Os grandes benefícios de ser careca

Por , em 13.09.2012

Homens carecas não precisam gastar dinheiro com cabelereiro, shampoo ou pente. Fora que é dos carecas que elas gostam mais. E os benefícios de não ter cabelo não param por aí. A revista Social Psychological and Personality Science, desenvolvida por pesquisadores que investigam comportamento e personalidade, fez um levantamento de estudos que mostram a relação entre (a falta de) cabelos e personalidade masculina.

Foram analisados três estudos que sugerem como a escolha de um homem em raspar a cabeça influencia a percepção deles pelas outras pessoas.

▪ Divórcio, bebidas e cigarro podem fazer você ficar careca

O primeiro estudo diz que homens com a cabeça raspada são classificados como mais dominantes que os cabeludos. Em uma segunda pesquisa, homens que tiveram seus cabelos digitalmente removidos foram classificados como mais dominantes, altos e fortes do que realmente eram. O terceiro estudo selecionado diz que homens que estão perdendo cabelo naturalmente melhoram sua relação com outras pessoas quando optam por raspar o cabelo completamente.

A maioria dos homens brasileiros ainda prefere a cabeça cheia de cabelos. Mas são vários os que optaram pelo cabelo raspado e fazem sucesso, como o lutador Anderson Silva e o nadador Xuxa. Mulheres, o que vocês acham de homens carecas? Homens, vocês teriam coragem de raspar o cabelo com máquina zero? Deixe seu comentário! [Discover Magazine/SPP]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,67 de 5)

16 comentários

  • Vladimir Machado Malaquias:

    Raspo o cabelo desde 1999. Comecei na máquina 4 e fui diminuindo até chegar na zero+lâmina em 2003… desde esse ano sou completamente careca e considero essa uma das melhores decisoes que tomei!

  • Eddie Santos:

    gosto tanto de ser careca que procuro um meio de retirar de vez os cabelos do couro cabeludo.
    antes da calvicie eu ja curtia ser careca

  • Alécio Jr.:

    Melhor raspar zero e assumir a bela careca, do que ficar com a cabeça igual a de boneca….

  • Marcelo Ribeiro:

    Esse estudo foi o que definitivamente me levou a esta drástica decisão.

    • Luna:

      E ficou muito bonito.

  • Luiz Lira da Silva:

    Aos 28 anos comecei a perder alguns fios de cabelo. Como meu pai era calvo, e a hereditariedade não perdoa, resolvi assumir a calvície de vez, e me antecipei raspando o cabelo. Me senti tão bem, que raspo em casa a cada 07 dias, eu uso o barbeador,é rápido e não preciso gastar tempo e grana no cabelereiro.
    A turma aprovou!

  • Cleosammer:

    A verdade é que a maioria dos homens não se sentem bem quando estão ficando carecas, eu penso que é como se perdesse algo que os deixa meio perdido, parece que é algo que se perde em suas personalidades, é meio que semelhante a quando perdemos alguém que a gente pensa que é nosso, temos muito medo de perder muitas coisas na vida, inclusive o cabelo. Eu vejo os homens que assumem uma cabeça raspada no zero como um elemento fascinante, acho muito lindo, sexi e muito sensual, é uma pena que a maioria não se sente bem, mas vejo como um elemento de masculinidade, é perfeito.

  • Márcio Martins:

    É… parece que eles não sabem o significado real de: “dos carecas que elas gostam mais”.

  • luysylva:

    – eu também uso esse estilo, raspo todo meu cabelo!

  • César H. Valentino:

    Eu sempre quis deixar a barba gigantesca e rapar a cabeça. Tenho coragem. Terminando um estágio que estou fazendo vou fazer isso. Pra ser mais preciso: dia 14 de Dezembro. ;D

  • Sidnei Mello:

    Não tive o que fazer quando a “herança” da calvice que herdei do meu pai chegou. Então assumi de vez e comecei a raspar a cabeça com 25 anos. Hoje, com 32, não consigo deixar de raspar a cada 2 meses. muito bom.

  • Matheus Goularte:

    Sou careca de raspar com a gilete e não sou lá muito bonito de rosto, mesmo assim me sinto muito confiante (depois de muita terapia interna e algumas epifanias).

    Se uma pessoa te julga pela estética, e não te dá moral, que bom pra você, está se livrando de alguém superficial 🙂

  • Jack Jack:

    então o hitman é um cara muito sociavel heheuehe

  • Hugo:

    Raspei (ou melhor, rasparam sem o meu consentimento rs) a primeira vez quando passei no vestibular. Antes disso, nunca tive coragem. Desde então raspo com uma certa frequência – umas 4x no ano – quando está muito calor ou quero mudar um pouco.

    • wlademir:

      Também fui “convencido” a raspar a cabeça quando passei no vestibular e, de lá para cá, o efeito do tempo vem fazendo fazendo naturalmente.

      Recentemente comentei com minha esposa que iría passar máquina zero e ela não gostou da ideia hehehehe

  • Murilo Mazzolo:

    Eu já sou FEIO que dói… se eu raspar a cabeça vou parecer um E.T. cara!!! kkk’ Então… tem alguma garota que se interesse por Alien, assim arranjaria coragem pra raspar no Zero!!!! kkkkkk

    Gosto da cabeleira do jeito que é mesmo, nem que for bagunçada, como é o meu!!! kkk

Deixe seu comentário!