Enxaguantes bucais realmente funcionam?

Por , em 18.10.2012

As promessas de horas prolongadas de hálito fresco podem levantar dúvidas: os antissépticos bucais conseguem, de fato, combater o mau hálito? De acordo com estudo recente, a resposta é “sim”.

Para entender como esses produtos podem ajudar, é importante conhecer o que está por trás do mau hálito, formalmente conhecido como halitose. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Halitose, o problema atinge cerca de 30% da população brasileira e, embora não seja uma doença propriamente dita, pode ser sinal de algum problema de saúde (como gengivite).

O odor desagradável é produzido por bactérias que se alimentam de restos de alimento presos na língua e entre os dentes. Elas liberam, entre outras substâncias, sulfureto de hidrogênio, o mesmo que está por trás do mau cheiro de ovos podres.

Embora escovar bem os dentes e usar fio dental ajude, nem sempre é o bastante, em especial porque é a língua o principal “reservatório” de bactérias. E estudos anteriores mostraram que escovar a língua tem um efeito bastante limitado no combate à halitose.

Os enxaguantes bucais podem combater o problema por duas vias: matando as bactérias ou camuflando/neutralizando o odor. “Nós vimos que antissépticos bucais, bem como aqueles que neutralizam odores, são de fato muito bons para controlar mau hálito”, destaca o pesquisador Zbys Fedorowicz.

Contudo, ele também fez uma pequena ressalva: produtos que contêm gluconato de clorexidina podem manchar (temporariamente, mas de modo visível) a língua e os dentes. “Você pode remover um pouco com escovação, mas entre os dentes, onde a escova não alcança, é bastante aderente”, diz. O efeito é parecido com o amarelamento causado por tabaco.

Agora, se os enxaguantes têm efeitos que duram doze horas ou mais, já é outra história.[Life’s Little Mysteries]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

  • Tibulace:

    Para a QUASE TOTALIDADE das pessoas, os cuidados para evitar a halitose, poderiam resumir-se a:1-Escovar os dentes após as refeições.2-Usar um raspador de língua ( usar MESMO! ) depois das refeições.3-bochechar à noite, ao deitar-se, com água oxigenada diluída, 1:6, para combater as bactérias/substâncias odoríferas.Acontece, que há TODA uma indústria, com uma parafernália de produtos, para a higiene bucal, que NÃO ADMITE deixar de ganhar dinheiro.Um raspador de língua, assim como água oxigenada, são MUITO baratos!

Deixe seu comentário!