Uma impressora que não precisa de tinta ou papel

Por , em 10.02.2010

Uma impressora que não precisa de toner, nem de tinta e nem de papel ainda é uma impressora? Parece que sim. Apresentamos a PrePeat RP – 3001!

Ela usa uma espécie de papel plástico que pode ser reutilizado até 1000 vezes. Ou seja, quando o seu documento não é mais necessário, você o coloca novamente na impressora e ela reutiliza o papel. Como usa altas temperaturas para imprimir, as palavras são dissolvidas e regravadas.

Apesar de ser mais ecológica ela não é nem um pouco mais barata. O aparelho custa 5.600 dólares (mais de R$ 10.300) e cada folha plástica aproximadamente 4 dólares (R$ 7,40). Você não precisa comprar a tinta, mas, mesmo assim, o investimento ainda não compensa. [Gizmodo]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

14 comentários

  • delucky:

    inviável , mais um elefante branco no mundo!!!
    Condidere que tudo que vc imprime hj em dia é para uma determionada finalidade ou seja, não para ser reutilizável…
    daí imagine o custo mensal…
    envie 10 curriculuns e faça o cálculo

  • d.lima:

    Ainda acho que as tecnologias para impressao estao bem atrasadas em relacao a evolucao tecnologica de vários aparelhos atualmente.

  • thalwan:

    Mais uma tecnologia, que pode inspira uma outra realmente útil, no futuro.
    Mas não entendi como as palavras são impressas na folha, já que não se utiliza tinta.

  • Fábio Silva:

    Esta proposta tá parecendo piada de cientista portugues. Sabe aquela em que eles desenvolveram o menor celular do mundo, pois, bem, o pessoal perguntou e onde fica a bateria???? Então o cientista trousse um carro de mão com uma bateria automotiva pra ligar no celular… he he he

  • Jader Lucas:

    Sei lah, mas o investimento é pro resto de your lifes..

    Axo q ateh compensa.. Só não pago.. -$

  • eEUcomISSO:

    nosssssssa!
    ser ecologista é caro dmais!
    mas é o futuro…

  • Jefferson Oliveira Alves de Araujo:

    Thiago Vono as impressoras 3D são mais antigas que as proprias de jato de tinta… =)

  • Victor Costa:

    E se quisermos utilizar papel é possível? Alguns documentos simplesmente precisam ser entregues, ou não podem ser destruídos.

    O consumo de energia é baixo? Se for alto, uma impressora a jato de tinta seria mais correta ecologicamente nesse ponto…

  • Samuel Orefice:

    Acredito que SIM é economicamente viável quando produzido em larga escala, Hoje o custo da folha é alto, pois é lançamento, acredito que mesmo com o custo, existirá setores que invistiram neste produto, vejo que este custo da folha deve ser equiparado a folha de carbono quando se teve o lançamento o preço era gastronômico, não foi isto que fez o produto não crescer, acredito que sim, existe inúmeros indústriais como as próprias fabricantes de impressora e tintas que se sentirão pertubados com a informação.

  • Manuel Bravo:

    Um produto inovador interessante, o preço dependerá da produção industrial do equipamento, se tiver aceitação no mercado e da
    concorrência dos fabricantes que forem licenciados para tal.

  • Thiago Vono:

    Dica de matéria

    Impressora que imprime em 3D

    http://www.techzine.com.br/arquivo/uprint-uma-impressora-3d-domstica/

    Boa sorte

  • Peter Limer:

    No tempo do FHC era impossível comprar um computador com impresora ,hoje uma boa impressora custa aprox:- 260,00 Rs.
    Vai aparecer no mercado a concorrente melhor e mais barato, é só esperar,mas, se quiseres comprar novidades esse é o preço.

  • Ruben Zevallos Jr.:

    Penso que o conceito já é grande coisa, pois as impressoras de Jato de Tinta começaram bem caras, tanto as máquinas como a tinta e hoje estão bem mais baratas.

  • websurffer:

    Além de não ser viável economicamente tem que ser avaliado o impacto ambiental. Provavelmente, o impacto ambiental para construir essa impressora bem como o plástico para ser usado como o impresso consome mais recursos do que a solução existente para o mesmo fim.

Deixe seu comentário!