8 Fatos desagradáveis sobre John Lennon que os fãs preferem não saber

John Lennon é visto por muitos como um rebelde, um filósofo, quase um santo, alguém que inspira muita gente. Mas o homem por trás da lenda é bem diferente. Conheça Lennon e saiba por que ele não deveria servir de modelo para ninguém:

ALERTA: Esse artigo é subjetivo, mas contém fatos além de opiniões. Sua opinião também é muito bem-vinda! Mas vamos praticar o respeito e não ofender pessoas com opinião contrária.

8 – Abuso doméstico

yoko-ono-lennon

Não há o que discutir, o homem que simboliza paz e amor batia na esposa. John Lennon confessou e está documentado até os tempos de Liverpool, ele batia na esposa Cynthia e Yoko Ono. Como todo homem que bate na mulher, ele provavelmente deve ter brutalizado outras mulheres.

7 – Abusava emocionalmente de seu filho

julian-lennon

Sua maior vítima foi sem dúvida Julian, resultado de uma gravidez indesejada que arrastou John para uma vida e responsabilidade para as quais ele não estava preparado. Tanto Julian quanto sua mãe Cynthia afirmaram em várias ocasiões que John era alternadamente ausente, indiferente, abusava de drogas, e em geral uma pessoa desagradável de ter por perto durante a primeira infância de Julian. Depois do divórcio de Cynthia, John desapareceu da vida de Julian por um tempo. Depois que voltaram a ter contato, John abusou emocionalmente do menino, repreendendo-o e gritando com ele até levá-lo às lágrimas. Uma vez Julian riu e John gritou “Eu odeio a maneira que você ri!”. Julian ainda não era adolescente na época. Na declaração que talvez seja a mais triste sobre John, Julian disse mais tarde que Paul McCartney era muito mais um pai para ele que seu pai verdadeiro.

6 – Mentiroso patológico

john-lennon-mentiroso

Ele simplesmente inventou muita coisa sobre a própria vida, e simplesmente por egomania, tentando parecer melhor do que era. Todo mundo faz um pouco disso, mas John Lennon chegou a extremos. Disse que era da classe trabalhadora de Liverpool, quando na verdade foi criado em um lar de classe média, e durante os primeiros anos de seu sucesso ele negava ser casado. Ele alegava ter se apaixonado à primeira vista por Yoko Ono em um show de arte, quando na verdade ela o seguiu por muito tempo até que ele cedeu aos avanços dela. Ele alegou ter perdido o interesse nos Beatles devido às inclinações de Paul à música pop, seu papel dominante no grupo e o desejo de fazer música de vanguarda fora do grupo, quando na verdade ele praticamente abandonou a banda nos dois últimos anos por causa de seu vício em heroína. Todos comportamentos embaraçosos, mas que a maioria dos artistas tinham nos 60 e 70.

5 – Separou os Beatles

beatles-separacao

Diferente da lenda que diz que a banda se separou espontaneamente, ou que foi Paul quem a dividiu, mas aparentemente foi John a gota d’água. A banda não ia bem, e John anunciou que estava deixando a banda em uma reunião que era para ser um encontro de rotina. A saída de John jogou um balde de água fria sobre o grupo, e em um ano o obituário foi escrito.

4 – Ignorante em política

lennon-estetoscopio

John nunca fez nada de nota nesta área, exceto posar para fotos e dar declarações, sendo considerado pelos radicais que cultivava um poser ignorante, e as poucas coisas que fez, que era publicidade e dinheiro para o Black Panthers, um grupo radical e violento, não é algo para se orgulhar.

3 – Não tinha talento

Talvez este seja o ponto mais subjetivo da lista, afinal os fãs não vão concordar que ele não tinha talento. Mas dá para considerar que ele tinha pouco talento. Como guitarrista era apenas mediano, preso apenas aos ritmos mais simples, e sua habilidade com o piano não era muito melhor. Sobre as letras das músicas, ele de fato escreveu algumas, mas muita gente acha que conforme o tempo passa, suas palavras vão ficando mais vazias e ultrapassadas. O sucesso delas deve-se mais ao excelente trabalho de George Martin e dos outros Beatles que ao talento de John Lennon.

Olhando para a herança dos Beatles, pode-se argumentar que Paul MacCartney e George Harrison tinham mais talento que John para escrever músicas. John estava se afastando e praticamente não tem nada dele no álbum Sgt. Pepper, e no filme Let it be, vê-se muito mais um Paul tentando motivar um John que claramente não queria estar ali. Quanto à carreira solo de John, você consegue lembrar o nome de alguma música de “Sometime in New York City”?

2 – Sem personalidade

john-lennon-metamorfosis-looks-trough-the-years

Há quem considere John Lennon um conformista, e não um livre pensador seguindo seu próprio caminho. Ele estava tentando se enquadrar em grupos o tempo todo. Quando o visual popular era o teddy-boy, lá estava ele de jaqueta de couro e topete. Depois era o corte pop bonitinho. Depois o visual hippie. Depois o hipster furioso vanguardista. Nunca terminava. Tudo que ele fazia, das declarações políticas à roupa que usava, era uma tentativa de se enquadrar em alguma contra-cultura ou sub-cultura que já existia.

1 – Hipocrisia

john-lennon-peace

Este ponto talvez seja o mais difícil de falar sobre Lennon, principalmente por que seu assassino havia dito que este era o principal motivo por tê-lo matado: John Lennon era o exemplo vivo do ditado “faça como eu digo, não faça o que eu faço”. Tudo que é preciso é ver as letras de suas canções. O cara que cantava “imagine no possessions” (“imagine não existir posses”) vivia uma vida de milionário em um hotel elegante em Nova Iorque. O cara que cantava “imagine no religion” (“imagine não existir religiões”) era obcecado por todas as modas New Age que apareciam, incluindo meditação Hindu, I-Ching e todo tipo de astrologia. O homem que cantou “all you need is love” (“tudo que você precisa é amor”) era amargo, violento e abusou da família e amigos. O homem que se vangloriava de não ter “nada pelo qual matar ou morrer” ajudava a financiar e dava publicidade a grupos radicais que advogavam o uso da violência. Praticamente tudo que os fãs personificam no ícone John Lennon são ideais que ele parece não ter abraçado. [ListVerse]

Por: Cesar GrossmannEm: 18.05.2012 | Em Principal, Super listas  | Tags: , , ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (24 votos, média: 3,21 de 5)
Curta no Facebook:

147 respostas para “8 Fatos desagradáveis sobre John Lennon que os fãs preferem não saber”

    • Em praticamente 11 anos, a única música que de fato fez sucesso foi Imagine. Não acredito que fosse fazer mais sucesso que Paul McCartney.

  1. Para algumas pessoas, o mundo parece não ter graça se não houver sensacionalismo póstumo sobre artistas, não é mesmo? Afinal de contas, já se escreveu até que John era, supostamente, amante de Brian Epstein! Duas coisas me fazem descredibilizar esta matéria: primeiro: a ausência de um autor que assine, o que demonstra covardia ante a relevância dos fatos denunciados; segundo: pra mim, está claramente embutido no discurso uma antipatia por John. É notório que Paul e George tinham mais talento musical, mas isso não habilita ninguém, em absoluto, a dizer categoricamente que John NÃO TINHA talento.Que me desculpe a franqueza, mas quem diz isso não conhece sua obra, sequer superficialmente.

