Menina australiana tem Síndrome do Cabelo Impenteável; veja suas características

Shilah Yin é uma das cerca de 100 pessoas no mundo todo que têm uma característica genética chamada Síndrome do Cabelo Impenteável. Não se trata de um cabelo que se embaraça com facilidade, mas de fios ressecados, frisados e que crescem em múltiplas direções, que lembram um novelo de lã.

Esse tipo de cabelo cresce mais lentamente que os outros e os pais costumam notar os primeiros chumaços de cabelo enovelado nos filhos quando eles ainda são crianças. Em casos menos frequentes esse problema só aparece na adolescência. Na vida adulta, o cabelo pode voltar a ter textura normal ou melhorar consideravelmente.

“Shilah adora seu cabelo único, mas isso é resultado de muita atenção positiva em casa”, conta sua mãe, Celeste Calvert-Yin, que mora em Melbourne. “Quando era pequenininha, ela constantemente dizia que era como um unicórnio, já que eles são muito especiais e únicos. Isso trazia lágrimas para meus olhos”.

Shilah nasceu com cabelo normal, mas a família notou as primeiras mechas enoveladas quando ela tinha cerca de três meses de vida. A partir daí, o cabelo começou a crescer ainda mais descontroladamente e cada vez mais loiro. O comprimento atual foi atingido aos dois anos de idade e não se alterou mais.

Os pais de Shilah notaram primeiras mechas diferentes quando ela tinha 3 meses

Apesar de ser um problema genético, nenhuma outra pessoa na família de Shilah tem cabelos como o dela. Seu irmão de nove anos, Taelan, tem cabelo castanho e liso. A família só foi conhecer a síndrome em 2016.

Shilah percebeu que era diferente aos quatro anos de idade, conforme recebia atenção de desconhecidos quando estava em público. Foi aí que seus pais começaram a dizer a ela que ser diferente é incrível. “Desde então ela passou a curtir a atenção. Ela tem uma personalidade confiante”, conta a mãe.

Shilah e o irmão

Mesmo assim, a mãe relata que em alguns momentos a filha fica incomodada, quando estranhos mexem em seu cabelo ou tiram fotos sem pedir.

Agora que os pais conhecem a síndrome, eles tentam passar o conhecimento adiante para os desconhecidos que perguntam sobre o cabelo da filha. A maioria das pessoas pensa que eles estão fazendo uma piada quando dizem que é a Síndrome do Cabelo Impenteável, mas os pais pedem que eles pesquisem a síndrome no Google.

Para cuidar dos cabelos da menina, o pai e a mãe têm uma rotina diária que dura entre 10 e 20 minutos. A mãe passa uma solução para desembaraçar nas mechas da pequena e tira os nós com um pente que tem os dentes bem espaçados. “O momento favorito da rotina capilar dela é quando o pai seca o cabelo para ela. Juntos eles conseguem pentear e secar o cabelo para que ele fique super macio. Shilah adora”, relata a mãe.

Shilah prefere deixar seu cabelo solto ou usar tranças

A família tem documentado a experiência de Shilah no Instagram para mostrar para o mundo todo como ela é especial, e para tornar a síndrome mais conhecida. [Oddity Central, MSN]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (19 votos, média: 4,26 de 5)
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta