Qual o impacto da comida processada no seu corpo, em comparação com alimentos integrais?

Publicado em 7.02.2012

Não é exatamente novidade que alimentos processados não fazem bem para a saúde. Mas se você é daqueles que tem que ver pra crer, aqui está a sua chance.

A artista Stefani Bardin criou um vídeo (The Fantastic Voyage, parte do projeto M2A™) que oferece uma visão gráfica de como o trato gastrintestinal (TG) processa uma refeição de “miojo” (macarrão industrializado, ela usou o Top Ramen, da Nissin), gomas doces em forma de ursinhos e Gatorade azul (que usa um corante) contra uma refeição de macarrão feito em casa, gominhas de suco de romã/cereja e um “Gatorade” hibisco (fabricado em casa).

Stefani Bardin não trabalhou sozinha; o gastroenterologista Dr. Braden Kuo, da Universidade Harvard e do Hospital Geral de Massachusetts, colaborou iniciando o primeiro estudo clínico a utilizar a cápsula M2A, gravando o processo de digestão da boca ao ânus.

Eles também utilizaram um dispositivo gastroenterológico para capturar tempo, pressão e dados de pH conforme o trato gastrintestinal reagia a cada tipo de alimento digerido.

Embora os resultados finais ainda não tenham sido publicados, pois Bardin e Kuo estão levantando dinheiro para executar mais testes, o vídeo é uma visão perturbadora de como é difícil para o nosso corpo decompor “alimentos de prateleira”.

O que faz sentido, dado os ingredientes utilizados para preservar esses alimentos e dar-lhes a sua cor – produtos derivados de petroquímicos e butano. Bardin explica que o pior é que os corantes e aromatizantes artificiais são considerados propriedade intelectual de uma empresa, e os fabricantes não são obrigados a divulgar esta informação, uma vez que poderia potencialmente causar danos econômicos aos seus negócios se alguém roubasse seus segredos comerciais.

Ou seja, você mal sabe o que está indo pra dentro de você. E a intenção de Bardin é mostrá-lo. Então assista esse vídeo, para poder tomar decisões mais conscientes no futuro.[Food+Tech]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

19 Comentários

  1. Será que comidas processadas tem relação direta com o crescente nº de mortes por câncer?

    Thumb up 5
    • Não. O câncer está relacionado com a maior expectativa de vida e o estilo de vida da pessoa, bem como o maior nivel de estresse da sociedade atual. O câncer é uma afecção crônica, na maioria das vezes, por isso está mais relacionado a pessoas de mais idade

      Thumb up 0
  2. Alguém mais reparou que o miojo estava inteiro? Como queriam que ele fosse processado da mesma maneira que o macarrão caseiro se ele nem foi mastigado? O que faz mal mesmo no miojo é o tempero, que contém altas doses de sódio, além dos conservantes. Fora isso, é basicamente a mesma coisa.

    Thumb up 7
    • Também reparei nisso. A primeira coisa que pensei quando vi o video foi que eles comeram o macarrão sem o mastigar.

      Thumb up 1
    • Na verdade não é a mesma coisa, além de ter vários aditivos, o macarrão do miojo passa por fritura antes de ir para o pacotinho da forma que você compra no mercado. Macarrão caseiro é basicamente farinha e ovo.

      Thumb up 1
  3. Só digo uma coisa se fosse verdade sobre a alimentação ser nociva, sem ser integral ou usar gordura disso, daquilo a população da terra não chegaria onde esta hoje ! O que querem mesmo é vender produtos ditos bons para a saúde e meter a faca no bolso de quem os compra ! Tenho 51 anos de idade e já comi muitas destas coisas que dizem fazer mal ! mal faz é vc comer produtos que nem sabe o que vai em suas formulas ! Da lhe bacon e outras coisas e viva com o prazer de comer !

    Thumb up 6
    • Concordo plenamente contigo. Nisso podemos ver muitos velhinhos ainda vivo e saudáveis que sempre fumaram e fumam, bebem suas doses alcóolicas, alimenta-se com seu feijãozinho com pele, orelha e toucinho de porco. Come carne gorda e frituras.
      Questão disso ou aquilo fazer mal é um problema genético de cada um, alguma disfunção glandular que os sujeito tem.
      Cada pessoa é única, havendo poucas semelhanças entre os parecidos.

      Thumb up 2
    • É mesmo? Quanta hipocrisia nessa sua falácia!

      Os velhos de hoje são, em sua maior parte, doentes – e isso não é só pela idade. Os casos de pessoas com diabetes, pressão alta, problemas cardíacos, ósseos etc. nunca foi tão grande. Quer continuar comendo essas porcarias? Coma, então. Mas depois não se lamente das consequências.

