Sexo na adolescência pode afetar desenvolvimento do cérebro e comportamento adulto

Publicado em 4.12.2011

Segundo uma nova pesquisa, sexo durante a adolescência pode afetar o humor e o desenvolvimento do cérebro na idade adulta.

O estudo, que foi realizado em hamsters, revela como as experiências sociais durante a adolescência, quando o cérebro ainda está em desenvolvimento, podem ter consequências amplas.

Especificamente, os animais que copularam mais cedo na vida tinham níveis mais elevados de comportamentos depressivos, alterações no cérebro e tecidos reprodutivos menores em comparação com aqueles que tiveram relações sexuais mais tarde (ou não tiveram relações).

“Ter uma experiência sexual durante este ponto no tempo, no início da vida, traz consequências”, disse o coautor do estudo, John Morris.

Os pesquisadores alertam, no entanto, que o estudo não deve ser usado para promover a abstinência adolescente, uma vez que foi realizado em hamsters e não é certeza que a mesma conclusão se aplica a seres humanos. São necessárias mais pesquisas para compreender os efeitos de relações sexuais durante a puberdade.

Os cientistas fizeram um grupo de hamsters machos com 40 dias de idade (o equivalente a adolescência humana) acasalarem com fêmeas adultas. Um segundo grupo de machos acasalou na idade adulta (80 dias na vida), enquanto um grupo de controle não foi exposto a fêmeas.

Os hamsters atingem a puberdade aos 21 dias, e aos 40 dias chegam na pós-adolescência, mais ou menos equivalentes às idades 16 a 20 anos em humanos.

Quando os animais completaram 120 dias, os pesquisadores fizeram vários testes. Quando colocados na água, os animais que tiveram relações sexuais aos 40 dias foram mais propensos a parar de nadar vigorosamente, um sintoma da depressão, do que os outros três grupos.

Todos os hamsters sexualmente ativos apresentaram níveis mais elevados de ansiedade, medidos pela vontade de explorar um labirinto.

O grupo que teve relações sexuais na adolescência também mostrou menos complexidade em dendritos do cérebro, as extensões de ramificação de neurônios que recebem mensagens de outras células nervosas, e maior expressão de um gene associado com a inflamação.

Certos tecidos reprodutivos, incluindo as vesículas seminais (glândulas dos machos que ejaculam) e vasos deferentes (tubos que transportam o esperma para fora dos testículos), também foram menores nestes animais.

No entanto, o grupo de 40 dias também mostrou alguns benefícios da experiência da vida sexual precoce, incluindo massa corporal reduzida e maior resposta imune na idade adulta.

“Estudos anteriores em animais mostraram que as experiências e os hormônios sexuais, quando administrados no início da vida, têm consequências a longo prazo para o cérebro, para a fisiologia e comportamento”, disse o coautor da pesquisa, Zachary Weil.

Os pesquisadores basearam seu estudo no trabalho de Cheryl Sisk que mostrou que, em roedores, os níveis elevados de testosterona na puberdade influenciam o desenvolvimento de circuitos cerebrais que estão por trás dos comportamentos sociais do sexo masculino.

No estudo de Sisk, hamsters castrados foram menos propensos a copular com fêmeas receptivas e eram mais submissos para com intrusos do sexo masculino em comparação com machos que tinham níveis naturais de testosterona. Substituir o hormônio na fase adulta não restaura os níveis normais destes comportamentos sociais.

“Nós pensamos que a testosterona na puberdade organiza circuitos neurais durante a adolescência de uma maneira que maximiza respostas sociais e comportamentos típicos masculinos na vida adulta”, disse Sisk. Ela acrescentou que a testosterona pode estar ligada a mudanças estruturais no cérebro, incluindo como os dendritos são organizados ou conectados um ao outro.

A nova equipe está agora investigando se a testosterona é o único mecanismo envolvido. Em um novo estudo, os animais receberão o hormônio, em vez de acasalarem.

