Quem inventou a cadeira de escritório? Charles Darwin

Publicado em 30.07.2012

O inglês Charles Darwin certamente estava à frente de seu tempo, em vários sentidos. Nascido na cidade de Shrewsbury, em 1809, esse cientista revolucionou nossa visão de mundo com sua teoria da seleção natural, se tornando figura polêmica não só até 1882, ano de sua morte, mas até hoje.

A evolução ainda não é completamente aceita por todos, por conta de certa (discutível) contradição com alguns dogmas religiosos, mas inúmeras evidências e uma ampla disseminação no meio científico trazem a teoria da seleção natural e Darwin ao topo do pódio da ciência.

O famoso, embora pouco lido e compreendido, luminar da ciência do século 19 é bastante conhecido por suas viagens, seus estudos de campo, suas ilhas, mas o que quase nunca nos damos conta é de que Darwin teve que sentar em algum momento de sua vida para analisar todas as suas anotações (além, é claro, de ter sentado por um bom tempo quando passou pelas Universidades de Edimburgo (Escócia) e Cambridge (Inglaterra)).

Junte a isso o fato de Darwin ser um gênio, e temos a cadeira ergonômica de escritório. Claro, não como a conhecemos hoje (e na qual você provavelmente está sentado enquanto lê isso), mas o conceito é basicamente o mesmo.

Como passava muito tempo estudando, Darwin logo somou 2 + 2 e meteu algumas rodas nos pés de sua cadeira para poder trabalhar mais rápido. Era basicamente uma poltrona sobre rodas, mas também era o fruto da atual cadeira de escritório, que, aliás, entrou nas casas do mundo todo muito antes de as ideias de Darwin se tornaram amplamente aceitas.

Com a industrialização e a ascensão do trabalhador de escritório na segunda metade do século 19, elas foram adotadas de vez e não saíram de cena até hoje – assim como, espera-se, aconteça com as ideias de Darwin.[Gizmodo, Dnalc]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 25 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

4 Comentários

    • É mas temos que respeita-los ,afinal eles são humanos!

      Thumb up 0
    • Huh!? Eu estou perguntando se tem algum! Gostaria de links pra esses comentários.

      Thumb up 1

Envie um comentário

Shares
Share This

Compartilhe

Seus amigos vão adorar!