Tefina, o possível “viagra feminino”

Existem mulheres que não conseguem atingir o orgasmo (condição conhecida como anorgasmia ou Síndrome de Coughlan) ou, dependendo do caso, não sentem sequer desejo de ter relações sexuais. Curiosamente, uma das possíveis soluções para esses problemas não é uma pílula (como no caso dos homens), mas um spray nasal.

Em parceria com o laboratório de farmácia da Universidade de Liège (Bélgica), a empresa canadense Trimel Pharmaceuticals está desenvolvendo um tipo de “viagra feminino”. O produto contém testosterona e é administrado na mucosa nasal – que, por ser rica em vasos sanguíneos, absorve a substância rapidamente. Uma vez no organismo, a testosterona ajuda a estimular o apetite sexual e o prazer na relação.

Em desenvolvimento há dois anos, a Tefina está atualmente na fase II de ensaio clínico (existem cinco, no total), na qual são feitos testes com 50 a 200 voluntários. Não há previsão para a venda do produto, mas sabe-se que um dos seus principais desafios (encontrar uma concentração segura das substâncias sem comprometer o efeito) já foi superado pelos pesquisadores.[Medical Xpress]

2 respostas para “Tefina, o possível “viagra feminino””

Deixe uma resposta