Sisk disse que acredita que uma combinação de hormônios e experiências afeta o desenvolvimento do cérebro durante a puberdade e adolescência. “Nos seres humanos, essas duas variáveis são difíceis de separar, porque os níveis elevados de hormônio que são típicos da puberdade levam ao aparecimento de características sexuais secundárias, que por sua vez alteram a natureza das interações com os pais, colegas e professores”, disse ela.

Os resultados do estudo são muito preliminares, e devem ser usados apenas para estimular a discussão sobre o papel das experiências iniciais na vida de seres humanos de uma forma geral.

“Há evidências anteriores de que a idade da primeira experiência sexual correlaciona-se com problemas de saúde mental em humanos”, disse Weil. “Mas, como todas as pesquisas com seres humanos, há uma série de outras variáveis envolvidas, como a supervisão dos pais e o status socioeconômico, que podem estar envolvidos tanto com a idade da primeira experiência quanto com a depressão”, explica.

Embora essa pesquisa possa ser útil em começar a compreender os resultados de saúde física e mental do sexo na adolescência em humanos, Weil disse que a principal conclusão do estudo é que a experiência durante a adolescência, quando o cérebro ainda está se desenvolvendo, pode ter efeitos a longo prazo sobre a saúde e o comportamento.

Weil disse que os dados, no entanto, indicam o quão potencialmente prejudicial pode ser a negligência e o abuso de jovens, em que ambos hormônios elevados e experiências negativas estão em jogo.[LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

32 Comentários

  1. natural,que o sexo precoce tenha consequencias depressivas,pois o grau de rejeiçoes aumenta !ninguem quer se comprometer nessas idades,mas a ciencia tem de ser exacta,a mais de 30.000 anos que a mulher começava a ingravidar depois da primeira mestruaçao,o sinal da natureza que a partir dali estava pronta para pocriar,nao interessa a sociedade moderna que isso aconteça,pois a mulher tem de estudar e ser mais produtiva,claro que adolescente atual nao e preparada para isso,mas as nossas bisavos,casavam com 15 anos e tinham filhos,se formos a ver a hestoria,nao faltam reis e rainhas casados com essas idades e a terem filhos,acho que estao a tentar misturar o socialmente conviniente ,meias verdades cientificas,e isso agrada o sistema,mas nao e ciencia a serio .

    Thumb up 5
  2. Uma das maiores força bioenergetica psíquica e comportamental, sabemos, o sexo.
    1º É bom e sua força magnetica é muito forte sobre ambos os sexos
    2º Muitos benefícios para nosso equilibrio psíquico e físico;
    3º Gera muito bem estar e efeitos em curto, médio e ao longo prazo positivamente;
    4ºEm nosso dia a dia, seus efeitos sao sentidos em tudo que fazemos e as pessoas percebem;
    5ºO lobo frontal que transforma as nossas experiencias em maturidade ou traumas… só se encontra pronto a partir dos 30 anos de idade humana.
    6ºSexo é um despertar mais bioquimico do que somente prazer! Deixar de ve -lo assim, é enchergar somente a ponta de um iceberg, e defini -lo pelo que se ver!!
    7º Sexo é prazer e legado de nossa descendencia, saber faze -los, requer sabedoria e estudo com inteligencia antecipada constante. Ante do ato pratico.
    8º Cada fase da maturidade humana tem seus tipos de diversões, ocupações e brinquedos… Referente a sua idade… Cada um tem seu numero de calçado! nao dar para usar outro numero, nem a mais nem a menos. tem que ser preciso, perfeito!
    9ºquando criança seja criança nda mais que isto, tal qual, quando adolescente e ser um adulto.
    10º Well, tudo que fizermos na infancia…. se reflitirá no estagio adulto e na 3º idade. Auto conhecimto pode ajudar.

    Conribuiu
    Edilson Lima
    Cientista do comportamento humano.