    • O que mais dói é um engenheiro elétrico de merda copiar um artigo que já foi desmentindo, querer falar de uma pessoa que ele sequer conheceu

    • E quem seria o “engenheiro elétrico de merda”? Por acaso está se referindo à minha pessoa, caro João Coimbra? Ofender quem diz coisas que nos desagradam é a mais baixa forma de confissão de falta de argumentos… Mas diz aí, tu conheceste o J. Lennon?

    • JB – Em questão de cantar Rock, é fato que Lennon teve mais talento que os outros. Paul sempre foi mais pop, melódico, e com voz mais suave.

  2. As pessoas esquecem que assim como nós, John era apenas mais um ser humano e ele tinha direito de errar! Parem de falar dele como se ele fosse um deus, como se seus erros fossem maiores que os nossos só por ele estar na mídia e ter sido um Beatle. Eu como fã, reconheço que ele era uma pessoa difícil de lidar, não era perfeito, obviamente, mas ele também tinha suas inúmeras qualidades. Agora, falar que ele não tinha talento já é demais… poupem- me!

    • Olha Gabrielle é justamente por ele ser um ser humano que podemos criticar, nao poderiamos se ele fosse um deus, ate porque é era uma figura publica, ele influenciava, e foi por isso que morreu por ser hipocrita, leia o sobre o assassino dele, a razao que ele deu. Nao entendo as pessoas, gostar da musica nao nos impede de aceitar a realidade do musico….as pessoas misturam tudo…e fecham os olhos para realidade, essa é a razao do mundo ser como é.

  3. John Lennon, Raul Seixas, Aleister Crowley… homens de época. Estavam sujeitos às diversas vicissitudes da vida, e o fato de ficarem famosos por seja lá o que for, eram, antes de tudo, pessoas.
    Pessoas expostas às suas próprias fragilidades e mecanismos de defesas que ou faziam apenas com que eles próprios sofressem, ou atingiam sim outros. O espectador/ouvinte/adepto/fã é que não consegue ver as duas coisas como diferentes neles. Bom, nem em si mesmos… Nem demônios, nem santos… pessoas.

  4. dizer que um genio como John Lennon nao tinha talento, realmente descredencia todo o resto da matéria, dos absurdos que vejo pela internet esse, venceu todos esse ano, essa geraçao da internet ta cada dia mais alienada da razão

    • Descredencia para algumas pessoas cara…pessoas que creem em tudo que ve…vc acredita em agente secreto?? Vc acha msm que todos que fazem sucesso tem talento???! Nunca passou pela sua cabeça que o que gira o mundo è a grana…o guutarrista do legiao urbana tem talento???? Abra os olhos cara senao nunca iremos evoluir…se de o direito da duvida, leia procure informacoes cruze os fatos e tenha uma conclusao rica…faca isso na politica tambem, so assim o brasil ira melhorar.valeu

  5. nenhuma outra banda é responsável por colocar uma cidade no mapa e fazer de uma simples faixa de pedestre um ponto de peregrinação ,Pink Floyd e outras bandas gravaram na Abbey Road mas só os Beatles conseguiram transformar aquilo em um templo nao me venham com lorotas Beatle é Beatle os Números estão ai para provar sendo assim John é John e ponto final a prova disso e que estamos aqui falando de sua personalidade.

    • Sim banda é banda e a materia fala de jhonn lennon, nao fala da banda nem do sucesso dela…nunca seja tiete de ninguem cara, seja vc mesmo, curta as musicas, curta, mas nao feche os olhos para nada, nem misture coisas, todo mundo faz isso…por isso é tao facil enganar as pessoas…vc tambem acha que para fazer sucesso precisa ter talento…nao sabe que qq um que gere grana faça sucesso…cara ate um mendigo se a sony assim quiser fara sucesso…o cerebro é mais que isso. :/

    • Já que você tocou no nome de Pink Floyd … aí vai , o Floyd é muuuuito mais banda que os almofadinhas de Liverpool ..

  6. Sobre talento discordo, ele não era bom tecnicamente com a guitarra, inclusive afirmou isso em uma entrevista dizendo que era o “guitarrista invisível”, da mesma forma que George era o vocalista invisível. Lennon/McCartney se complementavam, juntamente com George; o resultado foi essa banda fantástica. As carreiras solo de cada um não deixa dúvidas. Lennon sempre ríspido e com letras reflexivas, Paul seguindo a música pop. Um trazia energia para o grupo, o outro uma visão comercial e…

  7. Podem pensar o que quiser do John, mas dizer que ele não tinha talento? Pelamor. Cês não tiveram a maior banda dos tempos, então nem venham me dizer que o Lennon não tinha talento. Quando conseguirem o sucesso que ele criou, a legião de fãs, ai sim vocês podem dizer que ele era um sem talento e sem personalidade.

    • Ele nao criou nada, a banda sim…E na verdade quem cria sao quem esta por tras de tudo, a gravadora e o resto…Eles foram criados, nem tudo que faz sucesso tem talento luiza..e a unica pessoa que pode dizer se ele tinha ou nao talento seria um produtor musical, acho que ninguem aqui… e sobre a pessoa dele vc nem deve saber que ele mijava nas freiras neh??! :/

  8. Bom, concordo em partes, apesar de achar excessivamente exagerado esse texto.
    De acordo com a biografia do John escrita pela Cynthia, ele deu um tapa no rosto dela por uma crise de ciúmes (após ela ter dançado com o Stuart etc), mas quando ela ameaçou terminar, ele jurou que nunca mais encostaria nela desse jeito. E nunca mais fez.
    John Lennon foi a causa da separação dos Beatles? Todos eles já tinham seus próprios interesses e estavam seguindo pra caminhos diferentes. Pelas biografias e documentários dele, dos outros membros e da banda em si, o fim da picada foi a morte do Brian. Depois disso, o Paul tentou ir levando, mas não deu muito certo.
    Outro ponto. O John não tinha talento? O próprio Paul deu entrevistas falando que eles nunca tinham uma sessão infrutífera, que sempre produziam e se ajudavam mutuamente na maioria das composições. Sem a persistência dele, não haveria Beatles, até o Paul pensou em deixar a banda uma época, mas o John trouxe ele de volta.
    Acho que o pior foi o ‘sem personalidade’. Sério. O cara tinha uma personalidade muito forte, se tu ler, vai ver que ele se opunha ao fato de ter que usar terno e cortar o cabelo pras apresentações, logo que o Brian tomou o controle. Ele era um filho da puta, é verdade, mas isso não começou durante ou após os Beatles. Sempre foi assim;
    É bom pensar nele como humano, também. É que nem o Paul falou, os Beatles eram uma família, tinham brigas e desavenças, mas tudo tava sempre nos centros das atenções e por isso parecia a pior coisa do mundo. Isso vale individualmente pro John.

