Nova espécie de mamífero carnívoro é descoberta em Madagascar

Por , em 17.10.2010

Pesquisadores descobriram uma nova espécie de mamífero carnívoro, que foi encontrada nos pântanos do lago Alaotra, o maior de Madagascar.

O habitat do pântano está em perigo, por causa de espécies invasoras e poluição, e os cientistas acreditam que a nova espécie seja um dos mamíferos mais ameaçados do mundo.

Ele foi visto pela primeira vez nadando no lago em 2004. Os pesquisadores suspeitaram que poderia ser uma nova espécie, e passaram a fotografar o animal. A equipe retornou ao local em 2005, capturou um dos animais para analisá-lo e tirou medidas detalhadas, amostras de sangue e tecidos.

Os cientistas também enviaram um exemplar morto da espécie para o Museu de História Natural, em Londres. Lá, os zoólogos puderam comparar a criatura com o seu parente mais próximo, a vontsira de cauda marrom, que vive nas florestas do leste de Madagascar, e, finalmente, confirmar sua identidade.

O animal se parece com uma fuinha e recebeu o nome de Salanoia durrelli, em homenagem ao conservacionista Gerald Durrell. O bichinho tem o tamanho de um gato e, segundo os pesquisadores, a vontsira Durrell e a vontsira da cauda marrom são semelhantes, mas têm uma coloração muito diferente.

Além disso, há diferenças óbvias na estrutura cranial e dentária, bem como no tamanho e na forma das patas. Foi assim que os cientistas se asseguraram de que era uma espécie distinta.

Segundo os pesquisadores, a descoberta de uma nova espécie de mamífero é muito incomum e encontrar um carnívoro é particularmente raro. A criatura é extremamente difícil de ser encontrada – por enquanto, eles só têm conhecimento de dois animais na selva, encontrados somente nas áreas pantanosas. Por viverem em uma área muito pequena, eles são vulneráveis às pressões sobre o habitat ameaçado.

Os pesquisadores ainda sabem muito pouco sobre o comportamento do animal e sua fisiologia. Eles acreditam que possa ser um animal parecido com o mangusto, que normalmente vive em áreas áridas ou florestas, mas especificamente adaptado para um ambiente aquático, ou semi-aquático.

Os cientistas também acreditam que o animal se alimente de peixes e pequenos mamíferos do lago. Para entender melhor tudo isso, eles esperam voltar para o lago e realizar uma análise mais detalhada, e possivelmente marcar e seguir os mamíferos pequenos para ver se seu habitat está confinado ao lago.

Madagascar é um ambiente rico em biodiversidade. Desde 2006, três novas espécies de mamíferos foram descobertas lá: dois lêmures e um morcego. Porém, o último carnívoro descoberto na ilha foi também uma vontsira (Galidictis grandidieri), em 1986. [BBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

6 comentários

  • Edson da Cruz Maria:

    Que pena que nem bem foi descoberto e já esta tão ameaçado de extinção. A nossa especie humana precisa urgentemente repensar nossas atitudes para que não sejamos os próximos a entrar nesta lista.

  • Henrique Telles Dos Santos:

    amo madagascar esse mangusto é lindo

  • jjmm:

    Não somos mamíferos carnívoros. Nosso organismo NÃO é fisiologicamente preparado para comer carne. Somos animais MUITO estranhos, bastante diferentes de todos os outros animais.

  • Felype Rangel:

    estamos evoluindo

  • jhovana:

    que bichos feios

  • felipe:

    Que bichinho mais fofinho. kkkk

Deixe seu comentário!