    Thumb up 2
  3. É puro disparate, o sexo na adolescencia é o melhor que há, porque nos vai ensinar muita coisa a esse respeito, quando chegar-mos aos 40 até oas 60 já temos a escola toda e todo o tempo do mundo para fazer sexo com um grande ávontade

    Thumb up 3
  4. Pq naum está mais tendo a ” mãozinha vermelha” do ” Não gostei”? ? ?
    Tá fazendo falta hein!!! Cada um q vem falar potoca!!
    devem ser virgens ainda que dizem umas coisas dessas de ” q sexo na adolescência é prejudicial!!!
    Faça-me o favor, se o nosso corpo ganha a consciência de fazer sexo na puberdade, quer dizer que estamos preparado a partir dali fazer sexo!!! Isso é muito natural!!

    Thumb up 5
    • Veja só quer dizer então que cada vez que a pessoa sente vontade de dar um soco em alguém ela deve obedecer essa vontade do cérebro , pense nas consequências que isso pode causar se a pessoa sair por ai batendo em todo mundo . Tem pessoas que entra muito sedo na puberdade mas iaso não indica que ela está preparada mental psicológica para as responsabilidades que uma vida sexual ativa pode trazer .

      Thumb up 7
  5. Nada a ver! Se afetasse o cérebro eu estaria doido.Sou hétero sexual Comecei a pratica do sexo muito novo com 12 anos hoje com 51 estou em perfeita forma inclusive das minhas faculdades mental. Acho isso uma balela com todo respeito.

    Thumb up 6
  6. Nada a ver! Se afetasse o cérebro eu estaria doido. Comecei a pratica do sexo muito novo com 21 anos hoje com 51 estou em perfeita forma inclusive das minhas faculdades mental. Acho isso uma balela com todo respeito.

    Thumb up 3
  7. Acho que vou votar em algum Ramster nas eleições! Acho que eles são mais evoluídos…porque esses adolescentes..sei não!

    Thumb up 3
  8. Cara! Isso explica tudo! Por isso os adolescentes de hoje são extremamente burros e fúteis!!!

    Mas com certeza a mídia e o governo, que se aproveita da burrice humana, jamais deixara essa notícia ir ao público

    Thumb up 20
  9. tenho 20 anos, faço sexo com a mesma pessoa desde os 14 e me sinto perfeitamente saudável e feliz. Experiencias com Hamsters costumam ser parecidas com experiencias com humanos… mas dessa vez… sei não…

    Thumb up 6
    • Mas tem gente que acredita que se há homossexualismo entre os animais isto deve e tem que existir entre os humanos.
      Geralmente, só se apóia aquilo que está de acordo com princípio de cada qual.

      Thumb up 7
    • Na verdade hamster não é tão diferente de humanos. Pesquise mais e verá.
      Hamsters são usados em pesquisas justamente pela semelhança genética em relação aos seres humanos.
      Nem os chimpanzés têm fisiologia tão semelhante aos humanos quantos os hamsters.
      Semelhança não se limita ao exterior, mas também abrange ao modo de funcionamento e desenvolvimento.

      Thumb up 5
  10. Nimguem falou sobre a magia sexual que os grandes mestres praticavam,o verdadeiro sacramento para elavar o homem a super homens,ou seja em verdadeiros homens,e esses homens nunca foram a universidades ,de onde veio todo o conhecimentos…como jesus cristo,joroastro,framel,leonardo da vince etc,jesus tinha uma vespal na qual se auto realizou intimamente (magia sexual)o grande arcano na qual instrui os seus discipulos,ou seja sublimou a sua energia na qual fala na biblia todas as igrejas na começo do apocalipce de suas testemunhas,são as sete igrejas do homem.O homem da ciências de hoje que explicar por meio do seu intelecto coisa que desconhece,por meio de suas teorias,e depois cai tudo por terra.Todo o conhecimento esta dentro do Homem…

    Thumb up 2
    • ta de brincadeira?jesus cristo?

      Thumb up 10
    • cara você precisa de sexo urgente

      Thumb up 13
    • Joroasto? ou Zoroastro? O “J” está longe do “Z” e, então, não é desculpas para erro de gitação.

