Rato-toupeira-pelado: o único verdadeiro super-herói, cujo DNA pode nos salvar

Publicado em 6.07.2011

O rato-toupeira-pelado é a maior prova de que aparência não é tudo nessa vida: existem outras coisas mais interessantes, como viver dez vezes mais do que outros mamíferos do seu tamanho, suportar condições extremamente duras sem sentir um pingo de dor ou desagrado, e derrotar o câncer.

O rato-toupeira-pelado é tudo isso, e nem sequer sabe. Não é surpreendente, portanto, que pesquisadores britânicos estejam sequenciando o genoma do roedor à procura de pistas para tanta longevidade e coragem.

O projeto inicial de sequenciamento do genoma já está completo e foi colocado na internet para que vários outros pesquisadores o possam acessar, na esperança que biólogos e geneticistas consigam desvendar o mistério por trás da dureza única do rato-toupeira-pelado.

Por exemplo, os ratos-toupeira-pelados vivem cerca de 30 anos, enquanto ratos comuns vivem cerca de 4. E pior: eles vivem em ambientes hostis, subterrâneos, onde o oxigênio é escasso.

Eles também apresentam resistência a uma série de doenças, nomeadamente o câncer. Não há mortes registradas devidas ao câncer em ratos-toupeira-pelados nas décadas de estudos dedicados às criaturas – e isso faz do seu genoma um terreno de caça rico para pesquisadores que querem identificar marcadores genéticos do câncer ou mecanismos de resistência à doença.

E essa não é a única peculiaridade interessante que os pesquisadores gostariam de explorar no genoma do animal. Pesquisas anteriores mostraram que eles não sentem dor na pele e são surpreendentemente resistentes a derrames; os roedores já são imbuídos de uma baixa taxa metabólica, que lhes permite viver com menos oxigênio, mas esta característica física pode ir além do simples metabolismo.

Acabou? Não. Esses ratinhos também são a prova de ácido, que não parece queimá-los. Só falta descobrirem que eles são geneticamente predispostos a parar balas no ar. Em outras palavras, o rato-toupeira-pelado, embora não completamente indestrutível, é um sobrevivente com quem temos muito o que aprender – pelo menos no que diz respeito a truques genéticos; e o projeto genoma é só o começo.[POPSCI]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 25 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

27 Comentários

  1. “Só falta descobrirem que eles são geneticamente predispostos a parar balas no ar” Eu ri.

    Thumb up 11
  2. nao sei porque o humano acha na sua arrogancia que e mais evoluido que os outros animais todos os seres vivos estao no mesmo estado evolutivo mas nao o ser humano se acha o foda porque e o um animal ”racional” com toda essa racionalidade so consegue fazer merda e fuder com o planeta

    Thumb up 14
  3. Eu leio todos os dias sobre avanços no campo da ciência do câncer, o que me deixa desanimado é a falta de informação sobre como está se desenvolvendo as pesquisas, ou seja, eles informam um novo método avaçalador para combater o câncer, e pára por aí. Nós precisávamos acompanhar tais desenvolvimentos.

    Thumb up 10
  4. Esse ratinho vem se desenvolvendo por centenas de milhares de anos. Arrisco dizer, que pelo tamanho,ausência da luz, talves tenham escapado do infortúnio que os dinossauros tiveram.
    A evolução e a complexidade orgânica que acompanharam esses bichos, não quer dizer que eles sejam letrados ou coisas desse tipo. Porém sobreviveram e estão cuidando da evolução orgânica entre eles. Não sei como isso funciona….mas funcionou!

    Thumb up 9
  5. Elizabeth, você confundiu tudo.
    As doenças matam os índios hoje porque não estão adaptado ainda.
    Mas pode ter certeza, que a cada geração que passa os mais fortes têm uma sobrevida maior e isso, sim, acontece por mínimas mutações genética, ou seja, a evolução em sí.

    Thumb up 10
  6. Os cientistas vão acabar descobrindo que não é o DNA deste rato que faz a diferença mas o fato dele viver em ambientes hostis, subterrâneos, onde o oxigênio é escasso.

    Quando os índios começaram a ter contato com a civilização não sofriam de muitas doenças. Elas foram adquiridas quando o habitat deles foi invadido. Seria também o DNA dos índios que os livrava de doenças que hoje os mata?

