Mistério resolvido: descubra se a água realmente gira para lados diferentes em hemisférios diferentes

Por , em 9.06.2015

O Smarter Every Day e o Veritasium, dois dos melhores canais de ciências no YouTube, se uniram para responder de uma vez por todas: será que a água realmente flui para o outro lado dependendo do hemisfério?

Destin Sandlin, apresentador do Smarter Every Day (no Alabama, Estados Unidos) e Derek Muller, do Veritasium (que está em Sydney, na Austrália) filmaram cada um vídeo em seus respectivos hemisférios para desvendar este boato científico. Os dois são feitos para serem vistos em sincronia, e foram filmados de tal forma que o diálogo, a música e os efeitos se encaixam como se fosse um só.

É uma colaboração planejada há três anos. Aperte o play, faça uma pausa na marca de sincronização, inicie o outro, e reinicie o primeiro quando ambos encontrarem-se:

No experimento, cada um preencheu uma piscina infantil com água. Eles não quiseram simplesmente usar banheiras e vasos sanitários, por causa das muitas variáveis envolvidas. As descargas têm jatos que influenciam o fluxo da água, e não importa onde você esteja na Terra, haverá vasos sanitários e pias que drenam no sentido horário, e outros que fluem no sentido anti-horário. Ou seja, esqueça a ideia de viajar e achar que é porque está em outro lugar do planeta que o vaso está girando em uma direção diferente da sua casa. Dentro da sua própria casa, pias e sanitários podem girar em direções diferentes.

Cada piscina infantil estava cheia e foi deixada em repouso durante 24 horas. Em seguida, eles puxaram os plugues na parte de baixo de cada banheira, colocaram corantes para observar o efeito visual da água drenando.

O resultado? A água, de fato, foi drenada no sentido anti-horário nos EUA e no sentido horário na Austrália. Conforme a Terra gira sobre seu eixo, ela puxa a água em direções diferentes, dependendo de onde você está. Podemos ver isso na natureza com o chamado “efeito coriolis”: furacões no hemisfério norte têm rotação anti-horária, enquanto que os ciclones no hemisfério sul rodam no sentido horário.

Esse efeito, também conhecido como força coriolis, é a tendência dos corpos em movimento de mudarem de direção dependendo da direção rotacional e da velocidade da Terra. Ele influencia, além do movimento dos furacões e ciclones, o movimento das massas de ar e a trajetória de projéteis de longo alcance. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

9 comentários

  • Dinho01:

    O inacreditável é que ninguém tenha feito esse experimento anteriormente.

  • Rogério de Abreu Soares:

    É como rodar meu dedo no sentido horário. Eu o verei desse modo, mas quem estiver olhando de frente o verá rodando no anti-horário

  • Cesar Grossmann:

    Muito boa a demonstração, só acho que deveriam repetir o experimento várias vezes, e testar outras formas de encher a piscina.

    • Sid:

      O que acontece se derem descarga exatamente na linha do Equador?!

    • Cesar Grossmann:

      O sentido da rotação na descarga é aleatório, depende da turbulência. Mas se fizer esta experiência na linha do Equador? Boa pergunta.

    • Alux.Net.BR:

      Vai ser aleatório porque não existe uma divisão exata, na verdade existe uma flutuação da fronteira.

    • Cesar Grossmann:

      Acho que não, acho que sobre a linha do Equador a água escorre sem entrar em rotação.

Deixe seu comentário!