,

Crianças de até dois anos são as mais prejudicadas com a TV

Por , em 19.10.2011

Desde que a televisão virou o protagonista das salas de estar do mundo inteiro, há crianças pequenas que deixam de fazer brincadeiras à moda antiga para passar horas em frente à tela. Um grupo de pediatras americanos alerta: isso pode ser muito nocivo para os pequenos.

O foco da pesquisa é em crianças abaixo de dois anos, ou seja, a primeira infância. Nos Estados Unidos, isso tem se mostrado um problema alarmante. Dentre as crianças americanas de até dois anos de idade, 90% já têm o hábito de assistir alguma mídia, dentre as quais a televisão ainda reina. Um terço das crianças de até três anos já dispõem de uma TV no próprio quarto.

Quem fez essa pesquisa foi a Academia de Pediatria dos EUA. Logo de início, a instituição já declara algo para fazer os pais pensarem: existe a ideia de que os programas de TV infantis auxiliam no aprendizado das crianças, mesmo tão jovens, mas eles garantem que isso jamais foi comprovado totalmente.

Os médicos vão ainda mais longe, afirmando que a simples existência da TV na sala ou no quarto já pode ser um problema. Isso acontece, basicamente, porque o aparelho de TV distrai a atenção total da criança de brincadeiras mais lúdicas e saudáveis. Além disso, pode distrair os próprios pais nos momentos em que brincam com os filhos, o que evita que haja interação total entre o adulto e a criança.

Os estudos na área, em geral, apresentam resultados variados. Já houve pesquisas que enaltecem alguns benefícios da televisão a crianças, nas quais se afirma que a telinha pode desenvolver a linguagem e as habilidades sociais dos pequenos.

Os pediatras dos EUA não negam isso, mas dizem que o benefício não se aplica a crianças tão novas. Segundo eles, é preciso que a criança preste atenção e entenda pelo menos a maior parte do que acontece na tela para que realmente haja melhora nesses indicadores. E isso, segundo eles, é uma impossibilidade antes de a criança completar dois anos. Isso ficou comprovado em outra pesquisa, na qual as crianças abaixo de dois anos assistiam a um programa mesmo que passasse de trás para frente, e apenas as mais velhas notavam que havia algo errado.

A receita para minimizar os problemas é clássica: os pais devem impor limites. Em atitudes simples, como desligar a TV se ninguém estiver assistindo, já se consegue um ganho em relação a isso. Para os pais participarem mais da educação de crianças pequenas, devem dar preferência a jogos recomendados por pedagogos, e direcionados para a idade da criança. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

6 comentários

  • John F.:

    pior q é

  • nml:

    Salada de confusão novamente. Em tudo praticamente é possível encontrar uma ‘vantagem’. Se por um lado refrigerante de cola tem muita química, por outro é um excelente desentupidor de pias e removedor de ferrugens. E assim caminhamos, encontrando pequenas ‘vantagens’ como sendo ‘verdadeiros tesouros perdidos’. Vamos aprendendo a mendicar nossos direitos, desde cedo.

  • Jéssica:

    Acho que este assunto é muito social e dificil de se “provar” qualquer coisa porque ao meu ver isto depende da crianção que os pais dão aos filhos. Sempre vi televisão perto ou com meu filho desde que ele era recem-nascido, porem ele só começou a se interessar pelo conteúdo da televisão por volta de um ano e seis meses e hoje com dois anos ele é um menino normal, esperto e inteligente, não acredito que a televisão tenha influenciado em nada, a não ser pelo inglês…rsrsrs meu filho sabe o alfabeto todo alem de algumas letras em inglês,não vejo nada negativo nisto.

    • nml:

      Como assim ‘letras em inglês’??? As letras em inglês são diferentes???

  • JUMENTO:

    A TV é um dos meios de comunicação que “deixa-nos” alienados de uma realidade para que acreditemos na “realidade” que é transmitida. Neste caso especifico (das crianças) sim… a influencia tende a pesar e muito. Raramente eu vejo ou ouço dizer que Pais colocam crianças para assistir o Canal Cultura que a meu ver, é um canal instrutivo e que transmite conceitos e valores que nem sempre os Pais, pela correria do dia, conseguem transmitir (mesmo que os tenha, e que tenha essa boa vontade). Ao contrario, outro exemplo: Pica-Pau… todos gostam (ou pelo menos a maioria)… mas observem… o Pica-Pau é um cara que não trabalha, vive tentando se dar bem, vive roubando comida de quem trabalha, roubando gasolina, enfim, é um tipico Vida-Boa que não quer saber de nada e tira dos outros para sua existencia e sobrevivencia… e é isso que está sendo transmitido as Crianças que o assistem. Não vai muito longe não… se nós, adultos, parassemos para observar isso (o que a midia transmite para as crianças) com nosso intelecto e raciocínio já preparado para isso, presumo que muita coisa que a midia transmite, seria quase que impermissível de crianças veram. Mas foi citado “colocar limites”… estamos numa geração onde determinados tipos de limites, geram desconforto numa criança… este desconforto tende a crescer com o crescimento e chega momentos em que os Pais, passam a ser “os limitadores do crescimento” por impedir determinadas ações ou laser. Por outro lado, Pais colocam crianças na frente da TV para que tenham um pouco de tempo para sí pois o dia-a-dia, faz com que eles (Pais) precisem disso. Vejo muitos (e coloca muitos nisso) casais que, pela competição no mercado de trabalho, buscam crescimentos profissionais, e deixam seus filhos com uma pessoa para que esta cuide deles… ao final de tarde, chegam cansados do dia-a-dia e, já não tem muito tempo para ficar com seus filhos, de transmitir o que poderiam e assim vai, dia-a-dia… até perceberem que aquela criançinha de 1, 2, 3 anos, ja se transformou num adolescente e já tem vida e pensamentos proprios.
    A pesquisa está correta sim… há e muita influencia da TV não só nas crianças, mas também na familia por um todo.

    Ufa… mais um comentário sarado de grande…rs… Vou dar (Enviar) e ver se passa pela Moderação…rs.

  • Fernando Beraldo:

    Por isso que não meus sobrinhos são lesados…Tadinhos! A Mãe é uma loca desvairada e os bichinhos ficam o tempo todo na frente da TV (vêem até filme de terror, que absurdo) e do VideoGame.
    Dia 12 agora que passou, dei um kit com o jogo Monopoly e Clue, eles ficaram doidos, não queriam parar de jogar. Aí a lesada da mãe vira pra mim e fala: “Se eu soubesse que eles iriam gostar tanto já teria comprado”
    É uma mula mesmo…mas enfim!

Deixe seu comentário!