Problemas sexuais masculinos vão muito além de disfunção erétil

Publicado em 30.08.2011

Segundo uma nova pesquisa, uma grande porcentagem de homens com disfunção erétil (DE) também sofre de outros problemas sexuais que não podem ser tratados com drogas.

No Brasil, 45,1% dos homens têm disfunção erétil (mínima, moderada ou completa), problema de alcançar ou manter uma ereção.

No novo estudo, os pesquisadores analisaram questionários de mais de 12.000 homens com ligeira a moderada disfunção erétil, envolvidos em ensaios clínicos para um medicamento de ereção.

Os resultados mostraram que 65% dos homens com disfunção erétil são também incapazes de ter um orgasmo, e 58% têm problemas com ejaculação.

Homens com DE grave eram mais propensos a ter problemas mais graves de ejaculação e orgasmo. No entanto, tais problemas também ocorreram em homens com disfunção erétil muito suave. Disfunção no orgasmo foi referida por 26% deste grupo, e disfunção da ejaculação por 18%.

O problema mais comum é a ejaculação precoce, mas outros problemas incluem ejaculação retardada, incapacidade de ejacular e ejaculação dolorosa. Disfunção do orgasmo é definida como ausência de orgasmo.

“Enquanto os medicamentos podem ajudar alguns homens a manter uma ereção, nossa pesquisa sugere que há outros problemas sexuais comuns que permanecem em grande parte sem solução”, disse o urologista Dario Paduch.

“Devemos expandir a definição de qualidade de vida quando se trata de desempenho sexual. Nas últimas décadas, temos nos concentrado em rigidez peniana, com ereção como sinônimo de função sexual normal. No entanto, muitos pacientes dizem que os problemas com ejaculação – como força ou volume diminuídos ou diminuição da sensação de orgasmo – são tão críticos quanto”, argumenta.

Problemas de disfunção erétil são bem conhecidos e tratados, porém, os homens provavelmente não relatam os outros problemas sexuais que têm, de modo que a porcentagem real de homens que sofrem com esses outros fatores pode ser maior. Estima-se que, dos homens com mais de 50 anos na população em geral, 30 a 40% experimentem problemas em relação ao orgasmo e ejaculação.

Mesmo que os homens conversem com os médicos sobre esses outros problemas sexuais, há muito pouco que eles podem fazer para ajudá-los.

Existem drogas para DE muito conhecidas, mas nada para as questões ejaculatórias. Condições como orgasmo e ejaculação são fisiologicamente complicadas de tratar. O Viagra, por exemplo, a primeira droga conhecida para DE, foi descoberta por acidente (foi feita originalmente para tratar pressão arterial elevada).

O próximo passo da pesquisa nesse campo é testar se terapia de reposição de testosterona poderia ajudar os homens que têm problemas sexuais além da disfunção erétil.[LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

15 Comentários

  1. bom tenho uma duvida tenho uma namorada nova mais não consigo ter uma ereção firme, mas já com minha antiga namorada bastavaela ela me tocar que eu já estava pronto tenho certeza de amar essa que estou mais do que a ex porfavor poderiam me dar uma opinião?

    Thumb up 16
    • Olha, eu poderia dizer que falta fogo nela, uma mulher que faz bem feito, que sabe provocar e pegar os pontos certos, leva qualquer homem ao delírio. Mas a mulher só consegue isso naturalmente, quando se sente verdadeiramente atraída sexualmente.

      Thumb up 4
  2. Disfunção erétil também são provocadas por:Uso de bebidas alcoólicas,anabolizantes,(muito usado pelos jovens),maconha, cocaína(tem muitos que dizem ajudar,conversa fiada)cigarros,(sem contar o mau hálito),e pela ordem natural a idade.

    Thumb up 2
  3. Ô galera, fala a verdade… Não tem problema sexual masculino que uma ótima parceira, carinhosa, meiga, compreensível e amorosa não resolva hehehe.Um casal tem de ter muita sintonia pra um ajudar o outro na hora do sexo, afinal não é todo o dia que se está com tesão e quem disser que está é mentiroso e eu truco o cara rsrsr( a não ser que seja casal novo).

