Se exercitar descalço: porque pode ser um boa ideia

Publicado em 12.12.2011

Recentemente, especialistas têm reforçado benefícios do treino descalço, que está ganhando terreno no espectro de exercícios.

Especialistas em fitness e instrutores de aeróbica para bailarinos modernos estão exaltando as virtudes de sentir o chão debaixo dos seus pés. Por exemplo, Ellen Barrett, que ensina uma mistura de pilates, ioga e dança, realiza todas as suas classes de baixo impacto com os pés descalços.

“Os sapatos dão uma falsa sensação de uma plataforma. Você não se liga com o solo”, explicou Barrett. “Se seu pé é equilibrado e forte, o resto do corpo também é. Essa ligação entre o pé e o corpo é o equilíbrio”.

Barrett explica que, no começo, pode parecer um pouco “esquisito” realizar exercícios descalço. Seu pé fica “imaturo” nesse equilíbrio, mas ele pode se soltar gradualmente. Para começar, ela sugere andar descalço ao redor da casa ou fazer exercícios como flexionar o pé descalço 10 vezes.

A instrutora de fitness Stacey Lei Krauss também pratica exercícios descalça há 12 anos. Ela diz que tem ensinado milhares de pessoas a se exercitar descalças. “Estar com os pés descalços é melhor do que estar em um molde, que é o sapato”, disse Krauss. “Se você os ‘aprisiona’ em um casulo, os músculos vão atrofiar e as articulações endurecer”.

A instrutora de 84 anos Ann Smith sempre se exercitou com os pés descalços. “Eu não sabia que era uma tendência”, disse.
“Eu fui treinada na dança moderna e interpretativa, que sempre foi com pés descalços”. Segundo ela, apesar de exigir mais dos pés, estar descalço faz com que o contato com o chão seja mais seguro, fácil e lógico.

“Há mais poder, mais expressão”, disse ela. “Como eu digo aos meus alunos idosos: se você está conhecendo alguém, você tira suas luvas para apertar sua mão, não?”.

Smith afirma que os exercícios descalços devem ser feitos, de preferência, em um assoalho de madeira. Telha e cimento são coberturas que prejudicam muito as costas.

Smith conta que, mesmo na sua idade, tem quadris e joelhos saudáveis e não toma nenhuma medicação. Barrett acredita que os nossos corpos estão dizendo para darmos aos pés descalços uma tentativa. “Temos uma epidemia de problemas de joelho e quadril. O último recurso é por o pé no chão e ver o que a Mãe Natureza pode fazer”, brinca.[Reuters]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

16 Comentários

  1. Andar descalço é maravilhoso, é uma liberdade deixar os pés a vontade com o solo, os dedos tocando o chão com toda a vontade,sentindo as texturas e se fazendo parte da natureza

    Thumb up 0
  2. Fazer uma caminhada descalço de manhã em uma praia limpa,é algo bastante salutar,sempre que tenho tempo gosto de correr descalço na areia fofa,isso é muito bom para massagear os pés e descarregar a eletricidade estática que fica acumulada em nosso corpo e que causa como disse o Ezio José,uma série de transtorno para nossa saúde.

    Thumb up 1
  3. andar descalço é tudo de bom.

    Lembro da infancia quando vivia descalço, ou jogando futebol descalço… muito 10… tirando que sempre machucava o dedo, perdia uma unha, as bolhas… rs A sola formava uma bela sola, tipo de calo, que se tornava bem resistente, dava até para pisar em pedras e vidro sem se machucar. Mas agora né, só tennis, sapato e chinelo lá e cá, o pé tem uma pele mais de bebe do que o próprio rosto. Certametne não seria uma boa começar a andar descalço por qualquer lugar.

