Cientistas realizam o maior mapeamento da matéria escura no universo

Por , em 10.01.2012

O lado escuro do universo agora está um pouco mais iluminado, graças ao maior mapa da matéria escura (a estranha substância que preenche a maior parte do espaço) já feita. Cientistas criaram a maior escala da matéria escura, revelando uma imagem da invisibilidade, que representa 98% de toda a matéria no universo.

A matéria escura nunca foi diretamente detectada, mas sua presença é sentida através da força gravitacional que exerce na matéria normal.

“Nós sabemos muito pouco sobre o universo escuro”, afirma a cientista do estudo Catherine Heymans. “Nós não sabemos qual é partícula da matéria escura. É muito comentado que o entendimento final do universo escuro irá envolver uma nova física”.

O novo mapa revela a distribuição da matéria escura em um espaço maior do que já havia sido feito antes. Ele cobre mais de um bilhão de anos luz. Apenas para se ter uma ideia, um ano luz corresponde a algo em torno de 10 trilhões de quilômetros.

Luz distorcida

Para encontrar a matéria escura, os pesquisadores procuraram por sinais do campo gravitacional. Eles calcularam um efeito chamado de lente gravitacional, que ocorre quando a gravidade de um corpo maciço se curva entre o espaço-tempo, fazendo a luz viajar por um caminho curvo e aparecer distorcida na Terra.

Os cientistas calcularam esse efeito na luz de 10 milhões de galáxias distantes, em quatro regiões diferentes do céu. A luz dessas galáxias precisa passar por grandes espaços de matéria escura, o que a distorce bastante.

“É fascinante poder ‘ver’ a matéria escura usando a distorção espaço-tempo”, afirma outro pesquisador do estudo, Ludovic Van Waerbeke. “Dá-nos o privilégio de acessar essa misteriosa massa do universo que não pode ser observada de outro modo. Saber como a matéria escura está distribuída é o primeiro passo para entender sua natureza e como ela se encaixa na física”.

“Ao analisar a luz do universo distante, nós podemos aprender sobre o que ela cruzou na sua jornada”, comenta Heymans. “Esperamos que, ao mapear mais matéria escura do que antes, estejamos um passo a mais de entender esse material e sua relação com as galáxias e nosso universo”.

Combinação próxima

O novo mapa representa a primeira evidência direta da matéria escura em grande escala. “O que vemos é muito similar à simulação”, afirma Van Waerbeke. “A matéria escura se concentra em amontoados e o resto está em filamentos”.

A teia da material escura, revelada pelo mapa, combina com as previsões feitas por simulações de computador, baseadas em teorias científicas.

“Até agora não vimos nada estranho ou desvios do que esperávamos”, afirma Van Waerbeke.

Para criar o mapa, os astrônomos usaram dados coletados por um telescópio canadense-francês-americano no Hawaii, durante um projeto de cinco anos.

“Esse mapeamento é muito importante para testar nossos paradigmas cosmológicos”, afirma o astrônomo Rachel Mandelbaum, que não esteve envolvido no projeto. “Esses resultados podem ser usados como um teste da matéria escura, da energia escura e até da teoria da gravidade”.

Escalas menores

Em outro estudo, o cientista Sukanya Chakrabarti desenvolveu um novo método para mapear a matéria escura em galáxias isoladas. Chakrabarti estudou as ondulações nas camadas externas de galáxias espirais, para entender o formato da matéria escura dentro e ao redor das galáxias.

“Esses resultados com galáxias espirais permitem estudar a matéria em um regime individual de galáxias, o que não era possível com o efeito de lentes”, afirma Mandelbaum. “Ambas as pesquisas representam duas formas importantes de estudar a matéria escura, mas de duas maneiras diferentes”. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

13 comentários

  • Campos:

    Estou muito ansioso para saber o que é a matéria escura, assim como a energia escura. Que venha logo de uma vez.

  • Lokman:

    Com a compreensão da verdadeira natureza do tempo-espaço,será possível para os cientistas uma investigação mais acertada sobre alguns mistérios do Universo;como é o caso deste que envolve a assim chamada “matéria escura”.

  • aguiarubra:

    É interessante poder observar o ocaso dos materialistas e de certos religiosos de plantão: já foram humilhados por Einstein, quando ele demonstrou que a matéria (bariônica!!!…rsrsrsrs…) é um estado energético. Agora, sabe-se que a matéria “visível” é “lixo estelar”, que compõe 5% de tudo o que existe! (Deus usou “lixo” prá nos fazer???)

    Que mais mistérios estarão envolvidos com a matéria escura? Quem viver, verá…(verá matéria escura?????)

  • Gilberto M.:

    Essa tal matéria escura é intrigante e ao mesmo tempo frustrante. Até quando vamos ficar esperando pelo menos uma pista quente do que seja isso? Ela está por toda parte, mas não conseguimos percebe-la diretamente. Completamente invisivel.

    Na boa Glauco, volta!

  • apaixonada pelo Glauco:

    Na boa Glauco, vooolta.
    Tuas teorias são esquisitas mas fazem a gente pensar.
    Como diz o filósofo ou sei lá quem, “o que move o mundo são as teorias esquisitas do Glauco”.

  • Jonatas:

    Fiquem atentos: Novo estudo de micro-lentes-gravitacionais aponta que existem mais planetas do que estrelas na Via Lactea.

  • João:

    Mais 3 “infra-terras” descobertas, aguardamos a reportagem!
    http://www.paraiba.com.br/2012/01/11/31449-missao-da-nasa-descobre-tres-exoplanetas-minusculos-do-tamanho-de-marte

  • Marte:

    Artigo perfeito para o Glauco. Fala Glauco!

    • Jonatas:

      Houve a campanha calabocaGlauco e agora tem a capanha falaGlauco.

  • Jonatas:

    Somos como marinheiros numa pequena embarcação tentando mapear um oceano inteiro. Parece sem sentido mas o Mapeamento do Universo é uma dos maiores desafios, por sua vastidão, pela diferença temporal de bilhões de anos e pela incerteza das propriedades originais da imagem cuja luz chegou até aqui. Agora, mapear algo que não pode ser visto diretamente, só por seus efeitos, é um desafio maior ainda. É um admirável Universo misterioso.

    • Ione Mancera:

      Depois, nós, os amantes da curiosidade andamos todos os dias a vasculhar a internet de ponta a ponta em busca de novas notícias e de tentar a ligar os pontos dentro da nossa cabeça.
      Admirável Universo Louco!

  • Campos:

    Sobre matéria escura e energia escura, sugiro ler o blog: “Olhando o Universo”. Lá voce encontra outra solução para esteproblema.

  • André Luis:

    Nós ainda temos muito o que aprender sobre física e o universo!

Deixe seu comentário!