Vida longa: sequenciamento do DNA da mulher mais velha do mundo

Publicado em 17.10.2011

A ciência pode nos ajudar a viver cada vez mais, e um grande passo para isso foi o sequenciamento do DNA de uma mulher que viveu 115 anos.

A mulher, que era a mais velha do mundo no momento de sua morte, tinha a mente de alguém décadas mais jovem e sem sinais de demência.

Segundo pesquisadores holandeses, o estudo sugere que ela tinha genes que protegem contra a demência.

Futuras pesquisas poderiam dar pistas sobre porque algumas pessoas nascem com genes para uma vida longa.

Faz mais de 10 anos desde que o primeiro esboço de código genético humano foi revelado. Desde então, algumas centenas de pessoas tiveram seus genes mapeados na íntegra, e a tecnologia para “ler” o DNA vem ficando melhor e mais barata.

A mulher, cuja identidade está sendo mantida em segredo, é conhecida apenas como W115, e é a pessoa mais velha a ter seus genes mapeados.

Ela doou seu corpo para a ciência, permitindo que os médicos estudassem seu cérebro e outros órgãos, assim como seu código genético inteiro.

O Dr. Henne Holstege diz que ela parece ter algumas mudanças genéticas raras em seu DNA. Ainda não está claro qual o papel que elas realizam, mas parece que há algo em seus genes que protege contra a demência e outras doenças da vida adulta.

“Nós sabemos que ela é especial, sabemos que o seu cérebro não tinha absolutamente nenhum sinal de mal de Alzheimer. Deve haver algo em seu corpo que proteja contra a demência. Nós acreditamos que há genes que podem garantir uma vida longa e serem protetores contra o mal de Alzheimer”, afirma o Dr. Hostelge.

W115 nasceu prematuramente e não deveria sobreviver, mas viveu uma vida longa e saudável, e entrou em uma casa de cuidados com a idade de 105.

Ela finalmente morreu de um tumor no estômago, tendo sido tratada por câncer de mama na idade de 100.

Um teste de suas habilidades mentais na idade de 113 mostrou que ela tinha o desempenho de uma mulher com idades entre 60 a 75 anos.

Em exame post mortem, os médicos não encontraram nenhuma evidência de demência ou danos às artérias vistos em doenças cardíacas.

A sequência do gene de W115 vai se tornar disponível para outros pesquisadores, para promover a causa da ciência. “O sequenciamento do genoma da mulher mais velha do mundo é um importante ponto de partida para entender como a variação de
DNA se relaciona com o processo de ter uma vida longa e saudável. Mas para realmente compreender a biologia subjacente de viver uma vida longa e saudável, centenas ou milhares de pessoas precisam olhar para esses genes”, comenta o Dr. Jeffrey Barrett.[BBC]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

13 Comentários

  1. Como assim mulher mais velha? Ela não era a mulher mais velha, ela era RECONHECIDA como a mulher mais velha do mundo, tanto que existe uma chinesa de 122 anos.

    Thumb up 0
  2. Como assim, “finalmente morreu”?
    Casos assim não deveriam ser tratados como “finalmente morreu”, mas sim infelizmente… Se a autora desse artigo não gosta da vida é um problema dela.

    É um ótimo exemplo de como uma única palavra quebra uma reportagem interessante.

    Ou ai vai uma dica para um artigo: como diante de tantos elogios, não nos esquecemos das críticas?

    Thumb up 6
    • Eu achei fútil essa sua consideração, eu estava tão interessada na matéria que nem sequer reparei esse detalhe, que nem seuqer é importante

      Thumb up 0
  3. antes do cientistas quererem modificar todo genes humano quero que não se esquecam dessas regras:

    1:seleção natural e prosseço de evolução aconteceu de maneira tão inteligente que só ser humano de q.i 350(mais ou menos) poderia fazer igual ou melhor então tentar melhorar poderia tornanos inferiores

    2:saibam que sempre que adicionarem algo o ser tera que consumir mais energia a menos que tenha orgãos mais economicos o que pode ser extremamente dificil ja que evoluimos para ser economicos então o certo e começar a a arramjar mais energia

    3:as modificações podem afetar o meio ambiente que seres vivem e modificar culturamente a ponto de ter uma cultura indistiguivel
    e tambem modificaria a cadeia alimentar que sem duvida extimguiria algumas especies mais logo se criaria uma nova cadeia estabilizada

    fiz esse comentario pela questão de probabilidade de que cientistas querem usar esse genes para previnir doenças e ter vida longa

    Thumb up 2
    • desculpe erros de portugues ja que não é meu forte saibam que essas informações são algo que quiria que todo geneticista sabesse

      Thumb up 2
    • FUI BOMBARDEADO DE NEGATIVOS MAIS TA SEM COMENTARIOS!…..

      Thumb up 0
    • O problema não são só os erros de português que podem acontecer por efeitos de digitação ou de teclado sem as devidas limpezas, o problema é que não dá para entender o as contradições expressas numa mesma linha de idéias.

      Thumb up 1
    • Está claro que vc é leiga em ciência e pesquisa

      Thumb up 1
  4. Muito interessante. É uma tema instigante(genética). Com certeza a ciência ainda nos proporcionará grandes descobertas. Somente é uma pena que, com o atual modelo capitalista, os benefícios alcançarão somente os mais favorecidos economicamente.

    Thumb up 4
    • Foi deixar sua conclusão mais generalizada: Se não fosse o cancer, os problemas cardíacos, os virus, alzhaimer, etc… todo mundo viveria muito mais…

      Thumb up 2
    • A diferença é que ela só foi suscetível ao câncer em uma idade muito mais avançada que a da média entendeu?

      A maioria é suscetível ao câncer aos 50 anos ela só foi aos 100

      Mesmo se outros fatores fossem eliminados as chances dela de sobreviver ao tempo seriam ainda muito maiores

      Thumb up 0
    • Eu acredito que o HD dela já tinha muitos programas de longevidade e não cabia um anti-vírus de câncer.

      Thumb up 3

Envie um comentário

Leia o post anterior:
111014-pterosaur-hmed-1136a_grid-5x2
Fóssil revela pterossauro dentado enorme

Uma análise de um fó...

Fechar