Imagens provocantes colocam meninas em risco na internet

Por , em 26.05.2009

Estudo mostra que o uso de identidades provocativas na internet aumenta o risco de que meninas sejam vítimas sexuais de alguém que conhecem pela internet. O autor do estudo oferece um conselho aos pais, dizendo que os riscos podem ser atenuados monitorando o acesso dos filhos à internet.

Eles descobriram que meninas têm mais chances de experimentar avanços sexuais na internet e de marcarem encontros fora da rede se elas já foram abusadas previamente ou têm um avatar provocativo. Avatares são imagens digitais que representam os usuários. Muitos crimes sexuais iniciados na internet são originados de redes sociais na internet, que requerem que os usuários criem indentidades virtuais.

Alguns sites, como o Second Life, requerem que os usuários criem um personagem que o represente no mundo virtual. Outros, como o Orkut, MySpace e Facebook, permitem uma descrição pessoa e compartilhamento de fotografias. Mesmo assim, os usuários podem moldar as suas identidades da maneira que quiserem. Não é possível afirmar que as representações pessoais provocativas signifiquem um aumento nos avanços online e encontros offline. Mas é plausível admitir que esses tipos de representações constituem um convite inicial para a exploração.

Depois de realizar o estudo com 104 adolescentes que já sofreram abuso e 69 que nunca foram abusadas, G. Noll do Hospital Hospital Infantil do Centro Médico Cincinnati, em Ohio, nos EUA, afirma que 40% das meninas reportaram avanços sexuais online e 26% disseram ter encontrado alguém que conheceram na internet. Meninas que já haviam sido abusadas, tiveram mais chances de experimentar ambos. As que se representavam com um avatar mais provocativo, tiveram mais chances de avanços sexuais online. [CNN]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 5,00 de 5)

19 comentários

  • Valterdasilvasantosfilho Silva:

    Elas estão tirando o atraso das repressoes em todos os sentidos e digo mais elas vão dominar o mundo é será bem mais sensato o nosso planeta

    • Fernando F. Silva:

      Humm..quer dizer que mostrar a bunda e os peitos no facebook muda o mundo? lol

  • Valterdasilvasantosfilho Silva:

    Há tempos as fêmeas foram proibidas em quase tudo ENTAO hoje elas estão tirando o atraso no sexo na política na ciência em todos os aspectos

  • R.ROCHA:

    Só o conhecimento pode nos libertar da cultura do sensual e provocativo em que somos bombardeados de todos os lados.
    Evoluir e não regredir.

    • Cesar Grossmann:

      É só desligar a televisão. Ou mudar para outro canal…

  • Raquel Adrien:

    Estupro e pedofilia são crimes,e devem ser punidos.Mas hoje em dia,as mulheres andam tudo com fogo no rabo,se expõem demais,depois reclamam.

    • Cesar Grossmann:

      Raquel, isso daí é só a cultura do estupro em ação. É o mesmo que dizer “quem mandou andar de carro, com tanto roubo de carro por aí”. Não se admite, estupro é crime, não sabe se controlar, se interna, vai se tratar.

  • Fabio Reis:

    resolvi o problema proibindo o acesso a redes sociais pelos adolescentes aqui em casa.

  • Ignorante:

    E quem é que manda elas colocarem essas fotos?

    E se o pai proíbe e castiga elas por desobedecer ainda chamam a polícia! Depois ficam reclamando dos resultados.

    Os pais foram proibidos de corrigir os filhos, então agora só pode mesmo dar nisso. Aqueles que proibiram os pais de dar ordens em suas famílias são os responsáveis por tais coisas.

  • Mello Isaac Wolney:

    em relação às meninas digo: todo cuidado é pouco. gostei mt do BK_Churrasco do Anderson, é uma excelente opção. parabéns aos produtores.

  • talita borge:

    nada demais ela da osadia

  • Gilberto:

    Infelizmente nossa justição não é das melhores e sendo assim não nos deixemos levar pela credibilidade de que se acontecer algo seremos recompensados com a punição dos envolvidos.

    Cabe aos responsáveis(Pais) observarem e acompanharem o que seus filhos fazem na internet sejam eles crianças ou adolescentes.

    Muitos pais sabem do risco mas fazem de conta que está tudo bem e é ai que se enganam…

    Vamos tomar mais cuidado.

  • jessica:

    eu ja falei a minha amigas pra não tirar fotos assim porque elas corem riscos

  • Fernando:

    Ja divulgando para todos da minha comunidade, para os pais ficarem mais educativos com a materia.

  • Gilberto:

    Eu acredito que adotando medidas eficientes os pais podem sim ajudar a evitar esta ação impedindo que seu filho ou filha se iluda com as promessas virtuais. O risco é muito grande e lógico mas muitos pais não detem seus filhos pois tem medo de atrapalhar ou não entendem e nem sabem como iniciar o auxilio.

    O governo deveria melhorar o acesso da informação complementando o conhecimento dos pais para que os mesmos possam evitar qualquer possibilidade abuso por parte dos oportunistas virtuais.

    Eu acredito profundamente que a familia é o melhor caminho para a busca de proteção.

    Os crimes virtuais estão cada vez mais eficientes e isso obriga a sociedade a criar rotinas de defesa para os usuários (meninos e meninas) indexperientes.

    Preservar a sociedade é uma obrigação de todos e evoluir depende deste resultado.

  • quentefrio:

    Putz, nem precisava fazer estudo, isso tava na cara né? Mas essas garotas sacanas querem se expor, também aguentem as consequências, né?

    • admin:

      quentefio, o que você falou não se justifica em caso de abuso sexual e se são crianças.

    • JLKLEIN:

      o q tu entendes por criança, 10 ou 12 ou 15 anos, por q as meniunas de 12 anos para cima vivem dando em cima dos meninos, ai eles ñ fazem nada e elas vão mais alem, infelismente esta e a realidade, o sexo livre que todos aprovaram virou nisto ai, um oba oba, agora guentem as consequencias, nota eu so tenho filhas meninas e me vejo as puas.

    • Joane Nogueira:

      JKLEIN , adultas ou não, nenhuma mulher merece ser estuprada. Dar em cima de um homem não quer dizer que ele pode te agarrar à força.

Deixe seu comentário!