iPhone 5: melhor aparelho da Apple até agora, mas talvez não o suficiente

Por , em 19.09.2012

Se você não está sabendo do pré-lançamento do iPhone 5, deve ser um alienígena disfarçado que acaba de chegar à Terra.

O novo aparelho da gigante da tecnologia Apple mal começou a ser vendido e já é um hit. Na segunda-feira, 17, a empresa informou que a pré-venda do iPhone 5 bateu um novo recorde: 2 milhões de encomendas nas primeiras 24 horas. Já são previstos atrasos para entregas nos EUA, que devem certamente refletir no resto dos mercados.

Esse número é o dobro do visto no lançamento do iPhone 4S no ano passado, e muito maior que a marca do iPhone original, lançado em 2007, comprado por 270 mil pessoas nas primeiras 30 horas de venda.

Na quarta-feira, 19, a ação da Apple atingiu uma máxima histórica de US$ 703,50. Especialistas acreditam que na sexta-feira, 21, dia do lançamento oficial e início das vendas do iPhone 5, ele atinja a marca de 8 a 10 milhões de unidades vendidas em três dias.

Se isso não for sucesso, não sei o que é. Mas as primeiras críticas ao aparelho, embora positivas no geral, também lançam luz em algumas características ausentes ou ruins do novo produto.

Comentários

David Pogue, do New York Times, identificou três fatores que fazem do iPhone um sucesso: design, componentes e compatibilidade. Enquanto o iPhone 5 se superou nos dois primeiros, o seu novo conector perde pontos no departamento de compatibilidade.

Apesar de ser menor, mais resistente e mais fácil de usar do que o antigo, o novo conector, que tem a função de ligar o iPhone a acessórios, foi criticado porque faz com que alto-falantes e outros acessórios atuais tornem-se obsoletos. Aliás, tem quem não ache prático o fato de precisar usar um adaptador para conectar acessórios ao smartphone. A queixa mais consistente ao novo aparelho, então, é essa: a mudança na forma como o iPhone se conecta a carregadores e acessórios.

O novo design do aparelho, entretanto, agradou muito. A tela de 4 polegadas 16×9 não é grande em comparação com a maioria dos concorrentes, mas já é maior que a do antigo aparelho. O fato de ser 4G e ter um novo processador também somou pontos positivos.

Especialistas também consideram interessante o fato do fone de ouvido ficar na parte inferior do iPhone 5, como em um iPod Touch. Sua leveza foi outro ponto de apreciação: a Apple anunciou que o celular é 20% mais leve do que o modelo anterior.

Com tudo isso, alguns acham que a questão do conector vai ficar em segundo plano. “A maioria dessas pessoas [que reclamaram do conector] provavelmente vão comprar o telefone de qualquer maneira, e, eu suspeito, com alegria”, opina Ed Baig, do USA Today.

Mas as reclamações não acabam com o conector. O fato do aparelho não lidar com uma chamada de voz e interação de dados simultaneamente é considerado ruim. E, como já dissemos, até mesmo a tela “nova” maior é menor do que as encontradas em aparelhos concorrentes. Por conta disso, alguns apps não se encaixam na tela de 4 polegadas.

Samsung x Apple

A principal concorrente da Apple, Samsung, não perdeu tempo e já lançou um novo vídeo (como fez no ano passado) ridicularizando fãs da Apple e enumerando razões pelas quais o Galaxy S III (seu smartphone) é melhor.

O vídeo retrata os mais “fanáticos” por produtos da Apple como pessoas bobas e quase arrogantes, que ficam maravilhadas com elementos ruins do aparelho ou com características já encontradas no produto da Samsung. Por exemplo, uma cena retrata um fã dizendo que vai ser preciso usar um adaptador para conectar acessórios ao smartphone, e alguém responde: “Mas eles fazem os adaptadores mais maneiros”.

No vídeo, enquanto as pessoas que estão na fila esperando o iPhone comentam que grande produto vão adquirir, outros passam com telefones Galaxy S III trocando informações via conexão sem fio NFC, um item ausente no iPhone 5. Alguém pergunta se eles não vão querer comprar o produto da Apple, que vai ter uma tela maior e ser 4G. As pessoas respondem que a tela do Galaxy é ainda maior, e ele já é 4G. Veja o vídeo (em inglês) abaixo:

Mas a “briga” não para por aí. O iPhone perde em recursos no vídeo, mas ainda pode ganhar alguns pontos. Testes feitos pela equipe do site SlashGear, que analisou o desempenho do iPhone com JavaScript, revelam que ele pode ser o melhor para se navegar na internet. O iPhone 5 completou o teste em 914,7 ms (milissegundos), enquanto o seu maior rival, o Galaxy S III da Samsung, levou 1.441,7 ms (o que ainda é bastante rápido).

No fim das contas, a maioria dos especialistas concorda que ambos os produtos são muito bons, e que o consumidor está seguro com qualquer que seja sua escolha, que deve ser mais pessoal do que baseada em estatísticas.[NBCNews, TecMundo, TecMundo2, Terra, Abril, JB, Terra2]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Joao Carlos Agostini:

    Não saber que o iPhone5 está em pré-venda ou foi lançado é sinal de normalidade e não de alienação. Quem fica atrás da moda, seja do for, correndo para ser o primeiro a “consumir” é que não é normal, é consumidor dependente.
    Os limites do sistema operacional dos iPhones é que não permitem ir mais além, esgotou a relação simplicidade e eficiência x funcionalidades. A eficiência do iPhone se dá a custa da simplificação do que o SO pode fazer, ou, na verdade, não pode fazer, como ser multitarefa e multijanelas ativas, além de não permitir customizações. Além disso, é um SO que só funciona em um determinado tipo de hardware, diminuindo ainda mais a sua amplitude. Mas sobrou a moda e os modistas que sustentam a Apple.

  • Gargwlas Gargw Gargwlas:

    bom.. benck sintetico nunca foi minha praia pois mentem muito, mas no GeekBench (disponivel para Android e iOS)

    o iphone 5 fez 1601 pontos enquanto que o Galaxy SIII fez 1688

  • Mateus Felipe Martins Da Costa Cota:

    Hypescience vocês estão de párabens, essa foi a primeira materia do Iphone 5 que considero boa, pois nos outros sites de tecnologia abordava o Iphone 5 como tal acima dos outros e não apontavm seus pontos negativos, essa foi a 1° materia de verdade que vi sobre ele.

Deixe seu comentário!