Nebulosa do Caranguejo emite misteriosas explosões de raios gama

Por , em 9.01.2011

Cientistas detectaram três “surtos” de labaredas da famosa Nebulosa do Caranguejo, um dos objetos celestes mais conhecidos, que a fizeram brilhar de forma significativa na faixa de raios gama por alguns dias.

A Nebulosa do Caranguejo é na verdade o “cemitério” de uma estrela morta há muito tempo. Suas camadas fotogênicas de gás coloridos são os restos do corpo da estrela, expulsos antes dela colapsar e criar uma densa estrela de nêutrons.

A estrela de nêutrons no coração da Nebulosa do Caranguejo é chamada de “pulsar”, pois emite um feixe contínuo de radiação, como um farol que parece pulsar quando cruza a linha de visão da Terra.

Anteriormente, os cientistas acreditavam que o Caranguejo era estável. Agora, a descoberta das “explosões” muda essa ideia. Os pesquisadores observaram labaredas em outubro de 2007 e setembro de 2010. Outra equipe também observou a chama de setembro 2010, bem como uma em fevereiro de 2009.

Os pesquisadores ainda não sabem por que a nebulosa está emitindo essas erupções estranhas. As labaredas, que duraram, cada uma, poucos dias, são diferentes das explosões de raios gama, que são explosões de luz muito mais curtas, criadas quando morre uma estrela gigantesca.

A ideia básica é que o pulsar libera uma corrente de partículas carregadas que são aceleradas. Quando as partículas – principalmente elétrons e seus irmãos com carga positiva, os pósitrons – “batem” na nebulosa em torno do pulsar, elas interagem com o campo magnético da nebulosa, fazendo com que ela libere um tipo de luz conhecida como radiação síncrotron, que é principalmente na forma de raios gama.

Estas são as primeiras explosões de raios gama vistas de qualquer nebulosa. Segundo os cientistas, isso vai fornecer uma nova visão sobre como as partículas são aceleradas em objetos astrofísicos.

Essa aceleração em particular é aproximadamente 1.000 vezes mais energética do que o maior acelerador de partículas feito pelo homem, ou seja, quase à velocidade da luz. Como resultado, os raios gama liberam muita energia, nunca antes vista a partir de fontes astrofísicas.

O objetivo dos pesquisadores é compreender o processo de aceleração de partículas, formando modelos e teorias que possam explicar como acelerar as partículas a esta quantidade enorme de energia.

Para isso, os cientistas esperam pegar a Nebulosa do Caranguejo no “ato”, durante uma explosão, bem como eventualmente observar o fenômeno em outras nebulosas. [MSN]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 5,00 de 5)

21 comentários

  • aurilan:

    a antimateria e um grão de areia para o universo.

  • lucas R. barros:

    eis mais um misterio para quem trabalha com isso

  • cpuvirtual:

    É!

    Estamos cercados de fenômenos espetacularmente poderosos!
    Resta somente a lógica dos poetas para interpretar estas mensagens do céu!
    Hummm
    A Nebulosa do Caranguejo é na verdade o “cemitério” de uma estrela morta há muito tempo.
    Um cemitério que emite luz?
    Alguma coisa aconteceu, mas somos muitos pequenos para enxergar, por isso temos que estudar….e muito!

  • Rodrigo Paim:

    Lindo, mas não queria estar perto de nada desse tipo ….

    Bom, sobre os mistérios do universo, creio que haverá muitos mistérios, por muito tempo, porém concordo com o Henry no ponto em que a ciência está no caminho certo, e que devemos deixar as crendices de lado …

    Porém é um erro dizer que a ciência, com o conhecimento de hoje, responde tudo….

  • Rodrigo Paim:

    Lindo, mas não quero está perto de nada desse tipo …

    O universo

  • ELY:

    Rayssa,é para vc. . Deus que é o criador de todas as coisas, está sempre inovando; então é necessário que os cientista descubra as inovações para passar para nós que estamos na espera. . Até mais…

  • ELY:

    Se estamos entusiasmado com o universo;com a ajuda dos telescópios;imagina a antematéria deste universo que é muito mais FANTÁSTICA.

  • clarice:

    que lindo…..

  • Everton:

    Uau Lipp ! Você tá certo…
    Vou falar sobre o novo cd da dupla pseudo-caipira Victor & Leo.
    Liberdade de expressão é uma coisa cara-pálida, falta do que falar é outra.

  • Carlos dos Anjos:

    Muito boa materia. Gostaria de saber mais sobre esta nebulosa.

  • Simas:

    Os rais gama emitidos por estas estrelas de neutons, é uma varredura que pode atinfir nosso planeta. Como giram, sua rotação espalha raios gama, X, etc, por todo o espaço e podem causar acidentes no nosso planeta, como a morte de aves ocorrido dias atráz, nos EEUU.

  • Laboceta:

    sempre iremos cair no misticismo…

  • Rayssa:

    Olha, acredito que se a ciência soubesse de tudo, por que Deus existiria? Gosto muito de astronomia. Muito interessante o post. Obrigada

  • Lipp:

    Uau Everton! Como vc é idiota! Já ouviu falar sobre liberdade de expressão?

  • Everton:

    O que mais me diverte, e me aflige muitas vezes, são os comentários totalmente fora do contexto da matéria, sem noção e sem o menor conhecimento das pessoas. 🙂
    Vão comentar sobre futebol ou pagode.Pelo menos tenho certeza de que vocês devem conhecer mais sobre esses assuntos.

    ‘Voltando’ ao assunto do post… Podiam ter contado mais a história da Nebulosa de Caranguejo, como o fato de que a explosão da Supernova que a originou, foi a primeira explosão registrada oficialmente que originou um novo astro celeste.

  • phelipe:

    o ser humano mal conhece 1% do planeta terra vai saber do universo que é um lugar muito maior…
    a ciência sabe de muita coisa sim.
    mas tem muita coisa que não passa de hipóteses o espaço e um lugar que para o homem e considerado infinito afinal ainda não encontramos o fim do universo mais quem sabe haja um fim?
    talvez uma parede?!
    não sabemos não podemos afirmar que o universo seja finito ou infinito aqui no hyper science mostra a possibilidade de estarmos dentro de um buraco negro…
    e fora desde buraco poderá haver outros universos.
    mas isso não passa de hipóteses.

  • Cibernática:

    “O universo não é um mistério, o universo ERA um mistério.”
    O engraçado é que quanto mais os astrónomos estudam o universo mais admitem o seu desconhecimento em relação a ele.
    E o que hoje para a ciência está correcto, amanhã possivelmente estará errado… é assim que as coisas têm sido até agora…

  • André Luiz:

    Henry, o universo será para nós sempre um mistério. Não sabemos praticamente nada sobre ele.

  • Henry:

    O universo não é um mistério, o universo ERA um mistério. Tanto que diversos Deuses foram inventando pra explicar coisas simples como o nascer do sol e o movimento da lua.

    A ciência tá no caminho certo.

  • Patrick:

    Mas isso não impede, nós astrônomos, de tentar.

  • André Luiz:

    É muito lindo e misterioso. O universo é um mistério e jamais vamos saber a verdade sobre ele.

Deixe seu comentário!