      Thumb up 10
    • Hã? Jesus Cristo?

      Thumb up 6
    • jesus fez sexo? bem que eu vi outro dia num programa da tv que jesus pode ter tido filhos, só que fica engaçado imaginar, devem ter abolido das escrituras essa parte…

      Thumb up 4
  11. Acredito que problema do sexo na adolescência dos dias de hoje não é propriamente a relação sexual em si, mas a forma como é encarada pela sociedade. É mais um problema social que fisiológico. Antigamente, as pessoas casavam mais cedo e portanto iniciavam sua vida sexual mais cedo, muitas vezes ainda adolescentes, e não só ninguém achava isso errado, como até estimulava-se se casassem ainda jovens. A diferença é que naquela época garotas e garotos eram educados e preparados para essa situação. Não é que deva-se voltar aos princípios de antigamente, apenas deve-se deixar os tabus de lado e educa os jovens para o contexto dos dias de hoje, torna-los conscientes dos efeitos que suas ações tem, não para que eles as deixem de lado, mas para que saibam o que estão fazendo.

    Thumb up 28
    • Não vejo a ato sexual nos jovens como um grande problema (fora o despreparo óbvio dos atuais), mas ter mais de um parceiro certamente irá influenciar negativamente seu futuro.

      Thumb up 2
    • Com certeza, por isso a educação sexual é tão importante. Ao invés de proibir que os adolescentes tenham mais de um parceiro, o correto seria mostrar essas consequências negativas para que atitude correta parte deles. A simples proibição ou julgamento da sociedade não colabora muito para a sua formação psicológica,certas vezes até prejudica. A educação, nessa e em muitas situações, é o melhor caminho.

      Thumb up 4
    • Discordo da Jullia.

      Antigamente as crianças eram obrigadas a casar e ter muitos filhos,para mão de obra,principalmente em plantações. Ter muitos filhos era status.
      Existe diferença entre um ato sexual de 15 minutos e fazer amor.
      Adolescentes não tem a “calma”…se é que me entendem!

      Thumb up 13
    • O ser humano é diferente dos hamsters, a cultura e tal.
      Acho que o sexo mais cedo pode ser bom para o ser humano. Mas junto a isso vem a educação como um todo e o ambiente social. O Brasil tem graves problemas sexuais.Eu gostaria de ter começado mais cedo, ter começado tarde me fez mal. rsrsrsrsrs……

      Thumb up 1
  12. A quantidade de respostas exigidas do cérebro na puberdade,ja deixam adolescentes com hormônios em ebulição.Não precisamos ser gênios pra entender que : a auto-descoberta somada com relações sexuais desmedidas vai afetar o sistema emocional,hormonal e intelectual. Seo é bom,claro…mas para adultos.

    Thumb up 15
  13. Muito correta a pesquisa diante da forma como a sociedade pensa e age nos atuais.
    Depois de receber muitas negativações nas opiniões que postei contrariando o mundo raccional com o irracional e que mexia com a sensibilidade dos homossexuais com seus ecléticos defensores, mudei de idéia. Estou certo que realmente as experiências comportamentais, temperamentais e fisiológicas com animais tem tudo a ver em todos os sentidos e não só naqueles que encaixam com nossos pontos de vistas comparando-as aos seres racionais.

    Thumb up 8
  14. Galera, alguem saberia me responder se, por causa dos neurônios -espelho, assistir pornô se enquadra como fazer sexo?

    Thumb up 7
    • O uso da pornografia sem dúvida leva (especialmente o homem) a um estado mental péssimo!

      Há muitos estudos mostrando o vício/dependência que a pornografia causa.

      Thumb up 4
    • Já li que pornografia/sexo/masturbação, mesmo na adoleçência podem livrar tanto o homen quanto a mulher de varios tipos de depressão.

      Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
multitasking-mother-111130
Mães realizam mais multitarefas do que os pais – e gostam menos disso

O estereótipo da mãe...

Fechar