    Thumb up 10
  4. Caro ANONOMO

    Não tenho o hábito de comentar postagens de pessoas que se assinam ANONOMO.
    Porém, se foi publicada aqui, é porque alguém a postou.

    Você deveria ter a decência de assinar seu nome, (ou pelo menos um fictício), pois o que aqui vale é o conteúdo das opiniões.

    Você, garangão, escreveu:
    “Já passei muito além dos setenta e ainda estou inteiro”.

    Dou-me ao direito de não acreditar que um ancião equilibrado, na sua idade, se afirmaria dessa maneira.

    Mas se é essa a sua faixa etária, já deverias estar preparado para o AJUSTE FINAL DE CONTAS, com o outro lado da vida, nao achas?

    Estás preparado para isso? Dizem que do outro lado, a contabilidade é outra e cada um vale pelo bem humanitário que praticou.

    Pelo seu texto, você vive a vida do garanhão, comedor e copulador.

    Mulher para você, deve ser um objeto chamado vagina para proporcionar seu prazer, gozo, descarregar seu esperma como se fosse um mijo dentro das bocetas… e nada mais.

    E, se com isso fizer-lhe “pai”, apesar da idade, irá se sentir o MASTER.

    Que vergonha.

    Abs:
    Silvio

    Thumb up 14
  5. Já passei muito além dos setenta e ainda estou inteiro. Aos 53 anos me lembro de ter tres relações por dia. Hoje uso viagra por conselho médico. As vezes não uso e me dou bem, mas prefiro usar. É bem melhor.
    Acho que disfunção sexual é problema de saude. Quem goza de boa saude e se cuidou a vida inteira, não tem o que se queixar. Vi na internet um senhor de noventa anos ser pai de uma criança com uma mulher de trinta. Isto é animador e foje das estatísticas. Quem dera chegar lá com esta disposição.

    Thumb up 7
  6. Para Ana.

    Esse assunto é muuuuuuito complexo.
    Cada caso é um caso e a pessoa mais indicada para analizar é o profissional da área de sexologologia.

    Meu casamento durou 22 anos, mas já havia terminado bem antes, chegando ao ponto de dormirmos em camas separadas e mantermos o tipo “casamento de fachada”, até que não aguentei mais.

    São milhares os motivos que levam ao “esfriamento” sexual de um casal.
    Do ponto de vista masculino, a queda da tesão, além dos motivos que citei na postagem anteriior, existem alguns bem básicos, como também os mais expressivos.

    São eles:
    1. Incompatibilidade de gênios
    2. Desnível cultural
    3. Diferença muito acentuada de idade
    4. Rotina
    5. Esposa mandona, reclamista e crítica em excesso

    Pelo que tenho observado, o item 5 é o mais brochante e as mulheres só percebem depois que a vaca foi pro brejo e não tem mais volta.

    No campo do relacionamento conjugal e em especial, no da sexualidade, o homem (assim como todos os mamíferos) age pelo instinto milenar de dominação. É o senhor da situação, o provedor e o predador. (Não confundir com machismo)

    A maioria dos homens vai aturando uma mulher mandona e segura a barra até os filhos crescerem. Chega o dia em que ele vai embora ou arruma uma amante. (que geralmente é dócil, carinhosa, compreensiva e oferece tudo o que ele não tem na vida conjugal).

    É claro que estou falando de casais casados, pois nos dias de hoje a coisa está mais liberal.

    Seu ex companheiro pode pertencer ao tipo de homem inseguro ou inconstante, que se cansa fácil de um relacionamento. Tal qual a criança que descasca a bala, chupa um pouco, joga fora e pega outra e outra e outra.

    Gostaria que as mulheres enumerassem as causas que as levam a perder a libido no relacionamento conjugal.

    Para finalizar:

    Numa richa entre casais, existem 3 verdades:
    . A verdade dela
    . A verdade dele
    . A verdade verdadeira

    Abs:
    Silvio

    Thumb up 16
    • Obrigada, Silvio.

