentemente das crianças estarem tomando medicamentos para déficit de atenção e hiperatividade (DAH), o que pode aumentar a pressão arterial.

Os pesquisadores revisaram os dados de 201 crianças, com idades entre 10 e 18 anos, que foram encaminhados para uma clínica de hipertensão por causa de sua pressão arterial elevada. Cerca de metade tinha hipertensão, metade não.

Das crianças com hipertensão, 28% tinham dificuldades de aprendizagem, enquanto apenas 9% das pessoas sem hipertensão tinham. O percentual de crianças com dificuldades de aprendizagem na população geral é de cerca de 5%.

Segundo os pesquisadores, as descobertas ressaltam a importância de identificar as crianças com hipertensão, e entender como a doença pode afetar o cérebro. Muitos casos podem passar anos sem diagnóstico, e a hipertensão é um problema crescente nas crianças. Com essa nova associação, os profissionais da saúde devem ficar ainda mais conscientes da situação.

Os pesquisadores alertam que a pesquisa mostra apenas uma associação, e não uma relação de causa-efeito. Eles ainda não sabem como a hipertensão pode contribuir para problemas de aprendizagem. Uma hipótese é que a hipertensão influencia os vasos sanguíneos no cérebro, que tem impacto na forma como o sangue passa através do cérebro.

O próximo passo dos pesquisadores é realizar um estudo de acompanhamento, que vai seguir crianças hipertensas para verificar se o tratamento da pressão arterial por um ano pode melhorar o seu desempenho mental. Se uma reversão de problemas cognitivos for observada, os pesquisadores teriam fortes evidências de que a hipertensão contribui para problemas como o desempenho cognitivo.[LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

1 comentário

Envie um comentário

Leia o post anterior:
frutas
Comer frutas e legumes pode não ter um efeito protetor contra o câncer

Pesquisadores mostra...

Fechar