Estereótipo masculino pode ajudar homens a se saírem melhor em tarefas como dirigir

Por , em 10.09.2012

Uma nova pesquisa da Universidade de Durham, na Inglaterra, sugere que, mesmo quando um estereótipo não tem base na verdade, ainda pode influenciar o desempenho das pessoas.

Por exemplo, enquanto os homens são melhores do que as mulheres, em média, no uso de sinais geométricos para navegar, ambos são igualmente bons em usar pontos de referência para dirigir.

Porém, o fato de que as pessoas costumam dizer que “homens são melhores motoristas” realmente pode torná-los melhores nas duas tarefas.

Para estudar estereótipos, os pesquisadores escolheram o de navegação, porque o clichê de que os homens são melhores na direção não leva em conta o tipo de instrução dada. Assim, eles puderam observar como o estereótipo afetava tanto a navegação por marcos, que não apresenta diferenças de gênero, quanto a navegação geométrica, que apresenta.

40 mulheres e 40 homens participaram de um jogo de computador no qual tinham que localizar um objeto escondido através de formas tridimensionais coloridas, como marcos, ou através da medição da geometria das paredes da sala virtual. Metade dos participantes foi informada de que os resultados seriam utilizados para analisar as diferenças de gênero na navegação – o que evocou o estereótipo de que os homens se sairiam melhores.

Os homens de fato se saíram melhor do que as mulheres em navegar com sinais geométricos. Mas, no grupo em que o estereótipo de navegação foi lembrado, o desempenho dos homens melhorou em ambos os tipos de navegação – o que sugere que eles ganharam um “impulso” para se sair bem.

Os pesquisadores disseram que não parece que as mulheres foram prejudicadas pelo estereótipo. Ou seja, apesar dos homens terem se saído melhor por acharem que se sairiam melhores, as mulheres não foram pior porque acharam que os homens se sairiam melhores.

Porém, esse é um assunto para futuras pesquisas. Pode ser que, em diferentes situações, o contrário ocorra (ou seja, os lembrados de que devem se sair bem não melhorem o desempenho, mas os demais piorem seu desempenho, por causa da pressão).

Os cientistas sabem há muito tempo que os estereótipos podem mudar a maneira como as pessoas lidam com tarefas. Ser lembrado de um estereótipo negativo – por exemplo, “mulher é ruim de matemática” – pode sufocar o grupo estereotipado, piorando seu desempenho.

Ou seja, existem dois tipos de estereótipo: quando você lembra alguém que ele deve ser bom em algo, ou quando lembra alguém que ele deve ser ruim em algo. De qualquer forma, isso pode afetar, positivamente ou negativamente, as pessoas em tarefas das mais simples às mais complicadas.[LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • Rafaela Volcov:

    deve ser por isso que eu dirijo mal!

  • Murilo Mazzolo:

    Da mesma forma que Homem é melhor em Dirigir, mulher é MUITO melhor em cuidar dos Filhos e da casa, ensinar… kk’

  • Hugo:

    O que entendi desta reportagem é que os homens realmente dirigem melhor que as mulheres, independente do motivo.

  • Lunna .:

    O machismo nosso de cada dia

Deixe seu comentário!