Vida de mulher fica ‘insuportável’ por causa de sexualidade insaciável

Por , em 17.12.2009

mulher insaciavel
Joleen Baughman disse que inicialmente ela e seu marido gostaram do seu apetite sexual insaciável

Um acidente de carro há dois anos causou um ferimento sério na pélvis de Joleen Baughman, e acabou com o controle do seu corpo ao desejo sexual. Agora, a mulher se sente sexualmente excitada por praticamente qualquer movimento corriqueiro, como ao limpar a casa, andar de ônibus ou simplesmente ao andar.

A estadunidense tem dois filhos, e afirma que a sua situação se tornou “insuportável”. “Só as minhas roupas roçando contra a minha pele me deixam tão excitada que não consigo nem pensar direito”, diz. Baughman, que é casada, sofre de uma condição raríssima chamada de Síndrome de Excitação Sexual Persistente.

Conheça a mulher que tem 200 orgasmos em apenas um dia

Quando sofreu o acidente, a oftalmologista sofreu ferimentos na cabeça, além de uma vértebra quebrada, e ficou no hospital por várias semanas. Ela terminou a recuperação do acidente em casa, e somente seis meses depois começou a sentir o efeito colateral da colisão.

“Eu comecei a sentir desejos sexuais muito intensos, que vinham do nada e tomavam conta de mim”, conta. Ela também diz que, antes do acidente, o seu desejo sexual era quase inexistente. Inicialmente, ela diz, ela e seu marido gostaram do seu novo desejo sexual, mas ela logo percebeu que o sexo não era capaz de acabar com a sua excitação – e o prazer começou a virar dor.

“Nós fazíamos sexo uma vez e eu não sentia nenhum alívio”, revela Baughman. “Então nós fazíamos de novo, começava a doer, mas eu ainda queria mais, até uma terceira vez, mesmo sentindo dor”, diz.

12 Segredos para melhores orgasmos femininos

Quando procurou por ajuda médica, ela descobriu que tinha a rara Síndrome, que é causada por danos no nervo pudendal, que fica na pélvis. “Fiquei aliviada ao saber que meu problema não é psiológico”, explica. [Telegraph]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

10 comentários

  • kku:

    ME AJUDEM! EU TINHA UMA VIDA SEXUAL EXCELENTE C MEU MARIDO, ÉRAMOS MUITO ATIVOS, E NUNCA TIVEMOS PROBLEMA NENHUM QUANTO AO SEXO, ATÉ Q ELE COMEÇOU A TOMAR UNS MEDICAMENTOS P DIABÉTES E AÍ O APETITE SEXUAL DELE CAIU MUITO. NÃO SEI O Q FAZER, ELE DIZ Q NÃO TEM NADA A VER COMIGO, Q É A MEDICAÇÃO, MAS O FATO É Q ELE ME ACOSTUMOU MUITO “MAL” AGORA TEMOS SEXO 1 OU 2 VEZES POR SEMANA, SEMPRE É MUITO BOM, MAS EU VIVO SUBINDO PELAS PAREDES QUERENDO MAIS. NÃO SEI O Q FAZER, POIS NÃO QUERO FICAR PRESSIONANDO ELE, JÁ CONVERSEI C ELE MAS ELE DISSE Q SE SENTE MUITO CANSADO FISICAMENTE, EU COMPREENDO, MAS NÃO ESTOU SUPORTANDO. O Q FAÇO?

  • Curiosa (mulher):

    Ufa, até q enfim cheguei a seguinte conclusão: SEXO NÃO EMAGRESSE!! vejam o tamanho dela.. mas com sorriso nos lábios..

  • silvia:

    penso que vc deve sofre muito com esta situação. como seu marido ve isto? é compreencivo? acho que se realmente existe esta parte no corpo humano que responde pelo desejo sexual, então tem que ser descoberto tambem como tratar da falta dele!(do desejo)

  • rodrigues:

    Eu que precisava de uma mulher dessa na minha cama, ia morrer disso.

  • Neto:

    Culpa dos homens ? Me desculpe mas, se for dos homens, não é só dos homens, pois o homem sozinho não faz nada, então se a mulher não colaborar não tem futuro, se discorda foi porque não teve experiencias agradavéis correto ? Quanto ao artigo, tadinha da mulher, deve ser xato isso, ficar sempre excitada e tals…..

  • Flávia:

    Homens estúpidos, machistas, me refiro a dois dos que comentaram. Quero ver se vcs iam dar conta de uma mulher dessas, se acham os bons, mas a culpa é quase sempre toda de vcs quando uma mulher “brocha” no sexo.

  • Igor:

    Se melhor investigado podem ser descobertas importantes ligações entre a pelvis e a libido e potência sexual. Vejam que há ciclistas que sofrem de impotência sexual em virtude da pressão do silim sobre a pelvis. Por outro lado a pelvis é um importante ponto de estimulação sexual.

    Alô, alô cientistas estudem melhor a pelvis !!

  • Marcussss:

    Finalmente a caminho um Viagra feminino ?

  • Bovidino:

    Qualquer atividade humana em excesso é prejudicial.
    A insaciabilidade do sexo além de muito desconfortável certamente deve ser altamente destrutiva.
    Há casos de pessoas simplesmente viciadas em sexo que acabam totalmente destruídas, como outras que são viciadas em drogas.

  • César:

    Ficou feliz de saber que não é louca por sexo…

    Antes do acidente praticamente não tinha desejo sexual… Parece que o acidente veio em boa hora para salvar o casamento. Ou não?

Deixe seu comentário!