      Os alimentos saudáveis já estão mais do que comprovados cientificamente que nos fazem bem. Saber disso e, mesmo assim, negar-se a ingeri-los é pura ignorância.

      Teorizar conspirações de que só se tem dado muito atenção aos alimentos saudáveis apenas porque “querem vendê-los para nós” é sinal de algum distúrbio mental (paranoia, talvez?). É, no mínimo, querer se convencer ou enganar a si mesmo, a despeito de toda informação e comprovação, de que comer porcarias não vai matar você.

      Os alimentos saudáveis melhoram tanto nossa disposição física como mental, e isso a curto como a longo prazo. Todos sabemos disso, e para comprová-lo, basta comer tais alimentos. Baseio-me em afirmações científicas para isso, e não em vaidade de gordo.

      Thumb up 6
  4. Eu uso alimentos integrais pois tenho diabetes … ela realmente fica estátil … só que me dá muita diarréia, pois não como carne vermelha tb …. Ainda não consegui dosar para ficar com o intestino normal! Aí , estou magrinha! É uma boa para quem quer fazer dieta! Não tem melhor! Mas se der diarréia … Fala sério!

    Thumb up 1
    • ECA

      Thumb up 2
    • Tampão!

      Thumb up 1
  5. Cada organismo reage de uma forma. Tudo é muito relativo e não podemos abster-se daquilo que gostamos quando percebemos que não nos faz mal.

    Ilegal, Imoral ou Engorda
    Roberto Carlos

    Vivo condenado a fazer o que não quero
    Então bem comportado às vezes eu me desespero
    Se faço alguma coisa sempre alguém vem me dizer
    Que isso ou aquilo não se deve fazer

    Restam meus botões…
    Já não sei mais o que é certo
    E como vou saber
    O que eu devo fazer
    Que culpa tenho eu
    Me diga amigo meu
    Será que tudo o que eu gosto
    É ilegal, é imoral ou engorda

    Há muito me perdi entre mil filosofias
    Virei homem calado e até desconfiado
    Procuro andar direito e ter os pés no chão
    Mas certas coisas sempre me chamam atenção

    Cá com meus botões…
    Bolas eu não sou de ferro
    Paro pra pensar
    Mas não posso mudar
    Que culpa tenho eu
    Me diga amigo meu
    Será que tudo que eu gosto
    É ilegal, é imoral ou engorda

    Se eu conheço alguém num encontro casual
    E tudo anda bem, num bate papo informal
    Uma noite quente sugere desfrutar
    Do meu terraço, a vista de frente pro mar
    Mas a noite é uma criança
    Delícias no café da manhã

    Então o que fazer
    Já não quero mais saber
    Se como alguma coisa
    Que não devo comer
    Se tudo que eu gosto
    É ilegal, é imoral ou engorda
    Se tudo que eu gosto
    É ilegal, é imoral ou engorda
    Será que tudo que eu gosto
    É ilegal, é imoral ou engorda

    Thumb up 6
  6. Esse teste foi meio tendencioso, pois dá pra ver claramente que a comida processada está inteira, ou seja, a pessoa praticamente engoliu sem mastigar.

    Thumb up 13
    • Concordo com você, além do que, seria a mesma tendencia que o experimento apresenta. Usar ácidos para reproduzir a ação do sistema gástrico é parcial, somente controlar pH e temperatura. Ainda, os alimentos integrais devem ser de digestão mais lenta, ou deveriam, devido a grande quantidade de fibras não digeríveis. No caso demonstraria que a digestão é mais rápida e portanto a sensação de fome retornaria mais rapidamente, sendo um problema para dietas de redução de peso. Entretanto, não é isto que ocorre na verdade, os alimentos integrais são empregados em dietas para redução de peso, em lugar dos alimentos industrializados que são digeridos mais rapidamente. Algo parece não estar correto.

      Thumb up 2
    • Você não pode fazer essa afirmação, pois não tem conhecimento da escala utilizada. Pode ser milimétrica, micrométrica, centimétrica e por aí vai.

      Thumb up 0
  7. Fu**
    Eu raramente consumo alimentos muito processados, felizmente para mim. Desde há cerca de um ano, quando comecei a gostar cada vez mais e mais de musculação comecei a optar por escolhas muito mais saudáveis. Hoje em dia não bebo somos, muito raramente como bolos ou fritos e muito mais…
    E parece-me que só tenho feito bem, não tenho perdido muito, ainda para mais a minha família, e eu, que temos problemas de intestino.

    Thumb up 3

Envie um comentário

Leia o post anterior:
120203182623-large
Ouvir metáforas faz você “sentir” o que estão lhe contando

Uma nova pesquisa de...

Fechar