A cor do bico indica saúde sexual dos patos

Por , em 15.04.2011

Os patos do sexo masculino possuem esperma bactericida. Seu sêmem é capaz de matar microorganismos que podem prejudicar a saúde sexual, e alguns indivíduos da espécie têm esperma “mais bactericida” do que outros, e por conseqüência, sua saúde sexual é superior. O método para medir esse quesito, segundo um estudo da Universidade de Oslo, é muito simples: observar a cor do bico das aves.

Essa propriedade seminal, de matar bactérias que podem ser nocivas, já havia sido observada em mamíferos, crustáceos e insetos, mas nunca em aves. O estudo da Universidade de Oslo foi feito em uma espécie específica, o Pato-real (ou pato-selvagem), cujo macho tem uma cabeça verde, traço mais marcante na aparência. Mas o que se observou foi o bico.

Já se sabia que as fêmeas dessa espécie escolhem o macho a partir da cor do bico. Mas se ignorava o motivo dessa escolha, e agora os cientistas sabem que não é meramente por beleza. A produção de substâncias bactericidas no esperma está associada a um pigmento que torna amarelos os bicos dos patos. Quanto mais amarelo o bico, mais “seguro” é o esperma de seu portador. No momento em que a fêmea escolhe seu macho, já leva em conta a chance de contrair alguma doença associada a bactérias, e ela tem um excelente medidor para isso. [BBCEarthNews]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

1 comentário

Deixe seu comentário!