NASA está construindo o maior foguete de combustível sólido do mundo

Por , em 9.10.2012

A próxima geração do Sistema de Lançamento Espacial (SLS, Space Lauch System) deve entrar em funcionamento em 2017, substituindo o histórico Saturn V como o maior e mais poderoso lançador espacial de veículos que já voou.

Para poder levantar sua carga prevista de 70 toneladas em órbita, o SLS vai contar com os dois maiores foguetes de reforço (boosters) de combustível sólido já construidos.

O primeiro destes boosters está sendo montado para a Nasa na cidade de Brigham, no estado do Utah, pela ATK Space Systems, usando novos métodos de manufatura, novos processos e novas tecnologias, que pretendem fazer destes monstros gigantescos mais seguros e baratos.

Estes boosters são derivados dos boosters dos ônibus espaciais (shuttles), mas tem cinco segmentos, um a mais. Da mesma forma que os boosters dos ônibus, eles poderão ser reutilizados, mas serão mais poderosos, com uma força de 16.000 kN contra os 12.000 kN dos shuttles.

E para construir estes boosters de forma segura e barata, a ATK está investindo bastante. Medidas como a criação de uma produção em linha, a substituição de inspeções de raio-X do bocal por ultrassom e a otimização na quantidade de movimentos (que reduziu um processo de 47 movimentos para apenas 7) permitiram cortar os custos em 46%.

O processo também é mais seguro por que, com menos passos e menos deslocamentos, as chances de danificar as gigantescas peças, o que poderia transformar um lançamento em uma tragédia, diminuem bastante – a diferença básica entre uma bomba e um booster é o bocal que permite a queima mais “controlada” do combustível, além de direcionar os gases ejetados.[NASA, Gizmag, Gizmag 2011, PhysOrg]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 5,00 de 5)

2 comentários

  • Murilo Mazzolo:

    Mas qual seria esse combustível sólido que o novo SLS vai utilizar?

  • Andre Luis:

    Muita emoção no lançamento de um foguete! Gosto bastante do design dos ônibus espaciais da Nasa, mas pelo jeito esse é bem mais arrojado! Provavelmente ainda teremos muitos foguetes com diferentes visuais, mas claro, isto é a última coisa que se importa no desenvolvimento de um!

Deixe seu comentário!