  9. Olha isso tudo deve ser muito verdade, por que a maioria dos artista tem uma vida pessoal muito infeliz ou complicada, inclusive os humoristas. são os bobos de circo. Enquanto fazem os outros rirem ou morrerem de felicidade, eles por sua vez sofrem, e pior, sabem o que são. Na verdade é preciso uma formação de família muito especial para que isso não aconteça, do contrario, os maiores talentos, sãos mais infelizes. Estamos cheios de exemplo: Michel Jackson, Nelson Gonçalves, Tim Maia,e também jogadores, famosos, todos Eles usaram drogas e intimamente,não foram felizes, por mais que neguem.
    Eles, fora da mídia que os criou, não foram Exemplo para Ninguém!

  10. Beatles foram produto da mídia e tinham talento para estarem lá. Rock’n Roll sempre foi elitista e até hoje eles vivem como excêntricos milionários. Viver drogado é uma fuga. Pior ainda, quem pesquisa sabe que os Beatles se destacaram, na ausência de Elvis que estava filmando e de certa forma, sua carreira enfraqueceu.

  11. O autor dessa “materia” está a busca de seus 15 minutos de fama… Conseguiu? beleza…! agora vou comentar.:

    Esse tipo de matéria tem um cheiro muito ideológico de direita… alguém que quer destruir um dos poucos ícones mundiais que combatia essa forma estúpida de dominação humana.

    Sinceramente, já era de se esperar que algum lambe rabo do poder um dia viesse escrever tais bobagens …

  12. Todo mundo que conhece a história do Lennon sabe que ele era um babaca. Ele era. Mas a falta de talento eu realmente acho um argumento ruim. Ele conseguia fazer coisas legais com o pouco que tinha e sabia extrair dos outros algo bom praquilo o que ele queria. Isto é um talento. O David Gilmour afirma que ele próprio é um péssimo guitarrista. Que ele é lerdo, que ele tem problemas com a técnica e que foi por isto que ele inventou de segurar as notas um tempão. O lennon fazia as coisas simples e deixava quem era bom tocar. Cada um faz algo com aquilo o que tem, e se vende, não tem como dizer que faltou talento.

  13. Agora vai vir fãs com mimimi. Dão um tempo pra cabeça.
    Ninguém é obrigado a ficar babando ovo deles.
    A mídia sempre colocou eles no topo mais alto. Sempre como os talentosos, certinhos e blábláblá.
    Qual talento estamos falando? A mídia alimentou a imagem deles.
    Prefiro escutar Rolling Stones, The Who, Pink Floyd e Led Zeppelin que mostravam um lado mais realistas coisa. Onde mostrava que esse mundo não é só de paz e amor. Faziam melodias e solos de guitarras. Exploravam seus instrumentos.
    Não consigo suportar as músicas dos Beatles, e acho um saco fã quer enfiar na sua cabeça que você deve gostar deles e respeitá-los.

    • Cara, entendo q é chato ficar batendo na mesma tecla, mas, lamento dizer, é hipócrita gostar de rock e das bandas q vc citou, todas fodas, e não ter respeito pelos beatles por q eles foram fundamentais para o rock, tanto é que se vc analisar com cuidado, verá que bandas com o os rolling stones, inicialmente seguiram o sucesso dos beatles, não só pela questão de estilo musical, mas pelos temas q os beatles popularizaram (vide sgt pepper’s e our satanic majesties request).

  14. Esta página na net (HypeScience) até que é um pouco interessante, mas, em um artigo (ou postagem) como este, entre outros vários assuntos que publica, peca muito em não citar fontes para comprovações e certificações; assim descaracteriza as veracidades, caso sejam realmente verídicas. Muitos assuntos, artigos, postagens publicados através de HypeScience viram piadas e são achincalhados entre comunidades de acadêmicos, catedráticos, universidades, faculdades, profissionais de vários seguimentos e em especial entre cientistas de vários seguimentos. O que traz apenas como interessantes (na maioria das vezes) acabam sendo as fotografias postadas (em sua maioria também sem os devidos créditos). Por fim, não adianta querer atribuir a culpa ou a responsabilidade de falta de crédito a pessoa responsável pelo artigo ou postagem; pois, a página deve ser solidária por seus colaboradores, assim, erra e peca junto de forma solidária. OBSERVAÇÃO: COM A FALTA REAL DE CRÉDITOS, A PÁGINA DEIXA DE TER OU PODERIA TER QUATRO VEZES MAIS SEGUIDORES E/OU ADEPTOS.

    • Puxa cara se para ter adeptos deve se publicar só o que se quer ler fica dificil…Os valores no mundo sao estranhos…se nao falar o que se quer ouvir deixa de servir…pessoas nao gostam de ouvir nada que pode tirar o que sempre pensou…por isso falar sobre religiao da morte e deveria ser algo melhor, pois sempre deveriamos estar prontos para aprender e nao bloquear a realidade…

  15. Eu achei super legal a matéria! Fãs de Beatles/John são parecidíssimos com fãs de Guns. Acham que os caras foram perfeitos e não aceitam outra visão de nada, ABSOLUTAMENTE nada. Quem gosta dele, gosta .. não vai deixar de gostar. E quem não gosta (como eu) vai adorar kkkkkkkkk.

  16. Fontes por favor! É muito fácil sair afirmando o que bem entender num site meia boca, mal comecei a ler e percebi a imparcialidade do post. É obvio que quem escreveu,não suportava o john lennon.

    • Sim Paula porque estamos acostumados a isso…é assim na politica…partidos falam tao mal uns dos outros por nao se suportarem, nao falam a realidade e por isso temos essa ideia cultural de fechar os ouvidos quando alguem fala mal de algo que gostamos muito…independente de ser verdade ou nao…Não quero ouvir…prefiro deixar como esta.è bom achar que a pessoa que me tras boas lembrancas nao era o que eu achei…Por isso algumas vezes mães nao ficam sabendo quem foram seus filhos…

  17. LI por achar que críticas são interessantes; ataques, no entanto, são ridículos. Gosto de Lennon e dos demais Beatles e sei que eles, em suas vidas, são escrotos como todos e, sendo assim não precisam – e nunca conseguiriam – levar a existência como o dito em suas poesias. Que a figura que gastou um belo tempo de sua vida analise se eu, como jornalista que sou, poderia escrever 03 tópicos de sua vida ligados à sua carreira sem que o mesmo se envergonha-se ou, no mínimo, me processas-se. FAz assim: Tem a Anita hoje em dia que, ao que parece, deve render comentários idiotas mais embasados e com maior repercussão. Vai lá, pois, pois….