    Até mesmo na praia, lá para meus 12 anos, peguei ‘Olho de Peixe’ na praia. Aquilo foi uma tortura, se proliferou nos dois pés. Foi uma luta por 1 ano, até que foram removidos por micro-cirurgia. Desde então, tenho tomado mais cuidado, vivemos numa sociedade muito porca, sobretudo nas praias. Tem aquela medição de praias impróprias para banho, deveriam analisar também o solo. Acho que a maioria das praias do SUl de São Paulo é onde desaguam esgotos; muitos a céu aberto.

    Thumb up 1
  4. Fazer alguma coisa descalça nas ruas do Brasil é muito arriscado: cacos de vidro, titica de cachorro, bitucas de cigarros, tampinhas de garrafas. Vai ter que lavar os pés, e muito bem, com escova e sabão de soda, antes de entrar em casa, e mesmo assim acho que vai sujar bastante os lençóis da cama, por exemplo.

    Sem falar que você vai desenvolver um cascão enorme embaixo dos pés. Um conselho melhor seria usar uma “luva para os pés”. Ela não passa de uma “meia emborrachada”, que não força o pé para nenhuma posição, então é como se você estivesse descalço, mas sem a desvantagem do contato direto com tudo que jogam no chão por aí.

    Thumb up 12
    • A função do andar descalço é criar um sistema de aterramento. Passamos o tempo todo isolado do chão e isto acarreta danos aos sistemas nervosos simpáticos e parassimpáticos em virtude da energia estática.

      Thumb up 7
  5. Sim temos que andar de pé no chão, quem não gostaria de andar descalço sobre a calçada infestada de germes, bactérias, micróbios,sujeira, cacos de vidro, fezes de animais, e correr o sério risco de ficar doente? Os calçados foram criados para nos garatir segurança e proteção, com eles temos maior resistencia e são indispensáveis, concordo em andar descalço pela casa (desde que esteja sempre limpa), mas fazer uma corrida matinal pelo quarteirão, de pé no chão, seria arriscado.

    Thumb up 2
    • Correr pelo quarterão é coisa de louco. Tem tantos lugares para isso e até pistas em qualquer cidade média.

      Thumb up 1
    • Convém não misturar as coisas: um construtor não compra um Mercedes topo de gama para transportar materiais de construção, da mesma maneira que não vai fazer turismo de camião, cada coisa tem o seu enquadramento próprio. Quando nos pomos descalços para caminhar, não é suposto ir calcar todo o género de porcaria, embora possa acontecer pisar algo menos bom; mas isso também proporcionará um melhor desenvolvimento dos anti-corpos. Um dos naturopatas a quem recorri por problemas de circulação na minha perna direita, garantiu-me que na Escócia, onde dá consulta várias vezes, pessoas com persistentes problemas de circulação ao nível das pernas, conseguiram debelá-los após passearem-se descalços sobre a relva húmida.

      Thumb up 1
  6. Com certeza! As artes marciais são praticadas descalço. Tem a ver com a ideia de um maior equilíbrio, que transmite poder e força! Sou capoeirista e sei a diferença entre jogar descalço e com tênis. Viva a liberdade dos pés e a saúde do corpo!!!!

    Thumb up 6
    • Kung Fu é praticado com sapatilhas. E as artes marciais praticadas descalças geralmente o são em locais devidamente higienizados e protegidos.

      Thumb up 4
    • Olá Cesar !
      Eu pratico o Kung Fu descalço porque o piso de nossa academia é (para mim) escorregadio para tênis, sapatilhas, etc.
      Além do mais, praticar descalço fortalece o pé e sua musculatura, além de melhorar muito o equilíbirio.
      Abraços

      Thumb up 6
    • Olá Angela !
      Pratico Kung Fu – descalço – e concordo com voce quanto às diferenças entre estar calçado e descalço.
      Descalço é bem melhor !
      Abração

      Thumb up 5
    • Olá Bruno !
      Eu também só sei jogar futebol descalço, por isso nem entro em campeonatos oficiais, que exigem chuteiras hehehe …
      Abração

      Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
low-carboidratos-600
Dieta com carboidrato reduzido pode ser a melhor opção

Uma dieta com baixa ...

Fechar