Cientistas descobrem superfície que mata automaticamente bactérias

Por , em 1.12.2013

Não seria maravilhoso se você nunca mais tivesse que se preocupar com germes em sua bancada de cozinha? Graças a uma nova descoberta de cientistas australianos, isso pode um dia ser uma realidade.

Não estamos falando de nenhum desinfetante potente, mas de um material chamado de silício preto. A substância foi descoberta na década de 1990 na Universidade de Harvard (EUA), mas só recentemente pesquisadores da Universidade Tecnológica de Swinburne em Melbourne se depararam com suas propriedades antibacterianas, depois de estudar as asas de cigarras e libélulas.

A equipe australiana descobriu que nanoestruturas em forma de pequenos pilares nas asas dos insetos efetivamente destruíam e matavam todas as bactérias que tentavam se estabelecer lá. Em um experimento, a taxa de morte foi de 450.000 células bacterianas por centímetro quadrado por minuto durante as primeiras três horas de exposição.

O silício preto (foto acima) tem a mesma propriedade. Bactérias literalmente não podem pousar na sua superfície sem serem destruídas pelos seus “picos” de 500 nanômetros de altura.

Esta é a primeira vez que qualquer superfície revelou ter uma qualidade física como bactericida.

Será então que veremos esse material nas nossas cozinhas em breve? Embora útil para sensores de câmera e células solares, o silício negro não é comercializado, por isso pode sair caro produzi-lo em escala grande o suficiente para substituir bancadas de cozinha em todo o mundo.

No entanto, os cientistas estão otimistas de que podem produzir nanomateriais sintéticos com o mesmo efeito. Se isso for possível, mais do que higiene na alimentação, poderíamos transformar salas de hospitais, maçanetas de portas de locais públicos e outros lugares sujeitos a infecção em superfícies livres de bactérias. [Gizmodo, Phys]

Último vídeo do nosso canal: 4 dias infalíveis da ciência para dar o PRESENTE PER

2 comentários

  • Lucas Soares Andrade:

    Legal… mas não vamos nos esquecer que não somos nada mais nada menos que um monte de células agrupadas…
    bactérias são tipo células…

    logo se isso mata bactérias mata células e_e
    então isso deve ser um veneno para o ser humano…
    é você pegar nisso e perder um pedaço de pele e_e
    imagina manusear isso o dia todo…
    é um estrago grande…

    • Cesar Grossmann:

      Não é bem assim, se fosse, tomar antibiótico nos mataria imediatamente.

Deixe seu comentário!