  18. As pessoas que escrevem estes “artigos” p/este hypescience são bem fraquinhas. Qdo alguem que se propõe a escrever algo mostra lodo de início que mal sabe escrever a língua pátria – no nosso caso, o portugues – como perder tempo achando que alguma coisa escrita pela mesma vai valer a pena? Sorry, people, mas este site e’ bem fraquinho. Cresçam e apareçam – e por isso quero dizer> da’ para aprender o bê-a-bá antes de comecar a escrever “idiotices”? thank you very much! 😉

    • Eliane vejo muito isso na net..pessoas que usam a sua unica sabedoria como maneira de sair na frente…a lingua portuguesa é sua deixa…isso é psicologia…vc tem poucos recursos…o site fez, nós nao fizemos nada, só estamos chateados por falarem mal de alguem que tras lembrancas boas, que tem musicas da paz…Pesquise mais…nao seja assim…evolua, curta a musica…sao legais eu tbem adoro beatles, adoro a musica do lennon…mas a pessoa é outra coisa…Nao tenha medo de mudanças…nao doi.

  19. postagem bem interessante. As pessoas têm uma certa idolatria e garanto que boa parte dos que o idolatram, conhecem apenas Imagine e glorificam músicas do tempo dos Beatles que sequer foram feitas por ele. Aliás, Hey Jude, foi composta por Paul em homenagem a Julian. Sobre a criatividade, não sei ao certo. O que sei com certeza é que Paul foi musicalmente bem melhor que John, inclusive na época pós Beatles…

    • Embora todas as músicas abaixo tenham sido creditadas à dupla, considere que determinadas canções foram escritas individualmente por John Lennon ou por Paul McCartney.

      Álbum Ano Música Principal Compositor(s)
      Please Please Me 1963 I saw her standing there McCartney, with Lennon.
      Please Please Me 1963 Misery Lennon and McCartney.
      Please Please Me 1963 Ask Me Why Lennon, with McCartney.
      Please Please Me 1963 Please Please Me Lennon.
      Please Please Me 1963 Love Me Do McCartney, with Lennon…

  20. SE A INTENÇÃO DA MATÉRIA FOI SÓ A DE CRIAR POLEMICA, PARABENS CONSEGUIRAM!!!PORÉM SE FOI A DE AXINCALHAR UMA PESSOA COMO JOHN LENNON, CARA…PODEM TENTAR QUANTAS VESES QUIZEREM, POIS NUNCA CONSEGUIRÃO!!! ELE É UM IDOLO E UM EXEMPLO DE COMO AS PESSOAS DEVERIAM SER!
    AS Q NÃO TEM CORAGEM COMO ELE TEVE DE SER UM REBELDE CONTRA O SISTEMA, PASSAM A FALAR MAL DE SUA CONDUTA DENEGRINDO A SUA IMAGEM…
    BEM TIPICO!!!

    FIZERAM O MESMO COM JESUS!!!

    O ESPIRITO HUMANO É O QUE É, ANARQUISTA, GUERREIRO E REBELDE!
    JÁ PENSARAM EM UM PRESIDENTE COMO JESUS,JOHNN LENNON,GANDHI,
    LUTER KING….OOOPSSSS!!!ELES FORAM MORTOS!!! PORQUE???
    PENSEM UM POUCO MAIS SOBRE ISSO!!!

    “NA APARENTE TRANQUILIDADE DE UM RIO, CORRE UMA BATALHA FEROZ EM QUE MUITOS PERDERAM SUAS VIDAS”

    UM ABRAÇO A TODOS!!!

    • kkk ta perdido igual cego em tiroteio…Presidente???? Ele??? Cara ele se drogava, mijava nas freiras por nao crer em Jesus…e tudo mais que o site falou…vc nem sabia disso né…nem deve ter lido nada ja parou na primeira estrofe?! nem se deu o direito da duvida…ja escolheu o presidente para votar?? estamos F. desistam o mundo nao tem salvação. O Assassino dele deu uma declaração porque o matou…Leiam…interessante. Faz sentido…Mas claro que ninguem tem de matar ninguem…se lascou.

  21. Quanta baboseira. Claro que ele não era perfeito, mas dizer que ele tinha pouco talento só me fez achar esse post completamente extremista e sem nexo. Amigo, sou pesquisador dos Beatles a anos, inclusive em pesquisas científicas…e acho que você exagerou, certo? Procure se informar da importância desse artista para a cultura pop e música do século XX antes de falar coisas que não fazem sentido. Abraços.

    • fãs xiitas sempre arrumando desculpa pra defender as merdas que o ídolo fez.
      john lennon era um bosta misógino e hipócrita. vivam com isso e parem de culpar a yoko pelo fim da banda.

  22. Dá para escrever matérias semelhantes sobre Elvis, Sinatra, enfim, qualquer pessoa que tenha de suportar o peso de ser celebridade. É a velha história: como diz Jung, ninguém é totalmente bom ou ruim. Velha história que os fãs mais xiitas e jornalistas mais escandalosos esquecem… Lennon já foi chamado até de “o maior gênio da música de todos os tempos”!
    E esta matéria usa de sofismas. Por exemplo, lembra, com razão, que John foi um péssimo pai para Julian, mas omite que ele procurou se redimir sendo um ótimo pai para Sean. (Sim, o texto fala de “seu filho”, no singular, esquecendo que ele teve dois.) E, como foi bem lembrado nos comentários, Sgt. Pepper pode ter sido obra de Paul, mas as duas canções mas lembradas são de John, “Lucy In The Sky” e “A Day In The Life”.
    Enfim, tanto esta tradução quanto ao original em inglês são coisa típica de polemista.

    • Nao conheço nenhuma das duas…e nao pode afirmar que ele foi bom para sean para compensar…filho se trata bem todos, sem diferença…e existem inumeras razoes para ele ter sido melhor para um do que outro…assim como existem no mundo todo…tem pai que só ama o filho da mulher que ama…existe pai que ama um e outro nao por ser menos belo e por ai vai…só pode aceitar que ele nao foi bom pai..porque se foi para um só nao é nada..porque ser bom é obrigação e nao conta..conta ele ter sido ruim

  23. Batia em Mulher – Oh no, I didn’t want to hurt you , I’m just a jealous guy. ( jealous guy)

    Abusava Emocionalmente do filho – Close your eyes,Have no fear,The monster’s gone, He’s on the run and your daddy’s here,Beautiful, beautiful, beautiful, Beautiful boy, Beautiful, beautiful, beautiful, Beautiful boy ( beautiful boy)

    Mentiroso patológico – I am the walrus ( I am the walrus)

    Separou os Beatles – And so dear friends, You just have to carry on, The dream is over ( God)

    Ignorante em política – Let me tell you now, everybody’s talking about: revolution, evolution, masturbation, flagellation, regulation, integrations , mediations, United Nations, Congratulations.
    All we are saying is give peace a chance , All we are saying is give peace a chance ( give a peace a chance)

    Não tinha talento – Picture youself in a boat on a river , with tangerine trees and marmalades skies , somebody calls you, you answer quite slowly, a girl with kaleidoscope eyes.. ( Lucy in the Sky With Diamonds)

    Sem personalidade – Dear john,Don’t be hard on yourself, Give yourself a break.,Life wasn’t meant to be run, The race is over, you’ve won ( Dear John)

    Hipocrisia – I don’t believe in magic, I don’t believe in I-Ching, I don’t believe in Bible, I don’t believe in tarot, I don’t believe in Hitler, I don’t believe in Jesus, I don’t believe in Kennedy, I don’t believe in Buddha, I don’t believe in Mantra, I don’t believe in Gita, I don’t believe in Yoga, I don’t believe in Kings, I don’t believe in Elvis, I don’t believe in Zimmerman, I don’t believe in Beatles, I just believe in me……. (God)

    • Vc nao é produtora musical, nao pode avaliar se ele foi ou nao bom musico….rs se disser a vc que milli vanille tambem nao tem talento vc ira dizer a mesma coisa….kkkkkkkk leia mais…rsrs Vao achar que eu detesto o lennon , mas nao…inclusive eu adoro as musicas e os beatles tbem….só sou realista. e me dou o direito de nao ser enganado por mim mesmo.

