Veja o que aconteceria com o mundo se todos se tornassem vegetarianos

O seu corpo notaria na hora o corte de ingestão de carnes, mas se todo mundo virasse vegetariano do dia para a noite, quem mais sentiria a diferença é o planeta Terra. Afinal de contas, a criação de milhões de animais libera gases de efeito estufa como dióxido de carbono e metano.

Estima-se que até 2050 a emissão desses gases ocupe metade da cota do plano para impedir que o aquecimento global cause um aumento na temperatura do planeta em mais de 2°C.

Um estudo realizado pela Universidade de Oxford (Inglaterra) criou quatro cenários para analisar os impactos da dieta na saúde humana e no planeta. O primeiro é a projeção atual para o ano de 2015; o segundo é baseado nas recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) de ingestão de quantidades mínimas de frutas e verduras e limite de quantidade de carne vermelha e açúcar; a terceira e a quarta envolvem dietas sem consumo de carne, sendo que uma é ovolactovegetariana e a última é vegetariana.

Mais verduras

A adoção das recomendações da OMS resultaria em evitar 5 milhões de mortes por ano em 2050. Isso já é ótimo. Agora, se todo mundo parasse de comer carne, até 8 milhões de pessoas deixariam de morrer por ano daqui a 35 anos.

Metade dessas mortes seria evitada por comer menos carne vermelha, enquanto a outra metade viria do aumento de consumo de frutas e verduras – assim como a queda da obesidade. Isso levando em consideração que a pessoa não troque a carne por massas e doces.

Diminuição de gases de efeito estufa

O estudo estima que adotar a dieta recomendada pela OMS diminuiria as emissões dos gases de efeito estufa em 29%. Mas isso não é suficiente para cumprir o plano de segurar a produção desses gases para não deixar a temperatura da Terra aumentar mais de 2°C.

Se todos virassem vegetarianos, o corte na emissão desses gases seria de 70%.

Claro que tirar o consumo de carne traria outros desafios para a alimentação humana. A produção e consumo de vegetais teria que mais que dobrar em países da África Subsaariana e do sul da Ásia, por exemplo. É improvável que toda a população da Terra vire vegetariana da noite para o dia, mas seguir as recomendações da OMS já seria um grande avanço para a saúde das pessoas e do planeta. [The Conversation]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,67 de 5)
Curta no Facebook:

7 respostas para “Veja o que aconteceria com o mundo se todos se tornassem vegetarianos”

Deixe uma resposta