Cerveja realmente tornas as outras pessoas mais atraentes?

Por , em 15.08.2008

Você saiu do boteco agarrado com uma princesa e acordou ao lado de um jabiraca na manhã seguinte? O suspeito mais comum parece realmente ser o culpado (além da sua falta de bom senso): o álcool. Pela primeira vez cientistas provaram que quando você bebe as demais pessoas realmente ficam mais atraentes. E não funciona apenas com o sexo oposto.

Com surpresa eles descobriram que o efeito dos “óculos de cerveja” não está limitado apenas ao sexo oposto entre os voluntários heterossexuais recrutados para o estudo: eles também deram notas melhores de atratividade para pessoas do próprio sexo.

Na Inglaterra cientistas deram, a 84 estudantes universitários heterossexuais, uma bebida sabor limão não alcoólica ou com uma dose de vodka com a quantidade de álcool equivalente a uma taça grande de vinho.

Depois de 15 minutos os voluntários viram fotos de 40 outros estudantes de ambos os sexos. Tanto os homens como as mulheres que beberam álcool acharam estes rostos “cerca de 10% mais atraentes”, disse o pesquisador Marcus Munafo, um psicólogo experimental da Universidade de Bristol.

Os pesquisadores também pediram para os voluntários darem uma nota para o seu próprio humor, e não houve diferenças entre os grupos. “Isso sugere que o efeito que observamos não estava relacionado à mudança de humor”.

É claro que Marcus sabia que os resultados eram um tanto óbvios. “Todo mundo sabe sobre os óculos de cerveja, mas alguns dos resultados sugerem que há mais coisas ocorrendo do que nós pensávamos.”

A descoberta de que o efeito não é específico ao sexo oposto surpreendeu. Uma possibilidade é que o álcool nos faz ver as coisas em geral como mais atraentes, mas quando isso ocorre em situações sociais, como em um bar, “isso pode estar direcionado a rostos do sexo oposto”, disse Marcus. Ao repetir o experimento usando vídeos feitos em bares, os cientistas esperam recriar os exemplos sociais e observar o que ocorre.

“A maior pergunta é se estes efeitos são específicos aos rostos, ou se nós achamos tudo mais atraente depois de um drinque.” Pesquisas futuras poderão expor os voluntários que beberam álcool a paisagens ou à filhotes de animais “para ver se o álcool tem um efeito mais geral na percepção da beleza no ambiente.”

Dose baixa

“É também surpreendente ver este efeito ocorrendo em doses menores do que achamos [que veríamos]. Nós estamos tentando formar uma imagem maior do que ocorre quando as pessoas saem para beber e estamos interessados em certos comportamentos que são mais comuns depois de beber, como sexo sem proteção ou violência. Se este efeito ocorre em doses mais baixas do que o esperado, pode ser [uma descoberta] útil para pessoas que são predispostas a estes comportamentos para antecipar tais situações e preveni-las.”

Os cientistas gostariam de variar os níveis de álcool que os voluntários ingerem, “mas há limites práticos e éticos que limitam quando álcool podemos dar a voluntários no laboratório!”

As descobertas foram detalhadas na edição online da revista científica Alcohol and Alcoholism. [FOXNews, NewScientist, LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,50 de 5)

8 comentários

  • jose ajosilaudo:

    o alcool sempre apresenta o contrario da realidade.

  • danvids:

    ow valdinei, sheila melo morena ???
    hahahha
    c tava trastornado msm neh ?

    ahh
    eu tbm to disposto a ser cobaia
    \o/

  • Ricardo:

    HOMEM SOLITÁRIO + ALCOOL = BARANGAGEM
    HOMEM SOLITÁRIO + ALCOOL + 12 HORAS = CONSCIENCIA PESADA + RESSACA
    ….
    PUTZ, E O PIOR É QUE ALGUNS ERRAM E CONTINUAM INDO AOS MESMOS LUGARES PRA BEBER AS MESMAS QUANTIDADES E PEGAR AS MESMAS BARANGAS, HAHAHA

  • Valdinei:

    Já aconteceu isso comigo…

    em uma véspera de natal, saí de uma danceteria com uma morena que parecia a sheila melo, na manhã seguinte quando acordei, a miseravel era tão feia que faltava um dente da frente…

    imagine o susto

  • Rodrigo:

    Se alguém quiser me pagar umas caipirosca pra ver se muda minha percepção de beleza é só entrar em contato.

  • Erik:

    Encontrei um erro: “…voluntários dararem uma nota…”

    Não seria darem?

  • Douglas Miranda:

    Por experiência própria eu concordo parcialmente com as descobertas. Existem pessoas que chegam ao ponto de cair na rua e mesmo assim não admitem estar tontas… Falando por mim, que bebo esporadicamente em festas e que também não bebo cerveja, só tomo bebidas de dose: não é que a gente vê a pessoa mais bonita, não. A gente sabe que ela é feia, só que a gente não tá nem aí. Você fica uma pessoa mais aberta, fala sobre seus sentimentos (coisa que você não falaria por nada são), pega mulher feia (daquelas que você pediria fogo antes de beber – dragões)… Enfim, no outro dia você acorda com consciência da realidade, mas não que você a tivesse perdido ontem, porque uma pessoa alcoolizada tem total noção do que faz, só que como disse: não está nem aí.
    PS: “…tem total noção do que faz….” na cabeça dela, só o corpo que não acompanha…

  • heitor:

    já passei por algo parecido..
    tava tão tonto que eu estava dançando forrozão ,e quase cai rodando con a jabiráca,

    foi top…

Deixe seu comentário!