    • Francispp – E desde quando ser produtor musical te credencia para avaliar se uma música é boa ou ruim?! Isso é subjetivo e pessoal.

  24. Algumas considerações:

    1- John era um ser humano e seus defeitos são na verdade um acréscimo a mais no mito. Não era irmã Dulce, nem Madre Tereza, era o rocker de Liverpool. Ainda assim, procurou corrigir suas faltas através das campanhas de paz e a dedicação ao filho Sean.

    2- Sem talento? Ele era linha de frente, avant garde da banda. Criou os Beatles e, portanto,tinha direito de terminar com eles. São suas 50% das melhores pérolas da banda, de A Hard Day´s Night a Help. De Norwergian Wood In My Life a Come Together…

    3- Faltou John no Sgt Pepper? Mas são deles as duas mais lembradas deste disco, Lucy in the Sky e A Day in the Life…

    4- Enfim é recomendável não fumar sálvia antes de fazer uma avaliação tão importante como essa. Um abraço.

    • Concordo com tudo q tu falou menos a do Sgt Peppers Lucy in the Sky with Diamonds foi uma musica em que todos os Beatles ajudaram mt a ser feita e a Day in the Life John e Paul escreveram ela o Paul fez a orquestração masJohn tbm teve um papel importante nela. Realmente John é ausente nesse disco maravilhoso, foi quando Paul começou a liderar a banda e a ficar um pouco superior q Lennon.

  25. 1 – John disse que se apaixonou por Yoko a primeira vista mas ela o perseguiu? John era casado na época não dava para assumir algo com a Yoko obviamente vindo a se divorciar meses depois após uma relação extra conjugal no casamento com a própria Yoko

    2 – Não há relatos de que John batia na Yoko, mas há relatos da própria Cynthia Powell que John Lennon bateu sim, uma vez apenas nela e mesmo assim a pediu desculpas e não voltou a fazer isso novamente

    3 – Nenhum dos Beatles estavam conseguindo trabalhar mais junto por vários motivos, como por exemplo após a morte do Brian Epstein o Paul tomar uma posição de líder, outro dos motivos foi com a fascinação de John pela Yoko, ela estava sempre presente no estúdio, os outro Beatles não gostavam dessa ideia e ofenderam a Yoko, um exemplo das ofensas foi que toda as vezes que Paul tocava “Get Back” na parte da letra que ele diz “Get back to where you once belonged” (volte para onde você uma vez pertenceu) ele olhava para Yoko como provocação, e quem disse isso foi o próprio George Harrison, e além do mais, John não foi o único Beatle que saiu da banda, anteriormente George e Ringo já tinham saído, mas todos regressaram então não faz sentido criticar o John pela saída dele

    4 – Julian disse no documentário imagine que basicamente John e Julian estavam ficando cada vez mais próximos e antes da morte de John não haviam mais barreiras entre eles

    5 – Alf, John é filho de Alf e Julian Lennon, aos 5 anos de idade ele foi morar com sua tia Mimi e seu tio George, mas John não pertence ali, ou seja John é sim filho da classe trabalhadora, essa é sua origem.

    6 – A ideia de esconder o casamento não veio de John, veio de Brian Epstein, sendo John jovem e um homem notório, Brian acreditava que um casamento e um filho precoce iria abalar suas fãs

    7 – John Lennon tentou unificar as pessoas, sim, ele vivia uma vida bem sucedida com tudo aquilo que ele conquistou, mas morando em uma mansão ou uma casa qualquer no subúrbio, ainda sim se trata de posse, John não era mais obcecado pela hinduismo, i-ching e etc, assim como está presente na letra de “God” e mesmo assim, a fascinação por religião não a torna verdadeira ou um benefício, ou seja, mesmo se John realmente fosse fascinado, isso não quer dizer que ele não acredite que aquilo tem que acabar

    8 – John tinha sua própria política, John causou ondas de protesto e até foi perseguido por causa de revolução, John acreditava no que fazia e isso era mais importante do que seguir um padrão para ele, John acreditava no amor e no poder do povo, John Lennon por causar revolução, ocorreu tentativas de expulsa-lo de Nova Iorque mas ele conseguiu moradia definitiva em Nova Iorque.

    E o mais importante, John assim como todos pode ser um tanto quanto contraditório as vezes, mas todos nós temos defeitos, não importa se você é Gandhi ou você é o maniaco do parque, como humano você tem defeitos, John Lennon viveu sua vida acreditando no que fazia, John poderia ser qualquer coisa, mas resolveu ir para as ruas protestar sobre a vida da população que obviamente o milhonario não precisava, mas ele se importava com os outros e quando finalmente amadureceu, largou sua carreira para não cometer o mesmo erro duas vezes, largou tudo para cuidar de seu filho Sean Lennon.

    Adorei seu texto, mas um pouco mais de estudo é necessário

    Abraços

    John W. Lennon, descanse em paz.

    • O cara que criou esse post esquece que Van Gogh cortou a orelha, Elliott Smith tinha depressão e se matou, Elvis era bebum, Picasso era mulherengo, Bukowski batia em todas as mulheres que saia …qualquer gênio tem seu lado “sombrio”…mas dizer que o cara não tem talento foi o fiasco. Comprometeu o post, totalmente dissimulado.

  26. Jeniffer.. Eu tenho todos os álbuns da banda. Mas sou fã apenas do Lennon.. Na questão “música de elevador”, foi o John que usou este mesmo termo para descrever as músicas que o Paul fazia. E brincou uma vez dizendo: “A única coisa que você fez foi Yesterday”. Eu não me recordo de uma música de protesto escrita pelo Paul, apenas “Blackbird”. E em nenhum momento menosprezei a qualidade do Macca. Muito bem escrita, digasse. John era o cara mais engajado nas questões mais polêmicas. John tratou – pós-Beatles – com desprezo suas canções. Ele gostava apenas das mais ácidas e irreverentes. Ele dizia isto nas entrevistas, desprezava a banda e sua música. De fato, ele cuspiu no prato em que comeu, ele apenas se arrependeu de não ter sido verdadeiro no começo da carreira, no sentido de ser ele mesmo, usar as roupas que queria, cantar apenas o que queria, falar o que queria sem ser censurado. Acredito eu. Não me entenda errado querida. E Helter Skelter foi composta apenas para dar “combate” com a fase mais suja do The Who. Cuide-se.