      Thumb up 0
    • Oi Silvio,

      Concordo totalmente com os seus comentários, principalmente no quesito em que o homem tem que ser o senhor da situação, provedor e assim por diante.
      Já fui casada e meu relacionamento acabou justamente por que o ex não possuía esta parte, de dominar, proteger, enfim, ser o “macho”, não sabia pregar um varal dentro de casa, e isso sobrava pra mim.
      Meu relacionamento atual dá certo justamente por que o meu homem possui postura dominante, e digo mais, não existe tempero melhor do que isto na vida (sexual, amorosa, familiar) de uma mulher. É isso que me faz feliz.
      Um abraço.
      Bella.

      Thumb up 0
  7. Algum homem tem problemas para ter ereção com uma mulher depois de ter tido um longo relacionamento onde o sexo era maravilhoso e intenso?
    Gostaria de saber, pois meu ex-marido sofre desse mal e todas as mulheres com o qual ele se relacionou foi do mesmo jeito – perdeu o tesão.
    Por favor, compartilhem comigo.

    Thumb up 3
  8. Reposição hormonal não é para todo mundo e cada caso é um caso.

    Necessário se faz um bom acompanhamento clínico, pois alguns efeitos colaterais podem ser fatais.
    Estudos publicados na USP revelam que muitos homens sofreram enfarto do miocárdio e AVC, após iniciarem tratamento com reposição hormonal.

    Aí é que o pingolim se aposenta de vez. (rss)

    O sistema sexual é muito mais mais complexo do que se imagina. Uma disfunção está relacionada tanto física como mentalmente.
    O profissional da área tem que ser clínico e também pscólogo, pois as “respostas” do organismo no campo sexual, obedecem primeiro aos estímulos mentais, que entram em cadeia com o físico.

    Excesso de trabalho, pouco sono, tabagismo, stress, àlcool, drogas, vida sedentária, conflitos do casal ou familiares, saúde debilitada, desânimo, falta de lazer, excesso de preocupação, carência de vitaminas e sais minerais, diabetes, problemas circulatórios, rotina, pouca criatividade e imaginação dos parceiros e uma centena de fatores, colaboram para a diminuição da libido, além da idade, é claro.

    Qual o homem que nunca brochou na vida?
    Em 99,99% dos casos, o problema estava na cuca. Bastou apenas um sucesso para que tudo voltasse ao normal.

    O perigo está nos insucessos repetidos e sem ajuda psicológica. Podem virar uma bola de neve na mente do homem e bloquearem tudo (física e psicologicamente).
    O travamento sexual demorado já levou muitos ao desespero, a ponto de cometerem suicídio.

    Tem gente que pensa que a farmácia resolve tudo e acredita que psicólogo é médico para loucos.

    Cada um no seu rítmo e todos “comparecendo”.

    E como diz Millor Fernandes:
    “O homem que aos 50 anos afirma que continua fazendo o mesmo que fazia aos 20, não deve ter feito muita coisa aos 20″ (rss)

    Abs:
    Silvio

    Thumb up 14
  9. Pior é quem num tem problema nenhum no equipamento mas não consegue usar em ninguém. O q fazer?

    Thumb up 4
  10. Sou mais vélho que a serra da piedade , faço uso da reposição hormanal ( testosterona ), não tenho queixas.

    Eles tinham que colocar isso na agua encanada pra todo mundo usar, só faz bem.

    Tinhas uns problemas a alguns anos , agora tô igual mininu !! uhrrul

    Thumb up 13
    • Sabe ZÉ,eu também to com a kilometragem alta e compartilho a mesma disposição, o motor tá tinindo, hurru–Só que a minha saúde tá 10…Boa sorte pra VC.

      Thumb up 5
    • Já nun devo ta produzindo nada natural , tem 5 anos que eu faço a reposição. Mais não tem problema cada ampola custa 12,50 e dura um mês. mais barato que anticoncepcional. Vou tomar até morrer kkkkk.

      Thumb up 6

Envie um comentário

Leia o post anterior:
chocolate829
Chocolate pode proteger contra diabetes e derrame

Consumir bastante ch...

Fechar