Todas as piadas podem se encaixar em 8 categorias

Publicado em 23.03.2009

engraçado

De acordo com um pesquisador, que diz ter achado “a chave” para ser engraçado, só existem oito maneiras de fazer uma pessoa rir.

Alastair Clarke é um estudioso britânico evolucionário, identificou oito “padrões” em todas as piadas, não importa o assunto delas nem em que parte do mundo elas sejam contadas.

Clarke chegou a essa conclusão depois de estudar mais de 20mil piadas, recolhidas de uma coletânea que categorizava piadas de todas as idades – desde contos do século 14 até esquetes de televisão de programas como “Zorra Total”. Para ele, todos os tipos de humor se encaixam em oito categorias, independente da civilização, cultura ou gosto pessoal.

“Pode parecer bizarro para alguns, mas esses padrões são o verdadeiro estímulo que nos faz rir, independente de nossa situação, do programa que estamos assistindo ou da história que estão nos contando” explica Clarke que, futuramente, irá publicar um livro com suas descobertas.

Para ele, o cérebro, de forma subconsciente, procura os padrões e, quando os encontra, é recompensado. “Algumas vezes apenas um padrão é suficiente para causar a risada, mas eles podem ser combinados, abrindo mais ainda as possibilidades do riso” diz o pesquisador.

Os padrões incluem:

  • Repetição positiva – causada por trocadilhos e pelo tamanho exagerado de narizes, orelhas e outras características em caricaturas, por exemplo.
  • Qualificação – quando palavras são ditas de forma inesperada e diferente, como o sotaque do Inspetor Clouseau no filme “A pantera cor-de-rosa”.
  • “Recontextualização” qualitativa – quando algo que você conhece é mudado. Por exemplo, quando você ri do novo corte de cabelo de alguém.
  • Aplicação – padrão das palavras com duplo sentido.
  • Preenchimento – quando você preenche os vazios, assumindo possíveis situações.
  • Divisão – quando a piada é contada por mais de uma pessoa.
  • Oposição – onde se encaixam a ironia e o sarcasmo.

O pesquisador afirma que suas descobertas podem servir de guia para comediantes e ajudar na confecção de roteiros de comédias. A dica mais importante, para Clark, é que o assunto do comediante deve ser interessante para seu interlocutor. [Telegraph]

Autor: Miguel Kramer

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

32 Comentários

  1. A graça de toda piada está na felicidade do coração de quem a escutar.

    A piada é acreditar que a alegria de alguém depende exclusivamente de nós !

    Thumb up 24
    • alguns cientistas acho que nao tem oque fazer

      Thumb up 2
    • Cara, aonde está escrito “rir dos defeitos dos outros”? Deixa de querer bancar o moralista babaca…

      Thumb up 4
    • Eu rio dos meus defeitos, pessoas riem de palhaços com pés grandes, cabeleiras e roupas exageradas, ri de você escrever “fasso” e não me seguro quando alguém toma uma bolada no saco, mesmo se fui eu que chutei…só não vou carregar isso pro resto da vida, mas é engraçado na hora, mesmo que achemos moralmente errado! “A vida é uma piada sem graça”

      Thumb up 0
  2. Mas não são só as piadas que nos fazem rir… Para mim procurar o que faz os outros serem felizes (que no fundo é isso) é coisa de quem nunca vai chegar a conclusão alguma. O que ME faz verdadeiramente ter esses sentimentos de felicidade é o que interessa…
    Para mim isso é uma mera pesquisa superficial do que já é (aquilo que já é natural)… logo não tem sentido.

    Thumb up 16
  3. é gente dexem de quererem serem engraçados pra quem lê esses comentarios
    todo mundo q passa aki quer ser engraçado essse mundo so tem gente amarmotenta mesmo eu to dizendo
    pra ser engrado é so vc vestir uma roupa de palhaço se pintar e sair
    no meio da rua oferecendo bacalhau

    Thumb up 9
  4. Legal que com esse assunto aqui apresentado, aparece um MONTE de gente tentando ser engraçado nos próprios comentários….
    Isso sim é uma piada…

    Thumb up 40

Envie um comentário

Leia o post anterior:
plagio-grande
Confusão, e não má intenção, é culpada por plágios em trabalhos acadêmicos

A confusão sobre o q...

Fechar