Homens são mais promíscuos do que mulheres, mito ou realidade?

Por , em 28.04.2009

De acordo com psicólogos, a crença de que homens são mais promíscuos e mulheres são mais exigentes não passa de um mito.

Pesquisadores descobriram que mulheres, na Inglaterra, tendem a ter a mesma quantidade de filhos do que os homens, com o mesmo número de parceiros. O estudo analisou mais de 10 mil pessoas, em 18 países – e aponta que a crença de que homens têm comportamento mais promíscuo do que as mulheres é conversa.

Também é improvável que haja a figura do “garanhão”, pelo menos em um âmbito mais geral. Os dados mostram que não há uma espécie de homem que atrai várias mulheres em comparação com outros, que fracassariam na procura de uma parceira constantemente.

De acordo com a pesquisa, os únicos casos desse gênero ocorrem em sociedades poligâmicas, no qual o homem mais rico pode desposar mais mulheres.

Uma das pesquisadoras responsáveis pelo estudo, Dra. Gillian Brown, afirma que mulheres procuram o mesmo número de parceiros do que os homens. “Os resultados questionam a idéia de uma regra universal que dita o comportamento sexual feminino e masculino” declara.

O pensamento popular de que homens são mais promíscuos, vem de um pesquisador da década de 40, Angus Bateman. Para ele, os homens têm mais sucesso do que as mulheres na hora de encontrar uma parceira e procriar.

Os estudos de Angus foram feitos a partir da observação de outros animais, e não de seres humanos – na natureza, os machos são competitivos e promíscuos, o exato oposto das fêmeas. [Telegraph]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

16 comentários

  • magno andre:

    lá na Europa pode ser…. mas aqui no Brasil, tenho certeza que a mulher trai muitooooo maisss.

  • Daniela Oliveira:

    Esse estudo vale aqui no Brasil tbm aqui tem muita periguete a mulher não fica atras não, só não fica se gabando igual aos homens.

  • Luiz Motta:

    Dado que o número de homens e de mulheres é aproximadamente igual, como vemos em quaisquer estatísticas, se o homem fosse mais promíscuo que a mulher teria de procurar mulheres em universos paralelos.
    Cada vez que um homem transa com uma mulher que não é a sua, essa mulher também está traindo seu parceiro.

  • Elizeu Moreschi:

    Os homens, na realidade, são mais falastrões que as mulheres.

  • Ignorante:

    O estudo desconsiderou os padrões culturais ocidentais incentivadores da promiscuidade feminina que estão invadindo e coontaminando todas as outras culturas, pois dá a entender que as mulheres “são” assim e não que “estão” assim neste momento histórico.

    Não vale nada.

  • Masaharu Kurt:

    Comentando em 2012 ¬¬
    Só dando um up no comentário da Sheila lá em baixo.
    “Lá na Europa pode ser… mas aqui no Brasil tenho dúvidas”
    Já eu nem duvidas tenho.

  • lucia:

    CONCORDO PLENAMENTE COM VC ANDERSON , SEM DUVIDAS SE FORMOS O HOMEM ALIMENTA A INDUSTRIA PORNOGRAFICA E SE ENVOLVE EM INUMERAS SITUAÇOES PERVERTIDAS E SUA DISCRIMINAÇAO E MUITO MAS MUITO MENOR EM RELAÇAO A QQ COMPORTAMENTO FEMININO

  • Priscilla:

    A pesquisa mosta o obvio.
    No Brasil é diferente. Claro! Aqui as mulheres são censuradas ao extremo, enquanto o comportamento promíscuo dos homens é aplaudido, a mulher, ao tomar qualquer atitude mais ousada, é chamada de vadia.
    Em uma sociedade desenvolvida, na qual as pessoas se preocupam apenas com a própria vida, a verdadeira natureza se mostra e a hipocrisia desce ladeira abaixo.

