Cientistas fotografam a sombra de um átomo pela primeira vez

Por , em 9.07.2012

Depois de cinco anos de trabalho, um grupo de pesquisadores da Universidade de Griffith (Austrália) conseguiu um feito inédito: tirar a foto da sombra de um único átomo.

“Nós alcançamos o limite da microscopia. Você não consegue ver nada menor do que um átomo usando luz visível”, disse o professor Dave Kielpinski, membro da equipe.

Para conseguir a imagem, eles isolaram um átomo de itérbio e o mantiveram parado usando forças elétricas. Feito isso, expuseram o átomo a uma frequência de luz específica e fotografaram a sombra com uma câmera de altíssima resolução.

A precisão era crucial para o sucesso do experimento. “Se nós mudássemos a frequência da luz em um bilionésimo de unidade, não conseguiríamos a imagem”, explicou Kielpinski.

A fina arte da microscopia

Fotografar a sombra de um átomo não foi apenas um ato surpreendente: o experimento deverá trazer benefícios para a área da microscopia como um todo.

Em primeiro lugar, os dados obtidos ao longo do trabalho ajudam a compreender melhor os princípios da física atômica. De acordo com o biofísico Erik Streed, que fez parte da equipe, saber quão escura a sombra de um único átomo pode ser ajuda a ver os limites da microscopia.

Além disso, apontou Streed, agora é possível saber a quantidade de luz necessária para se observar processos em células sem destruir o material. “Isso é importante quando você for observar amostras biológicas muito pequenas e frágeis, como DNA”, destacou o pesquisador.[Daily Mail UK]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (6 votos, média: 4,83 de 5)

5 comentários

  • Mille Banpa:

    Já temos até o NÚCLEO de um átomo na Galeria de Arte e Ciência do Clube Natureza Gleam, e eles ainda tão aí com esse borrão? Esperem o que vai ser a Arte e Ciência daqui por diante, assim que o Deam Klyss estrear essa galeria. Por enquanto dêem uma olhadela aí (categoria é isso!). Não copiem não, porque de graça e roubado, os pastutos (que andam de jatinho ferrando o povo) cumpanhêrus du Mensalão já pegaram. Mas a gente vai jogar eles onde devem se acabar.
    http://clubenatureza-gleam.blogspot.com.br/2012/01/alcances-e-labores-frutos-educativos-e.html

  • Tibulace:

    Quando era estudante, na década de 70=80, a MICROSCOPIA De LUZ VISÍVEL, tinha SÉRIAS LIMITAÇÕES:Não era possível, visualizar NADA que tivesse o comprimento MENOR que o comprimento de onda da luz visível.Assim, nem mesmo VÍRUS menores eram visíveis.Com MICROSCÓPIOS ELETRÔNICOS, o limite de resolução foi baixado bastante, mas ainda estava LONGE de poder fotografar moléculas longas, polímeros, quanto mais ÁTOMOS INDIVIDUAIS.Sou franco:Com o verdadeiro festival de notícias digitadas errado e conceitos inexatos, que vemos na Net, fica MUITO DIFÍCIL, para mim, acreditar que foi fotografada a sombra DE UM ÚNICO ÁTOMO,ainda mais com LUZ VISÍVEL!

  • Solemar Junior:

    “Nós alcançamos o limite da microscopia. Você não consegue ver nada menor do que um átomo usando luz visível”, disse o professor Dave Kielpinski, membro da equipe.”

    Que cientista mais pessimista é esse! Eu acho que da pra ir mais longe.

    • Alexandre Neuwert:

      Com certeza, acho que um dia teremos videos reais de átomos .

    • André Gustavo de Oliveira:

      Não sem violar o Princípio da Incerteza de Heisenberg.
      E,caso isso aconteça, teremos um problemão em nossas concepções sobre a Mecânica Quântica.

Deixe seu comentário!