  27. Vamos por partes: John Lennon era uma pessoa de comportamento agressivo e abusivo quando mais novo. Entretanto, ele era um jovem tolo que afirmou que o Cristianismo iria sucumbir diante do mundo, aonde ele não sabia qual iria desaparecer primeiro: Rock and roll ou Cristianismo.

    A separação: Tem várias versões para este ocorrido. A mais plausível é aonde os Beatles estavam boicotando as músicas mais filosóficas e te conotação política. Revolution é o exemplo disto. Eles – George, Ringo, Paul – não queriam a música no White Album. Outra hipótese, frequentemente os membros do Fab Four insultavam a Yoko. Dizem que na música “Get Back”, Paul sempre olhava fxo para Yoko no refrão.

    Hipocrisia.. ele era muito. Antes de se ‘tocar’ para a vida. Ele fez diversas manifestações pela paz. “Bed in” é o mais conhecido. Em relação a clássica – sem sentido – frase: “Somos mais populares que Jesus Cristo.” Enfim, apenas idiotas acreditam nisto. Ele não disse isto, teve um contexto, que foi propositalmente ‘esquecido’ pelos editores da entrevista. E a “má fama” do Lennon vem muito desta frase, mal-interpretada.

    Sem identidade? .. Sei lá, nesta época todos embarcavam em qualquer onda. Lennon fez isso – no começo – apenas pelo dinheiro. Com toda a arogância dele, ele teve que a engolir e se vender. De fato. Ele se vendeu. Entretanto, ele nunca mudou suas opiniões para agradar ninguém. Tanto que nunca fez retratações as suas diversas pérolas.

    Sem talento? .. Isso foi piada? Ele parou de fazer música de elevador e começou a tomar mais postura de homem. Apenas isto. Paul até hoje continua nas mesmas coisas amorosas e que vendem muito. O senhor poderia escutar as seguintes músicas: “Working Class Hero”, “Imagine”, “Instant Karma”, “Sunday Bloody Sunday”, “Revolution”, “Watching the wheels”, “How do you sleep?”, entre tantas outras, e todas na sua carreira solo.

    Lennon e a política: Vou lhe confessar, os EUA temiam o Lennon. Por diversas vezes tentaram extraditar ele. “Give peace a chance” é terminantemente proibida em tempos de guerras. O FBI vivia na cola do Lennon, o investigando. Há boatos que o Lennon enviava dinheiro a países de menor poder aquisitivo, para estes se protegerem contra os ataques americanos e ingleses. EUA começaram a têr mais ódior do Lennon, quando ele começou a fazer discursos e “ameaçar” a eleição americana. Enfim, o senhor deveria buscar mais informações. Tais estas que não venham do lado cristão da linha.

    Resumindo: Lennon foi um idiota quando novo. De fato, eu sou fã dele e mesmo assim admito. Ele era arrogante, extremamente. Porém, chegou um momento da vida dele, que ele simplesmente abidicou de todo o seu passado e começou um novo futuro. Ele não queria ser exemplo para ninguém, ele mesmo disse: “Não confie nos Beatles, em mim.. confie em ti.” A entrevista dele para a Rolling Stones – a última – é de suma importância para entender este senhor, este Deus, este filósofo. Que pesar dos pesares, era apenas um ser humano, com qualidade e defeitos.

    Abraços.

    • Concordo com vc, mas no quesito o fim dos beatles a explicação mais plausível é todo mundo estava de saco cheio de tudo e todos, George e John queriam seguir solos, Ringo já não aguentava mais o descaso com ele, Paul com a briga com Alan Klein. E por favor não chame a musica dos beatles de elevador, só quem não conhece ousa chama-las assim erroneamente. E Paul não fez só cancões melódicas, vide Eleanor Rigby,Helter Skelter,rock racoon, a própria get back… Eu o acho um dos cara mais versáteis na musica.

    • Po cara vc sabe tanto do cara e critica o site???!!! fala serio…o que vc falou é o que esta aqui…vc só esta querendo fexionar um pouquinho mais para melhorar a situação do cara…seja realista pq vc parece ser, saia de cima do muro…vc sabe que a musica nao tem nada haver com a pessoa e ele nao é exemplo de nada…um cara que fala de paz e fazia tudo que fez…sabe porque o assassino disse ter matado ele?? sabe…se ele deixou de ser como vc diz, vc nao pode afirmar…atitudes, nao palavras

  28. Não quero criar aqui uma discussão religiosa mas só lembrar uma ocasião em que Jhon sendo apreciador de tantos credos religiosos disse certa vez que ele era mais conhecido que Jesus Cristo na terra, eu nessa época por exemplo já ouvia o nome Jesus Cristo mas Jhon Lennon não até por que nessa época não era qualquer família que tinha uma TV em casa,muita autolatría da parte dele.

    • Primeiro, é John Lennon, segundo John explicou em uma entrevista que ele disse sobre influência, a influência que os Beatles causavam nas pessoas estava maior do que a religião estava causando o que era verdade, a beatlemania cresceu numa proporção assustadora, mas é claro que aqui no Brasil por conta da ditadura não era divulgado tanta coisa lá de fora, eu não compreendo o que há de chocante nisso, quero dizer, John Lennon deu sua teoria, e tudo no mundo é teoria, não há razão para crucifica-lo.

  29. Essa questão da hipocrisia é muito normal no ser humano,até os políticos sobem no palanque e rasgam elogios ao sistema público de saúde,mas que, na hora do aperto, correm para o Sírio e Libanês. Sendo assim, acredito que agir de acordo com aquilo que se prega, só serve para os simples mortais como nós.

  30. Para começar o album some time in new york city é melhor do que qualquer outro album dos 3 outros beatles! E so a musica strawberry fields matas qualquer uma outra de paul. com toda certeza .john foi o melhor ativista contra os politicos ,me diga outro musico que lutou mais que john. e causou tato impacto e poder e medo aos politicos. Ta ai a fama dele , E o melhor musico do mundo . gerge harrison nunca soube cantar nem tocar ,ja estou cansado de ouvir que ele era melhor solo, me da so vontade de dar risada so isso; de tanta ingenuidade e falta de inteligência e de gosto! E john nunca bateu na yoko.como todos que tem defeitos ,todos querem se aperfeiçoar ,ninguem conseque ser exatamente o que diz tudo e uma busca pela perfeiçao. john se vestia melhor do que ninquem, simplesmente nao foi o cara; ele é o cara!! so cantava hino .me cite outro que so fazia hinos mundiais nao existe!!!Ele saiu dos beatles porque simplesmente e melhor como john lennon o pai o marido o soldado , romantico carismatico transformador alem de sua epoca em suas esta o proprio segredo do sucesso que serao cantadas por imensas multidoes por geraçoes e geraçoes. Que mais? com certeza tem de sobra; mais ja bastaria um abraço com carinho e peace,peace,peace. give peace a chance!!!

