Papa Francisco dá sua encíclica sobre mudança climática de presente ao presidente americano Donald Trump

“Francisco, vem falar oi para as visitas!”

O presidente americano Donald Trump é um negador das mudanças climáticas. Deve ser por isso que o Papa Francisco, durante uma reunião no Vaticano na última quarta-feira (24), levantou a necessidade de proteger o planeta Terra, dando de presente ao governante dos EUA sua encíclica sobre meio ambiente e mudança climática.

Indireta direta

O texto da encíclica contrasta fortemente com as visões e ações do presidente em relação ao meio ambiente.

Trump descarta o aquecimento global causado pelo homem como uma simples conspiração ou brincadeira, e escolheu Scott Pruitt como o líder da Agência de Proteção Ambiental dos EUA, um cidadão que não acredita que o dióxido de carbono (o gás responsável pelo efeito estufa) esteja aquecendo o planeta. Pruitt já propôs grandes cortes à agência.

A administração de Trump também apagou as páginas sobre mudança climática do site da Casa Branca.

Na encíclica, o Papa por sua vez proclama o consenso científico sobre o aquecimento global e a urgência de agir antes que seja tarde demais para o planeta: “Um consenso científico muito sólido indica que estamos assistindo a um aquecimento perturbador do sistema climático. Esse aquecimento foi acompanhado por um aumento constante do nível do mar e, ao que parece, por um aumento de eventos climáticos extremos, mesmo que uma causa cientificamente determinável não possa ser atribuída a cada fenômeno particular. A humanidade precisa reconhecer a necessidade de mudanças de estilo de vida, produção e consumo para combater este aquecimento ou pelo menos as causas humanas que o produzem ou agravam”, escreveu Francisco.

Papa 2 x 0 Trump

Não há dúvida de que a Terra está se aquecendo, e os seres humanos são os principais responsáveis por isso. Existem muitos e muitos estudos e debates sobre o assunto. É inacreditável que o presidente de uma das maiores potências do mundo se recuse a ver isso.

Por outro lado, o líder da Igreja Católica tem se mostrado muito mais sensato no que diz respeito a afirmações científicas, tendo inclusive reconhecido a teoria da evolução recentemente.

O Papa se encontrou com Trump em sua residência, o Palácio Apostólico, na Cidade do Vaticano. Lá, os dois conversaram em particular (com tradutores) por 30 minutos, segundo a agência de notícias Reuters.

Além da encíclica, o Papa deu outro presente (ou indireta) à Trump: uma cópia assinada de sua mensagem de paz de 2017, chamada “Não Violência – Um Estilo de Política para a Paz”. [LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (13 votos, média: 4,77 de 5)
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta