A casa das flores – o retiro de prostitutas aposentadas

Por , em 14.12.2010

A Casa Xochiquetzal (pode ser traduzida como “casa das flores”) é uma espécie de asilo para prostitutas aposentadas, que fica na cidade do México.

O centro foi fundado em 2007 por uma “ex-dama da noite”, Carmen Munoz, que ficou impressionada pelo número de prostitutas aposentadas que estavam vivendo nas ruas. Então ela passou a procurar apoio do governo e, atualmente, sua casa abriga 27 mulheres, com mais de 60 anos.

Uma coisa interessante é que muitas das mulheres de lá continuam a praticar o seu trabalho.

Em muitos casos elas foram literalmente vendidas quando ainda eram meninas e forçadas a entrar na prostituição, logo perderam todo o contato com suas famílias. Mesmo que algumas ainda trabalhem, como você pode imaginar o dinheiro é pouco, então a casa oferece abrigo.

Mesmo que elas se divirtam juntas, quase todas tiveram uma vida muito triste e possuem filhos que mal lembram de sua existência, quanto mais as visitam.

Os visitantes da casa das flores afirmam que passar por lá faz a prostituição parecer algo muito diferente do que imaginamos. Confira mais imagens:

[OddityCentral]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

68 comentários

  • jane:

    Independente ou não de terem sido prostitutas, são pessoas precisando de ajuda na velhice.

  • claudemir da silva:

    cada qual com seus problemas

  • Felder:

    Não fico surpreso com noticias como essas. É a profissão mais velha do mundo, nada mais justo elas terem um lugar para elas, pois afinal todos nós “santinhos” ou não vamos para o mesmo lugar.

  • criancinha:

    Continunando: Se elas fossem freirinhas abandonadas, isso mudaria alguma coisa pra você leitor?

    Espero que alguém tenha discernimento para responder a pergunta…

    (Eu precisando de homem foi ótima, essa objeção foi bastante pertinente ao assunto….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk)

  • Fala Sério:

    CORRETO.

    Fala Sério / 24.02.2011
    Criancinha meu amor você já viu freiras abandonadas?
    Realmente ou você se faz ou realmente você é uma criancinha.
    Eu acho que você esta precisando de um “HOMEM” na sua vida
    meu amor!
    =============================================================
    criancinha / 24.02.2011
    Se elas fossem freirinhas abandonadas, isso mudaria alguma coisa pra você leitor?

  • criancinha:

    Se elas fossem freirinhas abandonadas, isso mudaria alguma coisa pra você leitor?

  • RAMON VALDES:

    Vou facil nas tiazinhas!

  • Brenda:

    Antônio: Faz sentido pensar nas causas que estão por detrás destes comportamentos.
    O que não faz sentido nessas circunstâncias é observar que no texto diz assim “Uma coisa interessante é que muitas das mulheres de lá continuam a praticar o seu trabalho.”

    Isso não é preconceito, nem nada semelhante, mas, as pessoas (seja homem o mulher) que escolhem essa vida optam por não sair dela, pois, o dinheiro vem muito fácil e é ganhado com prazer… Digo com prazer pois também é hipocrisia dizer que elas não sentem nada..

  • António Barras:

    E se as pessoas que não passaram por esta realidade por um momento vivessem a mesma, como reagiriam? É fácil criticar, apontar o dedo ao nosso semenhante, dificil é colocarmo-nos no lugar dele.Em que circunstancias estas pessoas entraram neste mundo, e não nos podemos esquecer que também existem homens que se prostituem. Será melhor pensar nas causas que estão por detrás destes comportamentos. Não devemos mandar pedras aos outros, podem vir a cair sobre nós e o futuro não se adivinha!

  • Falando Sério:

    A nova geração de prestadores de serviços aos “coitadinhos”
    já esta renovada. Digo e repito enquanto existir cavalo branco São Jorge não anda a pé. É facil Daniel pega o seu
    ordenado mensal e faz um abrigo para as prostitutas da sua
    área assím elas não vão precisar de pagar aluguel e o dinheiro
    que elas receberem podem ser gastos com outras coisas..

  • daniel:

    Deviam fazer um abrigo desses pra prostitutas não aposentadas. Para arranjar uma vida descente para as coitadas. 😀

  • Brenda:

    Ah Nina, me desculpe mas, o que você diz se contradiz com muita coisa do mundo de hoje.

    “que escolhas elas tiveram”
    Sério? Como pode dizer isso? Quando a pessoa de fato não quer aquilo pra ela, ela põe a “boca no trombone”, não importa, por mais que apanhe ou fique machucada ela sabe muito bem correr eu creio. Fugiria, pois as “cafetonas” não ficavam de plantão, vigiando as pobrezinhas.

    Se você analizar friamente a história verá que nem tudo que você esta dizendo é fato.
    E isso não é por que estou vomitando meus preconceitos, pois nem os tenho. Cada um faz o que quer e se vira como puder.
    Isso é a opção delas, dinheiro facil (pelo menos as de hoje). A verdade nua e crua é que são poucos os que tem peito pra levantar cedo e por a cara pra bater de VERDADE.

  • Nina:

    FIquei até meio chocada com o fato de ler que a maioria dos comentários deixa parecer que essas mulheres infelizes ESCOLHERAM ser prostitutas. Leiam melhor a matéria e vejam que elas foam VENDIDAS quando eram pequenas. Isso muda tudo. Se uma menina pequena é vendida para um bordel ela tem o que como exemplo de pai e mãe, só para começar? E para sobreviver no mundo, ela aprende a ser hipócrita, a elogiar um homeme imundo e pedófilo, para não apanhar, não ser muito machucada, ou para ganhar umas moedas a mais para ter o que comer no dia seguinte. Não foi à escola, muito provavelmente, teve seu mundo reduzido por imposição das cafetinas. E ainda vão dizer que a formação da personalidade, psiquismo e senso moral de uma criança educada assim vai ser o de uma classe-média?

    Outra coisa: Antes de dizerem que nós pagamos pelo assistencialismo, leiam de novo: isso se passa no México, o nosso SUS não é multinacional.

    Por favor, pensem um pouco antes de vomitar raivas e preconceitos.

  • Brenda:

    Nossa o incrível é que mesmo depois de velhas elas não deixaram de parecer prostitutas…
    Olha a roupa da segunda anciã prostituta… Sem comentários, eu teria vergonha.

  • Eu:

    Independente delas terem sido ou ainda praticarem seus “trabalhos” como prostitutas…são seres humanos…e tenham certeza que pagam seus impostos também como eu e vcs…até num grão de arroz por elas compradas meus caros…então tem todos os direitos sim…de ajuda do governo….UM VIVA PARA AS PESSOAS DE BOM CARÁTER…

  • Criancinha:

    Voce estava antes dizendo que é contra o assistencialismo em favor dos idosos que passaram a vida toda turrando tudo.

    Agora está criticando o assistencialismo dado a pessoas da segunda idade que ainda possuem condições de trabalhar.

    Uma coisa é uma coisa, outra é outra.

    Te critiquei porque senti um ar de deboche por sua parte pela situação das senhoras da notícia, pelo fato de serem prostitutas. Aí você desabafa seu preconceito jogando assum de assistencialismo, e, agora fala em planejamento familiar, para que não percebam a sua raiva com as prostitutas.

    Procure então esclarecer melhor suas opiniões para evitar interpretações dúbias e acharmos que voce é aqueles que passa a vida toda resmungando de braços cruzados, que sãio pessoas que acabam ficam sozinhas no mundo….abandonadas…

  • Falando Sério:

    Cara Criancinha..
    Olha não precisa rogar praga para mim, pois desde criança eu me preocupei com minha velhice, e hoje “Criancinha”, ela já estar mais que garantida!! São pessoas como você que incentiva os “Obá Obá da vida”.. Pelo andar da carruagem quem estará precisando de um asilo quando ñ for mais criancinha será você! Espero que isto ñ aconteça e que você acorde para a realidade da vida. Enquanto um trabalha legal e honesto neste país três ñ faz nada e ficam esperando o assistencialismo de um ou de outro.
    Veja a quantidade de pessoas que vivem a vagar pelas ruas do nosso país, Pense nisto. O que esta faltando neste país é um sério “Planejamento Familiar”. Detalhe enquanto existir pessoas fabricando filhos sem ter condições para planejar seu futuro e falando que “Deus Cria” seremos sempre um País de Terceiro Mundo e nós trabalhadores pagando os maiores impostos do Mundo.

  • Criancinha:

    perdoem-me a postagem dupla, estou ainda me familiarizando com o site…rs

  • Criancinha:

    Enquanto existirem pessoas em situção de hipossuficiência neste país deve haver sim um programa de assistencialismo, pois é o mínimo que temos que fazer para dar uma existência digna às pessoas que nao podem mais trabalhar para sobreviver.

    Não interessa se alguém gastou tudo que tinha na sua juventude. O destino dos proventos ganhos pelo suor do trabalho pertencem exclusivamente ao TRABALHADOR, que tem o direito de ser feliz como bem entender. Se não subverte a paz e a liberdade de outrem, nao devemos interferir.

    Se tu quer abandonar um idoso porque gastou rios de dinheiro com futilidades mundanas, não deve reprimi-lo somente por ter sido uma prostituta, senão o verei como um preconceituoso.

    Deve abandonar também o velho que gatou tudo que tinha quando era um grande esportista. Ele não tem mais pernas pra driblar, nao tem mais braços pra nadar…

    Deve abandonar também todo velho imundo que não tem mais dinheiro pra nada, não porque gastou tudo que tinha, mas porque já era marginalizado pelo Estado Protetor desde quando nasceu.

    Abandona também sua esposa, que passou a vida toda torrando torrando seu dinheiro, e já idosa não consegue arrumar um emprego que preste.

    Abandona também seus pais que, por amor excessivo e certa ignorância, fizeram o impossível pra te dar aquele luxo que voce sempre sonhou, e eles agora não têm mais nada nem pra comer.

    Eu não vejo problema algum em dar dinheiro pra ajudar todas essas pessoas a ainda terem um sentido para viver. Não há dinheiro que pague por um simples sorriso.

    Sr. “Falando Sério”, com todo respeito, guarde essas suas opiniões com você, pois caso contrário quem vai ser um velho abandonado aqui não vão ser essas ex-prostitutas da foto.

    Att.

  • Criancinha: falando sério é o C#%&@$:

    Enquanto existirem pessoas em situção de hipossuficiência neste país deve haver sim um programa de assistencialismo, pois é o mínimo que temos que fazer para dar uma existência digna às pessoas que nao podem mais trabalhar para sobreviver.

    Não interessa se alguém gastou tudo que tinha na sua juventude. O destino dos proventos ganhos pelo suor do trabalho pertencem exclusivamente ao TRABALHADOR, que tem o direito de ser feliz como bem entender. Se não subverte a paz e a liberdade de outrem, nao devemos interferir.

    Se tu quer abandonar um idoso porque gatou tudo que tinha com futilidades mundanas, não deve reprimi-lo somente por ter sido uma prostituta, senão o verei como um preconceituoso.

    Deve abandonar também o velho que gatou tudo que tinha quando era um grande esportista. Ele não tem mais pernas pra driblar, nao tem mais braços pra nadar…

    Deve abandonar também todo velho imundo que não tem mais dinheiro pra nada, não porque gastou tudo que tinha, mas porque já era marginalizado pelo Estado Protetor desde quando nasceu.

    Abandona também sua esposa, que passou a vida toda torrando torrando seu dinheiro, e já idosa não consegue arrumar um emprego que preste.

    Abandona também seus pais que, por amor excessivo e certa ignorância, fizeram o impossível pra te dar aquele luxo que voce sempre sonhou, e eles agora não têm mais nada nem pra comer.

    Eu não vejo problema algum em dar dinheiro pra ajudar todas essas pessoas a ainda terem um sentido para viver. Não há dinheiro que pague por um simples sorriso.

    Sr. “Falando Sério”, com todo respeito, guarde essas suas opiniões com você, pois caso contrário quem vai ser um velho abandonado aqui não vão ser essas ex-prostitutas da foto.

    Att.

  • Falando Sério:

    Amiguinho Det. Henry ,
    Não estou aqui julgando se elas estão certas ou erradas..
    Elas vendiam o que eram delas “economia informal” correto?
    O que eu estou falando é sobre o assistencialismo promovido a nossas custas. Elas ganhavam e gastavam rios de dinheiros quando vendiam seus corpos e agora na velhice quem paga a conta do asilo somos nos. O governo torra o nosso dinheiro promovendo assistencialismo a nossas custas. Enquanto isso o “SUS” é uma vergonha..

  • Det. Henry:

    Concordo com algumas das pessoas aqui presentes.

    1 – Elas – e qualquer outra categoria de pessoa que se prostitui – são seres humanos. Ponto.

    2 – Nem todas as pessoas que se prostituem gostam do que fazem. Porém, para a grande maioria delas, este não foi o caminho mais fácil – mas foi o necessário para que tivessem algum padrão razoável – coisa que nem o estado e nem a iniciativa privada quiseram lhes oferecer.

    3 – É extremamente bom que haja em algum lugar do mundo um asilo deste tipo. Gostaria que tivessem asilos assim – ou até mais asilos mistos, para todos sem preconceitos – no Brasil. Porque, além de essas mulheres terem passado a vida trabalhando com o que há de pior – que é satisfazer o desejo de pessoas desesperadas, quase sempre egoístas e muitas das vezes intragáveis – elas são pessoas idosas.

    4 – Como diria o próprio Jesus Cristo, que – quem aqui REALMENTE leu a bíblia sabe – salvou uma prostituta de ser apedrejada: “Quem nunca pecou, que atire a primeira pedra.”.

    (Olhem… Eu realmente me admiro muito quando vejo alguém se considerar “cristão” – e se empenhar tanto em jogar pedras nos outros…).

    Paz na terra aos seres de boa vontade.

    Det. Henry

  • BREJA:

    Dowglasz

    Para de fazer mal uso dos comentarios,
    um comentario já é o suficiênte!!

  • Roberto BRASIL:

    AQUI ESTAMOS TROCANDO COMENTARIOS SOBRE AS PROSTITUTAS ,E SOBRE OS PROSTITUTOS NINGUEM COMENTA NADA , OU NÃO SABER QUE NAS PRINCIPAIS AVENIDAS DE SP COMO NA REPUBLICA DO LIBANO , IBIRAPUERA E OURTAS ESTÃO OS PROSTITUTOS ESPERANDO SUAS CLIENTES QUE PAGAM ALTOS CACHES

  • Roberto BRASIL:

    quantas mulheres casadas que trabalham saem com ser gerentes ou superiores para garantir seus emprego sera que elas poder ser chamadas de prostitutas, elas tambem estão defendendo o seu ganha pão com o seu corpo

  • Roberto BRASIL:

    quanto preconceito com as prostitutas profissional que cobram pela trabalho, essa profissão é mais velha que Jesus Cristo agora analisem fria mente ,as garotas que vão para baladas e depois de nove meses se tornam mãe , e nem sabem que é o pai, agora me respondem quem é mais prostituta a que cobra ou a que da de graça

  • Janos Voner Yantufucker:

    Nossa, voce entra no asilo e lá dentro só tem perva, isso não passa de um putchero da 3° idade.

  • Falando Sério:

    Em primeiro lugar o nome já esta errado “A casa das flores” o que tem haver uma velha prostituta com a com “flores”?
    O nome correto era para ser “Asilo das velhas Prostitutas”. Que deveria o estado cobrar um valor mensal dos familiares.
    Meu amigo é o seguinte sujou limpou, destruiu contruia, deu despesa pague.

  • Daia:

    Ha sei lá viu fico meia dividida..porque nos damos duro o mês inteirinho para ganhar um salario minimo e quando ficamos doente???? o governo vai ajudar….o azilo só aceita o idoso se ele for aposentado então quer dizer nos que trabalhamos onestamente no final tomamos no narizinho….Pq ser uma Prostituta não é ganhar a vida Dignamente eu não tenho nada contra mais vai falar para alguma delas lavar um banheiro por 20,00 reais para ver se elas vão…é mais facil e prazeroso o dinheiro facil….

  • Falando Sério:

    Sobre as prostitutas: Eu as adoros. Elas fazem um papel importante na sociedade. Eu só acho que temos que acabar com O assistencialismo, isso é um câncer na economia do pais. O vale idoso, o vale família, o salário que o presidiário recebe “se tiver família” etc.. Se não existissem o assistencialismo as pessoas pensariam mais na velhice..

  • BASICA!:

    UMA TURMA DE HIPOCRITAS!
    QUEM CONSOMEM TB E PROSTITUTO ESTA USADO ENTAO?
    PENSE NISSO NAO E SO A MULHER QUE E CULPADA NAO,
    EXISTE MERCADORIA POR-QUE TENHE CONSUMIDO,
    SE GOSTA DO NEGOCIO ENTAO NAO DIGA QUE SO ELAS SAO ISSO OU AQUILO!!!!

    HIPOCRITAS!!!!!!!!!!!!

  • Akemi:

    Prostitutas são mulheres como quaisquer outras, mas só escolheram uma profissão marginalizada, não vejo problema nenhum em trabalhar honestamente, ganhar o seu dinheiro, contribuir para a economia do país. Pior é roubar, matar, violentar. As pessoas têm que entender que viver harmoniosamente é respeitar o espaço alheio sem ferir ninguém, elas fazem o trabalho delas, e não há nenhum mal nisso, quem procura sabe o que vai encontrar.

    E eu nem acho que é só por falta de oportunidade ou algo assim, conheço uma que faz porque gosta, mas se ela gosta o que eu tenho a ver com isso?

    Muito boa essa iniciativa, deveria existir uma maior inclusão dessas pessoas.

  • Ze da Feira:

    gente , é imperdível , vejam o chico anisio no jô soares interpretando uma prostituta velhinha. tem tudo haver com este post. resume tudo. muito bom. NÃO PERCA:

    Acesse: http://www.youtube.com/watch?v=XsW6dNs6MUI

  • Falando Sério:

    Eu tambem sou a favor que respeitem as prostitutas, desde que elas paguem as contas de todos os seus gastos.. se não quem vai ter que pagar somos nos a classe trabalhadora deste pais.

  • Falando Sério:

    Querida Luciana aproveita e leva todas para sua casa..

  • luciana:

    Independente de serem ou não prostitutas, são idosas sem familia, carentes, abandonadas, incapazes de sobreviver por conta própria.

  • 優伊貴:

    CAraca! Se fossem abrir uma casa dessas no Rio já não teria espaço… Quem dirá em Sampa que em cada esquina tem uma agência, ap ou elas mesmo se vendendo na rua!! Teria que abrir uma casa a cada 2 quadras!! Pois é, não paga aposentadoria, é assim que acaba! Ou pelo menos fizesse um plano de previdência privada… Tá certo que sempre estão depositando na poupança, mas gastam tudo….

  • luciana:

    Sandoval
    Mandou bem, parabéns.

  • SERGIO:

    SE ALGUMAS DELAS TEM ALGO NA VIDA,FOI COMPRADO COM SEU CORPO E SEU SUOR.

    E AQUELES DE BRASILIA QUE TEM TUDO AS NOSSAS CUSTAS.

  • Germano:

    Ops, corrigindo meu comentario anterior:

    Podem não ter os direitos, mas pelo menos agora é reconhecido como ocupação no Ministério do Trabalho:

    http://www.mtecbo.gov.br/cbosite/pages/pesquisas/BuscaPorTitulo.jsf

    E busque por “sexo”.

  • Germano:

    Podem não ter os direitos, mas pelo menos agora é reconhecido como ocupação no Ministério do Trabalho:

    http://www.mtecbo.gov.br/cbosite/pages/pesquisas/BuscaPorTituloResultado.jsf

  • Falando Sério:

    Falando sério. Elas não querem legalizar a profissão de prostitutas porque elas teriam que pagar impostos.
    Não existe essa de que somente tem esta opção. O que um trabalhador ganha por mes, elas ganham em uma noite, isto quando jovem. Só que elas esbanjam e gastam tudo que ganham. Quando envelhecem ninguem quer mais ai é que “chico chora!”. Sem o lindo corpo para trabalhar e nenhuma economia para se manter..Resultado???

  • marinaldo paiva:

    Não devemos ser hipócritas, porque nós homens enquanto entes sociais estimulamos a prostituição. A prostituição tem fator importante na sociedade, muito embora ela negue isso abertamente. Qual o pai que não fica satisfeito quando toma conhecimento que o filho teve relações sexuais com uma prostituta. Outra coisa, é a prostituição (uso do corpo por dinheiro) outra coisa é a prostituição que chamo de branca, a qual a mulher não se assume como prostituta, mas faz do mesmo jeito sem vender o seu corpo. O que é certo é que a sociedade é hipócrita.