    • Se vê que vc não conhece nada de Beatles, de Lennon, muito menos de George Harrison.
      A unica coisa que realmente não concordo com o post é que John era sem talento, ele era muito talentoso.Mas Macca e George eram mais que ele. Sim, e isso o deixava inseguro.
      E amigo, All Things must past, é o melhor album solo de um Beatles, comumente aceito. E George é considerado um dos melhores guitarrista que já pisou nesta terra.
      Pai, pergunte a Julian como ele era. Marido, leia o livro de Cynthia. Ativista político, veja como ele se achava ao olhar pra trás em 1980, um ingenuo.Mas não ele não separou os Beatles, só foi um dos fatores.
      Cara, leia mais sobre John e pare de endeusa-lo. Eu discordo de alguns pontos do post, mas entendo que o cara que o escreveu queria acabar com o mito perfeito, um deus na terra.
      Os quatros beatles foram uma junção divina, nunca se viu e nem se verá quatro caras mais talentosos na terra.

    • Tem muitas coisas que não concordo nesse artigo, até porque muitas considero inverídicas, visto que tenho biografias do John Lennon, mas uma coisa não posso deixar de te dizer: você tem uma visão utópica a respeito dele.
      Melhor colocar os pezinhos no chão.

    • Deu pra perceber que falta uma base aqui, John era o cara, mas dizer que o George nunca soube tocar ou cantar? John era o pior guitarrista dos Beatles, George sabia tocar muito bem, bem de uma maneira que o John nunca soube, tanto que após sair dos Beatles, John convidou George para tocar em muitas de suas músicas, exemplo delas é “How do you sleep? e Oh my love”, cantar é uma questão de opinião, mas dizer que o cantor de Something, Here comes the sun, While my guitar gently weeps, Long long long, Savoy Truffle, Piggies, Blue Jay Way, For you Blue, I me mine, Taxman, I want to tell you, If i needed someone, Think for yourself, I need you, Do you want to know a secret ” entre outras não sabe catar é injusto.

  31. “Faça o que falo, não faça o que eu faço”, Essa frase é a mais pura verdade, canta o que o povo quer ouvir e não o que realmente pensa. É difícil encontrar um artista que não seja somente comercial, midiático. Dentre outras coisas criam poesias “influênciadas”, por pensamentos não de dentro mas, provocados. Infelizmente, somente vem a tona, para mim, novidades desses personagens, depois que se foram.
    E quem gostaria de “brigar” com o lucro ?.

    • Desculpe-me a pessoa que escreveu o texto, mas dizer que não há nada de John no Sargent Peppers…
      Das duas uma, ou o sujeito não conhece o Sgt Peppers, ou não conhece John Lennon.
      Paul fez talvez apenas a música Sargent Peppers de momento mais brilhante no álbum. O resto é puro brilho e inovação de Lennon (Lucy in the sky, A day in the life, For the benefit…)
      Se isso não é fazer nada, eu já não sei o que é ter criatividade…
      O que há de marcante em Paul no Sgt Peppers? Coisas tolinhas como “When I’m 64…”, totalmente fora do contexto do álbum.

      COncordo que Lennon teve uma carreira-solo mais errática e desigual, mas a sua superioridade ao compor era absoluta.

    • Vcs são poser, Sgt Pepper’s foi idéia do Paul, quem fez a maioria das músicas foi ele, embora creditada a Lennon/MacCartney. Vc está confundindo com George que contribui só com “Within You Without You”, aliás, que contribuição, musicão sensacional.E se vc acha fixing hole, She’s Leaving Home”, “With a Little Help from My Friends” e lovely Rita bobinhas, vc deve rever seus conceitos. Tudo bem que eu acho a melhor do album é a day in the life, mas é ignorancia sua e de quem te deu joinha me deixa pasma.

    • Vagner Coletti, você esqueceu de mencionar que, além de tudo isso, quem projetou a capa de Sgt. Peppers foi John Lennon que, não podemos esquecer, além de ser uma capa histórica, foi a primeira capa de disco contendo as letras das músicas.

    • PQP, bando de poser!!!A idéia do disco e do nome Sgt. Peppers foi de Paul McCartney, que imaginou os Beatles fingindo ser outra banda. Paul desenhou em um papel um grupo de pessoas assistindo a banda Sgt. Peppers e levou a idéia para os outros Beatles, sugerindo que todos escolhessem pessoas que gostariam de ver na capa.Vcs conhecem os Beatles tao qual eu conheço Júpiter !!

  32. Hummm… Vejo muita gente descontente com a materia, nunca achei os beatles talentosos como a midia restrata, essa é minha opinião, com todo respeito é claro, particularmente meus herois da musica são Little Richard, Jerry Lee Lewis, Johnny cash e não esqueçamos de Chuck Berry, mais claro, não cairam tanto assim nas graças da midia, sejamos sinceros…

  33. Ninguem chuta cachorro morto, a ñ ser q o cachorro seja de um ‘desafeto seu”.Pobre rapaz esta morto ñ pode se defender das acusações q lhe imputam!Quem disse q ele era ou é um anjo,muito cretino mais é quem procura de uma maneira ou de outra faze-lo um canalha, ele é como todos os homens do mundo, ou seja, cheio de falhas,erros e acertos, deixem a alma eo nome do coitado em paz.Já faz tanto tempo q lhe tiraram a vida, se isso ñ tivesse acontecido, quem sabe hoje teria aprendido e seria um homem bem melhor, porque ninguem nasce sabendo tudo, aprendemos c\ a vivencia nossa e dos outros.

  34. Pessoas desprovidas de talento ficarem famosas nao é nenhuma novidade. Ninguem concorda que hoje a mídia está cheia de supostos cantores, sem nenhum talento, sendo venerados por muitos e ficando milionários? É uma característica do ser humano, da mesma forma que é programado para acreditar em Deus, também é programado para venerar algumas pessoas e até sustentá-las (torná-las ricas), não importa se ela for uma pessoal normal (sem talento), deste que ela seja uma pessoa conhecida por muitos. Ex: reis, politicos, imperadores e “mulheres fruta”.

  35. …Quanto à carreira solo de John, você consegue lembrar o nome de alguma música de “Sometime in New York City”?…


    posso lembrar de várias músicas dele, depois que saiu dos Beatles, e todas de muito sucesso:

    IMAGINE – http://www.youtube.com/watch?v=XLgYAHHkPFs

    WOMAN – http://www.youtube.com/watch?v=f-x1FsvOAz4

    HAPPY XMAS (WAR IS OVER)- http://www.youtube.com/watch?v=yN4Uu0OlmTg

    GEAVE PEACE CHANCE – http://www.youtube.com/watch?v=xwJQffbssxo
    E POR AI VAI…

    • nunca ouvi falar que ele finaciava grupos radicais e violentos, pelo contrario era notorio defensor da paz…
      como muitos já falaram ai, falta fontes fidedignas para seus comentários…

      quero ver se tem coragem de publicar opiniões contrias a sua…rs

  36. Se tudo isso é verdade sobre Lennon o assassino também foi seu salvador o tornando um mar tire antes que ele fosse desmascarado para o publico, agora é tarde mesmo que coloque na mídia um filme com varias pessoas que conviverão com ele confirmando isso quase ninguém vai acreditar a sua imagem se tornou muito forte com o passar dos anos.

