Emagrecer mascando chicletes: é possível?

Por , em 12.05.2019

Talvez você já tenha ouvido falar que mascar chiclete ajuda a perder peso. Será?

A resposta mais correta, cientificamente, é talvez. Alguns estudos descobriram que pode ser útil, outros que não faz diferença.

Prós

Mastigar um pedaço de chiclete não vai magicamente ajudá-lo a perder peso. O ato em si não queima muitas calorias, e não vai desfazer as calorias que acabou de consumir de outras refeições.

Ainda assim, para alguns indivíduos, o chiclete pode ser uma boa estratégia quando se trata de perder peso, especialmente se auxiliá-los a evitar lanches no meio do dia ou tarde da noite, e a substituir a sobremesa.

De acordo com a nutricionista Keri Gans, o chiclete pode ser uma ferramenta benéfica de duas maneiras. “Colocar algo açucarado na boca depois de comer pode sinalizar que a refeição acabou. Alguns precisam de algo doce no final de cada refeição e vão procurar por sobremesa. O chiclete talvez consiga resolver o problema e te poupar as calorias que você poderia ter consumido em uma casquinha de sorvete ou um pedaço de bolo”, explica.

Para outros, especialmente aqueles que anseiam por lanches entre as refeições e pastam durante o dia para não comer em excesso, mascar chiclete pode manter a boca ocupada. Por exemplo, um estudo concluiu que o chiclete pode suprimir o apetite, especialmente o desejo de comer doces. Especificamente, aqueles que mascaram chiclete consumiram cerca de 40 calorias a menos na próxima refeição.

Contras

Em outras pesquisas, no entanto, o chiclete não pareceu influenciar o apetite ou a ingestão de alimentos. Além disso, as pessoas podem acabar consumindo mais calorias de alimentos menos nutritivos quando finalmente comem.

Por exemplo, em um experimento, mascar chiclete regularmente por oito semanas não ajudou a facilitar a perda de peso em adultos com sobrepeso e obesidade.

O que essas descobertas podem sugerir é que os efeitos do chiclete podem diferir de pessoa para pessoa e depender da personalidade alimentar. “Se você é alguém que trabalha em casa e se vê vagando pela cozinha muitas vezes, ou se você visita com frequência uma cozinha de escritório cheia de lanches, mastigar um chiclete pode ajudar”, disse Gans.

E o chiclete não substituirá necessariamente um lanche da tarde, especialmente se já passou muito tempo desde que você almoçou. Ele não fornece energia, como comer um iogurte ou uma fruta, por exemplo.

Conclusão

Se você não tem o hábito de mascar chiclete, simplesmente não precisa começar agora.

Se acha que pode ser útil, porém, escolha uma goma sem açúcar. Ela está associada ao aumento da saciedade e, como é feita de álcoois de açúcar, em vez de açúcar, contém menos 5 calorias.

Mastigar goma sem açúcar também é benéfico para os dentes: aumenta o fluxo de saliva, lavando os ácidos produzidos pelas bactérias na placa, o que diminui o risco de cáries.

Vale observar que, embora a maioria das pessoas possa tolerar álcoois de açúcar em pequenas quantidades, em grandes pode levar a inchaço e diarreia. Limite a quantidade de chiclete que você masca por dia.

“Não estamos sugerindo que alguém deva mascar chiclete durante todo o dia”, afirma Gans. Um por período – depois do café, do almoço e talvez da janta – é suficiente. [CNN]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (9 votos, média: 4,44 de 5)

Deixe seu comentário!