  • squish:

    Segundo o poderoso Google, 79% dos sequestros é direcionado ao mercado de exploração sexual. Sendo assim, não…não há mtas opções para algumas destas pessoas…

  • Dowglasz:

    Ze da Feira: tive notícia mas não pude confirmar que, no Brasil, os profissionais do sexo (estou incluindo os meninos e as bonecas) poderiam contribuir para a previdencia social como autônomos/prestadores de serviços.

  • Dowglasz:

    Daniel: Imagine você varrendo a cidade toda pra ganhar um salário mínimo enquanto outra pessoa só tira o pó de uns vasos e ganha 5x mais.

  • Dowglasz:

    Já vi historias de homens “notáveis” que não hesitavam em pagar muito pela companhia de uma bela moça durante uma noite. O cachê era mais alto quando não havia sexo… Pra muitos aqui seria dificil entender isso.

  • Dowglasz:

    Prostituição não dinheiro fácil em nenhuma parte do mundo e em nenhum período da vida.
    No máximo seria dinheiro rápido.

  • Dowglasz:

    Discordo do Sandoval. O primeiro jardineiro talvez não tivesse isso como profissão. Se ele não era um profissional da jardinagem, isso não era sua profissão e digo isso sem medo da redundância.

  • Ice Blue:

    Bom se o trabalho delas é igual o de vcs, parabéns!
    O meu trabalho é digno, não destruo famílias, não passo DST pra ninguém, e depois vou dar uma de “coitadinha” dizendo que não consigo outro tipo de trabalho, ninguém tem uma filha e passa a mão na cabeça dizendo “minha filha vai estudar pra ser uma grande prostituta”, já que é igual a qualquer trabalho. Pura hipocrisia…

    Fala sério!!!!

  • criancinha:

    Assim respeito todos os comentários aqui, principalmente porque eu falo mais besteira do que coisas interessantes…

    Mas o comentário do Anderson / em 15.12.2010 foi de chorar….deprimente…..teratológico…………sei lá mais o que……………..péssimo….to contando até 10 pra nao soltar um palavrão……….8…..7……6…..5……….4…….3………….2……….1…….

    Calmei….

  • clarice:

    seria cômico de não fosse tão trágico….elas “pegaram no duro” a vida toda…mesmo tendo uma vida à “margem” da vida não pensam na velhice, pelo que sei, são pouquíssimas que tentam sair disso. E um comentário cruel, mas é a pura verade.

  • Edison:

    Qual a diferença do trabalho delas pro nosso?
    Preconceitos, puro preconceito, é triste, como o Cesar disse.
    País cristão é tenso!

  • Ze da Feira:

    Em Hamburgo na Alemanha , prostituta tem plano de saude especial , exames de dst´s mensais , dos quais você pode até consultar, paga impostos , são lindas, gostosas, bacanas, até cultas e bem esclarecidas. fazem seu papel na sociedade. Homens timidos que não conseguem ter um relacionamento ou com problemas físicos que as mulheres “decentens” repugnam, sempre acham conforto nos braços destas mulheres. Lá elas são tratadas com respeito e nem precisam se esconder , escrevem em seus cadastros. Profissão: Prostituta. E ninguem fica espantado é tudo natural. Porque não pode ser assim.

  • Andressa:

    Julgar e criticar é fácil! Viver a vida que viveram, talvez não.

    Ninguém sabe o que essas mulheres viveram ou até mesmo qual o motivo de entrarem na prostituição.

    A única coisa que posso dizer é que é muito triste ver IDOSAS na situação de abandono e solidão.

    Muita paz!

  • Cesar:

    Daniel, cada um faz o que acha que pode e deve. Se você acha que ganharia mais dinheiro “abrindo as pernas”, vai fundo.

    Eu acho que não é só o salário que conta, não é só o dinheiro que conta. Não invejo as prostitutas, mesmo as prostitutas de luxo como a Bruna Surfistinha – cada um sabe onde aperta o seu sapato. Só acho que neste país católico as pessoas são muito rápidas para apontar seu dedo sujo para o próximo e a condená-los. Bem cristão, isto… Falam “não julgarás”, mas são os primeiros.