    Thumb up 4
  7. O bicho pode ser tudo que disseram aí… mas, vamos concordar né? Ôhhhh bicho feio! Pelamor…

    Thumb up 7
  8. O importante aki é decifrar esse animal com umas caracteristicas invejáveis….Entender isso cientificamente e poder ajudar o humano futuramente no que salientam, as doenças, a velhice…~

    Cumprimentos

    Thumb up 9
  9. Encontre tudo sobre games em: http://www.gabaritogames.com/ (O mais novo e mais completo site de games).

    Tutoriais, dicas, truques, cheats, vídeos, downloads, wallpapers e histórias são algumas das coisas que você encontra por aqui!!

    Se não encontrar o que procurava entre em contato que resolveremos o problema o mais rápido possível!! Respondemos emails e dúvidas no twitter todos os dias (Twitter: @GabaritoGames).

    Thumb up 0
  10. Que bicho mais feio!!!
    As aparências enganam.
    Mesma coisa nunca jugue um livro pela capa

    Abraço

    Thumb up 27
  11. ”E pior: eles vivem em ambientes hostis, subterrâneos, onde o oxigênio é escasso.”

    Esses investigadores britânicos ainda não sabem qual o segredo?

    Thumb up 22
    • Imagino que se eles vivem em “ambientes hostis… onde o oxigênio é escasso”. Com a evolução eles devem ter desenvolvido baixa atividade metabólica que permitiu que não precisassem de muito oxigênio.
      Seleção Nataural… Os indivíduos são selecionados pelo ambiente. A seleção natural destrói, e não cria. O problema da existência de um objetivo não surge da elimininação dos inaptos, e sim da origem dos aptos.

      Thumb up 18
    • evolução que nada, deus fez eles assim, à sua imagem e semelhança, já que eles são tão fortes.

      Thumb up 8
  12. Se eles são esses prodígios em um estado “menor” da evolução, imagino como serão quando evoluírem para seres com inteligência se conseguirem.

    Estonteante, procuramos tanta coisa no ambiente artificial, e achamos muito mais no mundo natural.

    Thumb up 12
    • Há algo de errado nessa tal evolução não?
      se nós evoluímos como dizem, pq eles ou outros não?
      pq somos os únicos racionais?
      muito estranho não?
      não precisa ser adepto a crenças pra poder perceber isso não?
      é difícil não sei de nada…

      Thumb up 15
    • Na verdade todos evoluíram: nós ganhamos o cérebro mais desenvolvido e eles o que a matéria está contando aí. A evolução é ao acaso, por isso é de se esperar que algumas espécies tenham algo que as outras não têm.

      Thumb up 11
    • é muito simples. o ratinho é todo poderoso porque foi feito assim por deus, à sua imagem e semelhança.Logo, deus é também o ratinho-toupeira-pelado.

      Thumb up 3
    • E Deus criou o prego mestre aí, a sua imagem e semelhança… afe!

      Thumb up 2
    • Lauro, a evolução não tem objetivo de criar seres pensantes. O ratinho em questão existe faz muito tempo, e a seleção natural tem preservado-o desta forma. Para que eles desenvolvam inteligência, primeiro tem que acontecer uma pressão seletiva a favor de ratos mais inteligentes. Mas não é só desenvolver inteligência. Pense na quantidade de alimentos que o cérebro consome, ele é um órgão muito “custoso”, “caro” em termos metabólicos. Ele consome uma quantidade enorme de oxigênio e energia. Então o ratinho, para desenvolver inteligência, ou ele desenvolve um neurônio que consome menos oxigênio e energia, ou ele se muda para um habitat em que haja mais oxigênio livre e energia disponível (alimentos).

      Mas mesmo assim, nada garante que os ratinhos evoluam para ratinhos inteligentes. Eles podem simplesmente ficarem maiores. Podem até perder algumas destas características, se elas não forem necessárias (ou seja, se a seleção natural não podar as mutações que eliminam estas características).

      Eu repito, a finalidade da evolução não é o desenvolvimento da inteligência. A evolução NÃO TEM FINALIDADE. Ela não é movida em direção a um objetivo.

      Thumb up 26
    • Muitos confundem evolução como sendo sempre algo bom e útil a agregar, quando na verdade evolução nada mais é do que a sobrevivência do mais adaptado ao seu ambiente.

      Thumb up 23
    • Prego Mestre, seu comentário foi épico! Me lembrei de um episódio de South Park que fala sobre Deus… dhsahuasdhudas epico

      Thumb up 0

Envie um comentário