14 instrumentos científicos imensos que você não vai acreditar que são reais

A ciência é incrível. E, graças à era da internet, é fácil de ser testemunha desse fato. Por exemplo, uma bela imagem (acima) de tubos fotomultiplicadores nos detectores de neutrinos do Experimento Daya Bay hipnotizou milhões de internautas quando começou a circular online. No entanto, alguns de nós questionaram o que viram, perguntando como ela poderia ser real. Portanto, para o seu prazer visual – e para calar os céticos por aí –, confira um conjunto de enormes e fantásticas experiências científicas e máquinas semelhantes.

14. Tubos fotomultiplicadores dentro do detector de neutrinos Daya Bay, um projeto de física de partículas multinacional destinado a estudar neutrinos, no complexo do reator em Daya Bay, China.

14

13. Super-Kamiokande, um grande detector Cherenkov operado em conjunto por seis países: Japão, Estados Unidos, Coreia do Sul, China, Polônia e Espanha. O detector está localizado a 915 metros embaixo da terra, na mina de Kamioka, no Japão.

13

12. O ATLAS (a sigla em inglês para A Toroidal LHC ApparatuS), um experimento de detector de partícula, construído no Large Hadron Collider (LHC), um acelerador de partículas do CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear), na Suíça.

12

11. O experimento Compact Muon Solenoid (CMS), um dos dois grandes detectores de partículas de física de uso geral, do Large Hadron Collider, também localizado no CERN, na Suíça.

11

10. O Observatório de Neutrinos de Sudbury (SNO), visto por dentro e por fora. A estrutura está localizada a quase dois quilômetros embaixo da terra, na mina Creighton, na cidade de Sudbury, Ontário, Canadá.

10

9. O Experimento Borexino, localizado no Laboratori Nazionali del Gran Sasso, perto da cidade de L’Aquila, na Itália. A máquina mede o fluxo de neutrinos solares e sua assimetria durante o dia e a noite.

9

8. O “falecido” gerador Cockcroft Walton, da Fermilab. Infelizmente, ele foi desativado.

8

7. A máquina Z, ou Usina de Energia Pulsada Z, é o maior gerador de raios-X do mundo, projetado para testar materiais em condições extremas. Ele está localizado em Albuquerque, Novo México, Estados Unidos, no Laboratório Nacional de Sandia. Seu pulso eletromagnético causa um impressionante relâmpago quando a máquina é descarregada.

7

6. Gammasphere, um detector de raios gama no Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley (EUA).

XBD9703-01089-02.TIF

5. A visão de dentro do maior tokamak (reator experimental de fusão nuclear) do mundo, o Joint European Torus (JET). A máquina imensa investiga o potencial da energia de fusão no Centro Culham de Energia de Fusão, em Oxford, na Inglaterra.

5

4. O interior da câmara-alvo do National Ignition Facility (NIF), o maior laser do mundo, localizado no Laboratório Nacional de Lawrence Livermore, na Califórnia, EUA.

4

3. Segmentos do espelho primário do telescópio espacial James Webb, observados na câmara de testes criogênicos no Centro de Voo Espacial Marshall, da NASA.

3

2. A Centrífuga de Grande Diâmetro (LDC, na sigla em inglês), no Centro Europeu de Pesquisa e Tecnologia Espacial (ESTEC) da ESA, a Agência Espacial Europeia. A centrífuga de encontra na cidade de Noordwijk, na Holanda.

2

1. O interior do Grande Simulador Espacial, no centro de testes da ESA, na Holanda.

[Gizmondo]
1

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

6 respostas para “14 instrumentos científicos imensos que você não vai acreditar que são reais”

    • Minha cara Luciana Lima, não são “máquinas mirabolantes” elas realmente existem… Agora, se algo sair errado em um experimento, mesmo que apenas um detalhe, as consequências podem ser catastróficas, ainda mais que a maioria deles está a muitos metros da superfície..

Deixe uma resposta