    • Carlos Leão:

      Em qualquer lugar do mundo é assim. Se você expõe seu corpo ousadamente, é INSTINTIVO que os homens tenham um olhar sexual sobre você. O que faz alguem ser considerada vadia é que vocês SABEM que isso provoca os homens. Em contrapartida, acho que os homens que tem a bunda como prioridade possuem comportamento animal, pois não conseguem se interessar por qualidades mais subjetivas como inteligência, jeito de ser, etc…
      Concordo que é hipócrita a promiscuidade masculina ser bem vista. A promiscuidade é ruim para os dois lados.
      Se não concorda com algo, argumente por favor.

  • nuno:

    claro ke as mulheres nao prestam sao iguais aos homens alias pelo contrario ao longo dos seculos as mulhers sempre foram mais promiscuas ke os homens louvado seja DEUS O UNICO VERDADEIRO JEOVA

  • Ton:

    Sr. Cesar, nem sempre os “estudos científicos”, nesse caso principalmente, tem razão(esse estudo, nesse assunto, é muito vago!).
    Conheço “homens”, sem dinheiro, que tem mais chances, e muito mais, de conseguirem mulheres do que outros que tem dinheiro(carrões, posses, etc..).
    Digo isso porquê ví, e não houvi falarem!
    Já ví homens, feios e sem dinheiro, conquistarem mulheres bonitas, casadas com homens bonitos, na frente de seus maridos sem que os mesmos percebecem(o famoso “bilhetinho” com telefone escrito).
    Qual a dúvida? Isso é impossível?

  • Cesar:

    Anderson, esta historia de “não me convenceu, basta olhar a realidade” tem um problema sério: sem o uso de uma metodologia, você pode cair em alguma armadilha, como o viés seletivo (dar mais valor a casos que comprovam a tua tese, em vez de contar todos os casos, prós e contras, para depois verificar se a realidade apóia tua hipótese).

    É como aquela história do cigarro que faz as pessoas morrerem antes. Sempre tem um camarada dizendo “meu parente tal fumava como um morcego e mesmo assim viveu até os 90 anos, portanto esta pesquisa é falsa, ou inválida”. Um caso não invalida uma pesquisa. Nem mesmo 10 casos. Ou mesmo 1 milhão de casos. É preciso saber se é 1 caso em 5, ou se é 10 casos em 1 milhão, ou se é 1 milhão de casos em 6 bilhões. Apenas contando os “positivos” ou os “negativos”, sem estabelecer uma relação com a população, transforma o teu relato em anedota, e talvez na exceção que comprova a regra.

    Então, você pode ter a tua opinião, mas se você quer refutar um estudo científico, tem que fazer outro estudo científico. Não é na base do “eu conheço” ou “é só olhar” e outras afirmações VAGAS.

  • Anderson:

    Este artigo não me convenceu. Basta olhar a realidade. Claro que os homens em geral têm um impulso sexual maior e uma discriminação menor. Quem é acusado de estupro, quem se envolve em várias perversões sexuais, quem visita prostitutas e quem tem feito da pornografia uma das maiores indústrias do mundo?

    • Roberta:

      Os homens alimentam a industria pornografica, pois eles tem um caráter mais visual, necessitam de estimulo visual. Tem fundamento cultural tb, pois as mulheres não eram impelidas a buscar pornografia, como os homens.
      No caso de estupro, tenho um prof. penalista, e ele diz que o estuprador não está interessado no ato sexual em si, mas que ele se alimenta do pânico da pessoa, do medo. Estuprador é um doente, e tem que ser tratado como um.

    • Paulo Ramos santana:

      Eu quando era mais jovem acreditava que nós homens éramos muito mais promíscuos, porque eu como jovem pensava 24 horas por dia em mulheres…sem contar o fato de ver uma mulher bonita e me deixar com muito desejo. Mas a medida que eu fui envelhecendo (e as mulheres também) comecei a perceber que as mulheres é que tomam a iniciativa…elas parecem aumentar o desejo sexual com a idade, já o homem é o contrário fica meio fraco e muitas vezes o homem mais maduro foge de um assédio com medo de fracasso. Se nós homens nos excitamos com o visual feminino, quando você dança ou abraça por um certo tempo uma mulher elas ficam excitadíííííííííissimas. Resumo. Empate.

  • Sheila:

    lá na Europa pode ser…. mas aqui no Brasil tenho dúvidas!

Deixe seu comentário!