Levou 9 anos e 5 bilhões de km para fazer esta foto

Por , em 14.07.2015

Depois de nove anos e mais de 5,24 bilhões de quilômetros, a sonda New Horizons fez sua maior aproximação a Plutão hoje cedo, no horário americano.

Supondo que a sonda sobreviveu ao encontro, em seguida já começou a se afastar do planeta anão, conforme se dirige ao Cinturão de Kuiper. Na madrugada de quarta-feira, a NASA recebeu a foto de maior resolução de Plutão que você pode ver acima.

Por enquanto, a agência espacial norte-americana postou apenas a imagem acima, a mais próxima já tirada do planeta recebida em Terra.

Olhando de perto

A New Horizons fez sua passagem mais próxima por Plutão a 12.552 quilômetros da sua superfície.

A sonda, que está no meio de 22 horas de observações científicas automatizadas, não irá mandar sinais para os controladores da missão por mais algumas horas. Amanhã, terá acabado a fase de coleta de dados da missão, e começará a enviar o tesouro de informações para os cientistas analisarem.

Entre as descobertas feitas até agora estão a medição precisa do diâmetro de Plutão, uma quantidade maior que a esperada de nitrogênio vazando da sua atmosfera para o espaço e a confirmação da presença de nitrogênio e metano congelados na região polar.

Amanhã já devemos ter mais imagens próximas de Plutão, mas vai demorar quase um ano para todos os dados dos instrumentos a bordo da sonda chegarem à Terra.

O gigante indiscutível

As últimas fotos de Plutão tiram a dúvida de uma vez por todas: o planeta anão tem 2.370 quilômetros de diâmetro. Isso o torna indiscutivelmente maior do que Eris, o segundo maior objeto no cinturão de Kuiper, com 2.336 quilômetros (margem de erro de mais ou menos 12 km), terminando um debate de longa data. Para comparação, a Terra tem um diâmetro de 12.742 km. [NYTimes, io9, Phys, io92]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (6 votos, média: 5,00 de 5)

2 comentários

Deixe seu comentário!