  37. Ele poderia ser tudo isso que colocaram nos oito itens. Mas era um ícone independente da sua vida pessoal. Na verdade, músicos são pessoas, e estas por sua natureza, são mesmo imperfeitos. As pessoas, em geral, gostam muito de atirar pedras. Também prefiro o George Harison e o Paul como músicos individualmente, eles possuem extremo talento e coesão, mas falar sobre o John assim, é uma controvérsia muito grande, se ele não fosse bom, porque estaria nos Beatles? Parem e pensem se foi ao acaso!

  38. Concordo com o Wesley, o texto original não cita fontes e mais parece um ataque de opiniões pessoais coletadas de relatos pelo autor, que não deve ser fã dele.
    Quem é fã dos Beatles sabe que os quatro não eram fáceis de lidar, abusavam das drogas. Agora falar que ele não tinha talento, aí é demais.
    Yoko Ono foi o grande problema, já vi um documentário inglês com declarações de pessoas muito próximas a ele que diziam o quanto ela era negativa para ele, o manipulava, e quanto ele era melhor quando estavam separados e ele estava longe dela. Ela era e é básica, péssima artista, cantora, compositora e arrastava ele nesses delírios dela. Esse filho deles é básico (Sean), suas músicas não apresentam nada de extraordinário, e duvido muito que se a Yoko não tivesse vivido com Lennon, seria conhecida.
    Mas, realmente penso que a maior vítima nisso tudo foi o Julian…

    • Persefone, concordo contigo. Tanto é que John e Julian “fizeram as pazes” mas nunca se relacionaram como pai e filho e continuaram distantes.
      Eu também vejo por esse lado, em que a Yoko tem grande culpa no fim dos Beatles, até porque na época em que eles estavam separados, ele estva considerando um retornodos Beatles e já tinha trocado uma idéia com os outros. Mas aí eles acabaram voltando e deu no que deu: 1975-1980.

  39. Tb concordo com o Wesley, parece mais ataque baseado em opiniões do que fatos verdadeiros, esse site não é confiável. Vcs não acham que se ele batesse na yoko mesmo, eles não iriam saber na época, sei não heim. E fala dele com base na música Imagine, ah pqp

  40. Quanta bobagem em um único artigo.
    JOHN LENNON NÃO TINHA TALENTO???

    É FALTA DE SENSO CRÍTICO ACREDITAR EM TUDO QUE LÊ.

    Durante a década de 1970, John e Yoko envolveram-se em vários eventos políticos, como promoção à paz, pelos direitos das mulheres e trabalhadores, e também exigindo o fim da Guerra do Vietnã.

    Jonh Lennon deu apoio ao movimento Black Panther Party que tinha a finalidade original de patrulhar guetos negros para proteger os residentes dos atos de brutalidade da polícia.

    Na Olimpíada da Cidade do México, Tommie Smith e John Carlos, dois atletas medalhistas dos EUA, fizeram a saudação “black power”, braço estendido com o punho enluvado e fechado, durante a cerimônia de premiação da modalidade. O Comitê Olímpico Internacional (COI) baniu-os dos jogos.

    O punho erguido (“Raised Fist”) foi usado como símbolo de propaganda do Black Panther Party.

    Lennon devolveu sua medalha de Membro do Império Britânico à Rainha Elizabeth, como uma forma de protesto contra o apoio do Reino Unido à guerra do Vietnã.

    Recentemente, em 2008, John foi considerado pela revista Rolling Stone o 5º melhor cantor de todos os tempos.

    Foi considerado o 55º melhor guitarrista de todos os tempos pela revista norte-americana Rolling Stone.

    O CARA sem talento, deixou essa música para a humanidade:

    http://youtu.be/yN4Uu0OlmTg

  41. John Lennonm foi um icone pop e fazia coisas que qualquer astro do rock faria. Acho pura hipocresia alegar que ele não era um exemplo de bom comportamento, considerando que não e exatamente esta a bandeira do rock’n roll.
    Quanto a não saber tocar, desafio qualquer a criar melodias e canções como faziam com apenas 3 acordes.

  42. Acho que esse é o trecho mais tosco do texto: “Quanto à carreira solo de John, você consegue lembrar o nome de alguma música de ‘Sometime in New York City’?” Ignorar todos os outros grandes sucessos de John foi bem infantil.

    Se você pegar a carreira solo de Paul, um músico muito talentoso, isso também vai acontecer.

    Com essa frase você mostrou um mínimo de conhecimento da carreira do John, e só ajuda a provar que fez esse artigo mais pra conseguir haters do que outra coisa (apesar de nele ter algumas verdades, não nego). É claro que o artigo é subjetivo e você tem todo o direito de falar isso. Mas até parece que todos os outros Beatles (pra ficar só nesse exemplo) são santos.

    E essa sua lista me lembra essa outra, bem melhor, já que é pra causar. Pelo menos tem bom humor: http://www.naosalvo.com.br/10-argumentos-que-provam-que-molejo-e-melhor-que-beatles/

  43. Concordo com comentário que diz parece mais ser um ataque baseado em opniões do que fatos verdadeiros, mas concordo com partes da matéria. Por exemplo sobre política: ele nunca teve músicas censuradas na BBC inglesa e o Paul teve algumas, por motivos políticos (Give Ireland Back To The Irish) ou por ‘costumes’ (C Moon), só para citar duas delas.
    Sobre sua técnica músical, qualquer guitarrista identifica imediatamente os ‘solinhos de uma corda’ dele, contrastando com a elaboração técnica do George.
    Sobre suas composições, as melhores são aquelas em que ele escreve sobre ele próprio, como em “In My Life”, “Come Together” ou “Nowhere Man”, contrapondo às composições mais elaboradas do Paul, sempre com várias passagens melódicas brilhantes, como “Got To Get Into My Life” ou aquela verdadeira ‘suite’ do lado 2 de “Abbey Road”.
    Mas ele não está mais aqui para se defender e o seu legado com os Beatles são o ‘Clássico’ do século XX. Sobre tudo o que os 4 fizeram existem milhares, repito: milhares de publicações. Se eles não fossem os melhores, por que é que tanta gente se preocupou tanto sobre eles?

    • Olá Wesley !
      Concordo inteiramente com voce !
      Além do mais, há um ditado que diz que “quando a onça tá morta, todo mundo vai lá e enfia o dedo no c.. dela” …
      Parece ser este o caso .
      Abração

  44. Todos esses personagens marcantes como esse John são alter-egos, não pessoas reais. John Lennon, Michael Jackson, Elvis, Raul Seixas, Paulo Coelho, não são pessoas, (ou Magos), são personagens, uma idealização do que seus progenitores, e muitos fãs, gostariam de ser. Não são diferentes de Sherlock Holmes, Harry Potter ou o Batman, a única diferença é que esses a gente lê ou vê em filmes mais cientes de que não são reais.

    • Cara, comentário perfeito! A unica pessoa que tenho como héroi sou eu mesmo, que acordo todo dia de manha pra mudar minha vida.
      flw.

    • quando Rodolfo saiu do Raimundos ele disse exatamente isso
      que estava cansado de viver um personagem pra vender
      e teve a mesma atitude de John, simplesmente chutou o balde e escolheu outro futuro

Deixe uma resposta