  • sandoval:

    EU TAMBÉM SOU A FAVOR DE QUE SE RESPEITEM AS PROSTITUTAS E AS EX-PROSTITUTAS. O QUE EU ACHO UM ABSURDO É DIZER QUE A PROSTITUIÇÃO É A PROFISSÃO MAIS ANTIGA DO MUNDO ISSO É UMA ABERRAÇÃO; A PROFISSÃO MAIS ANTIGA DO MUNDO É JARDINEIRO QUEM JÁ LEU O LIVRO SAGRADO EM (GÊNESIS 2:15 SABE QUE É VERDADE O QUE FALO. OUTROSSIM, DEVEMOS RESPEITAR AS PROSTITUTAS SEM FAZER APOLOGIA Á PROSTITUIÇÃO, AFINAL NINGUÉM OLHA PRA SUA FILHA E DIZ: SERÁ UMA PROSTITUTA, TODO MUNDO OLHA SONHANDO COM JORNALISTA, MODELO É OU NÃO É.

  • Anderson:

    Vamos legalizar tudo! Olha só, legaliza o trabalho escravo, exploração sexual infantil, legaliza o trabalho dos traficantes de drogas, afinal, eles precisam se aposentar um dia…!

    Perceberam que TUDO O QUE É UM CÂNCER PRA SOCIEDADE querem legalizar?

    Querem liberar o aborto dizendo que cada um pode fazer o que quiser com o corpo… ok, não é mais fácil ensinar a maneira correta de ser ter relação sexual, e não transar com qualquer um por aí?

    Esse governo só pensa em remediar o ruim, ao invés de combater na CAUSA RAIZ.

    Essas mulheres estão aí porque foram muitas vezes exploradas, mas dizer que elas nunca tiveram chance de mudar de vida, É MENTIRA! CADA UM COLHE SEGUNDO O QUE PLANTA.

    SEM MAIS.

  • Ice Blue:

    Concordo com Daniel, não é o caso dessas mulheres que no tempo delas não tinha escolha a familia jogava nessa vida, mas hoje em dia tem opção tem emprego decente e as pessoas vão fazer isso porque é dinheiro fácil tem pessoas idiotas que pagam, e a gente se matando de trabalhar e tendo um salário miserável!!!!

    Aff…

  • Milton Mourão:

    Mesmo sendo a profissão mais antiga do mundo, ainda continua uma profissão marginalizada.

  • gilberto:

    Jamais devemos criticar essas pessoas,é um quadro muito
    triste.

  • Theo:

    Mesmo fazendo o que faziam, são todos seres humanos, ou nao puderam fazer coisa melhor, ou nao quizeram, ou cairam em alguma armadilha do destino, mas todos sao seres humanos, que foram humilhadas por seus cafetões, que sofreram na mao de muitos, afinal quase todos tem a mesma concepção sobre a moral de uma prostituta.
    Mesmo assim, todos nos envelhecemos, e todos nos somos humanos, sendo assim mesmo elas tem que ter a sua igualdade de direitos e deveres, so nos pessoas trabalhadoras temos o direito de uma aposentadoria, com tudo certo, elas tbm tem que ter…
    é como eu sempre digo direitos iguais e deveres iguais…

  • Daniel:

    Elas são pessoas como qualquer outra e claro, mais vamos ser realistas, imagina vc varrendo rua, servinda cafe ou sendo humilhado num balcão de lanchonete, enquanto uma abre as pernas e ganha mais do que vc em um mes…

  • Pri Nascimento:

    É deprimente ver qualquer ser humano nesse estado, independe da profissão, fui fazer trabalho voluntátio num asilo e lá tbm tem muitos idosos nessa situação de total abandono, minha pergunta é…
    Será que elas foram boas mães??? Os Filhos são monstros??? Mau Caráter envelhece??? Não sei, mas que o governo tem que fazer algo, isso é CLARO!!!

  • Marcel:

    Então é lá onde moram as mães dos políticos, entendi…

  • Ze da Feira:

    A profissão de prostituta devia ser legalizada. Elas hoje são marginalizadas , sem condições de declarar renda possuir bens e contribuir para aposentar-se. É um trabalho como qualquer outro. Não sei porque isso não passar no congresso já que os filhos delas estão todos lá. Que pessoal desnaturado sô !

  • criancinha:

    E ainda tem gente que por preconceito bobo nao querem que por aqui essas mulheres tenham os mesmos direitos e deveres de um trabalhador, é revoltante. Elas também são seres humanos, merecem ser felizes.

  • Guilherme Euripedes:

    Triplamente deprimente.

Deixe seu comentário!