Qual é a parte mais quente do corpo humano?

Nossa temperatura corporal pode não ficar muito mais quente do que 37°C, mas no interior de nossas células, o calor é mais intenso. Dentro delas, a temperatura pode chegar a escaldantes 50°C. Nossas células “queimam” alimentos em oxigênio para produzir energia. Ao contrário de um incêndio, este é um processo controlado que envolve várias etapas, mas ainda gera muito calor.

A respiração celular, como este processo é conhecido, acontece dentro de estruturas minúsculas dentro das células chamadas mitocôndrias, portanto medir quão quente era esse processo não era possível. No entanto, no último ano, várias equipes de pesquisa em todo o mundo desenvolveram corantes que fluorescem de diferentes maneiras conforme as temperaturas mudam.

Mistério: por que a temperatura média do nosso corpo é 36°C?

Pierre Rustin e seus colegas do INSERM, organização pública francesa exclusivamente dedicada à pesquisa biológica, médica e de saúde pública, usaram um corante desenvolvido por um grupo em Cingapura para medir a temperatura dentro das mitocôndrias de rins humanos e células da pele mantidas a 38°C. Eles descobriram que as mitocôndrias operam a temperaturas pelo menos 6 a 10°C mais altas do que o resto da célula.

Enquanto o estudo francês é o primeiro a olhar especificamente para a temperatura das mitocôndrias, outro grupo fez uma descoberta parecida em uma pesquisa com outro foco. Um artigo publicado em fevereiro por uma equipe no Japão que descreve outro corante fluorescente sensível à temperatura menciona brevemente que as mitocôndrias em células cancerígenas humanas parecem ser 6 a 9°C mais quentes que o resto da célula.

Mulheres sentem mais frio que os homens?

“O achado faz sentido quando você pensa sobre isso”, diz o bioquímico Nick Lane, da University College London, autor de um livro sobre mitocôndrias. “As mitocôndrias são as principais fontes de calor, e elas têm que estar mais quentes do que o resto do corpo”, diz ele. “Eu nunca tinha pensado nisso antes”.

Se as mitocôndrias dos mamíferos – e presumivelmente dos pássaros – realmente evoluíram para operar em temperaturas mais altas do que percebemos, os biólogos podem ter que rever as muitas experiências anteriores que supõem que elas operam à temperatura corporal, escreve a equipe de Rustin.
Massagem reduz inflamação e aumenta produção de mitocôndria

As mitocôndrias em plantas e animais de sangue frio presumivelmente operam em temperaturas muito mais baixas, mas isso é algo que agora também precisa ser verificado.

Como as mitocôndrias são células de energia, as pessoas podem sofrer de doenças graves ou até mesmo morrer jovens se herdarem mitocôndrias defeituosas. Isso pode agora ser evitado pela substituição das mitocôndrias em um embrião com as de um doador. [New Scientist]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (9 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta