Google Street View mapeia a Amazônia

Por , em 15.11.2011

O projeto Street View usou um triciclo equipado com uma câmera panorâmica 3D e um barco para tirar fotos de uma pequena parte da maior floresta tropical do mundo. Através do Rio Negro, a equipe tirou várias fotos da mata e dos moradores, que estarão disponíveis em poucas semanas.

Mesmo que as fotografias revelem apenas uma parte da gigantesca floresta, membros da ONG Fundação Amazônia Sustentável (FAS), que auxiliou o Google, acreditam que elas vão ajudar a espalhar a preocupação ambientalista.

O relações públicas do Google, Emmanuel Evita, que fez parte do projeto, disse que as comunidades locais foram receptivas com os “forasteiros”.

“Nós ficamos um bom tempo conversando com pessoas das comunidades e explicando o que estávamos fazendo. Eles percebem a atenção que estão recebendo, e a usam como oportunidade para mostrar sua cultura e dividi-la com visitantes e turistas”, comenta.

Evita afirma que a gigante da informática deixou o equipamento de fotografia nas comunidades e treinou os locais para que tirassem as fotos. Ele afirma que a Google entende que a melhor visão da floresta só pode ser a de quem mora lá.

“Nós trabalhamos com uma ONG local para treinar os moradores porque acreditamos que eles sabem quais áreas são as mais atrativas em serem fotografadas”.

O líder da FAS no Brasil, Virgilio Vianna, disse que a fundação decidiu dar suporte ao projeto porque acreditam que quanto mais conhecimento sobre a floresta for oferecido, mais chances de salvá-la. De acordo com ele, as fotos vão dar um melhor entendimento de como é a vida em locais distantes como esse.

“A maioria das pessoas não conhecem a Amazônia porque é muito caro chegar lá, e também por não ser a viagem dos sonhos. Então o Street View, por ser simples, grátis e fácil, vai abrir uma janela para a região”, afirma.

A Amazônia é o último local a ser mapeado pelo Google, que já fotografou milhares de cidades no mundo, incluindo algumas no Brasil, e cobriu pontos famosos que vão de Stonehenge ao Coliseu romano. [Telegraph]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

3 comentários

  • André Costa:

    Viva a America!!!

  • WILSON:

    Agora só falta os EUA declararem a Amazônia território norte americano pois o que tem de cientistas,padres e pastores ianques lá com a conversa mole de estarem “ajudando a preservação” não é mole ! Enquanto isto o desgoverno brasileiro finge que não vê !

    • Cesar:

      Os pastores e padres são os piores. Os cientistas estão lá com autorização do governo para fazer pesquisa científica (se eles são fiscalizados ou não é outra conversa), mas os padres e pastores fazem um desserviço enorme, por que:

      1. contaminam as tribos indígenas com doenças do homem branco, doenças para as quais eles não tem defesas;

      2. destróem a cultura original dos índios, com a desculpa de “salvar a alma deles”;

      3. fazem biopirataria. A pirataria de espécimes vegetais e animais é coisa séria, já existem produtos animais e vegetais que só podem ser obtidos na amazônia brasileira e que foram patenteados em países que nem sequer fazem fronteira com o Brasil.

Deixe seu comentário!