Armas high-tech serão usadas pela polícia britânica

Por , em 9.09.2008

A polícia britânica logo começará a usar armas não-letais de alta tecnologia que “derretem o rosto” para dispersar multidões ou outras com projéteis grudentos para agarrar criminosos em fuga.

Os estímulos para a busca das novas tecnologia são as mortes desnecessárias, como a do brasileiro Jean Charles Menezes, que foi confundido por oficiais da Scotland Yard com um terrorista homem-bomba.

Não se preocupe, pois nenhum laser que pode vaporizar você a 20 km distância ou facas que explodem órgãos internos estão incluído na lista. Cientistas do governo britânico estão testando uma série de novas armas de “tecnologia menos letal” para ajudarem os policiais a apreenderem bandidos que estejam usando armas de fogo.

As armas em teste incluem ‘redes grudentas’ que podem emaranhar ladrões e dar um poderoso choque elétrico e lasers de baixa intensidade que causa forte dor na pele quando disparados, mas não ferimentos sérios.

As novas armas também incluem poderosos ‘mal-odorantes’ – ou bombas fedorentas – com compostos químicos que cheiram tão mal que os baderneiros irão se engasgar e serão forçados a fugirem.

A ‘Immobiliser glue’ é outra opção, com uma arma especial que dispara um ‘material extremamente pegajoso’ a até 9 m deixando o suspeito colado e imobilizado. A espuma, que pode grudar em qualquer superfície que encoste, no entanto, traz consigo um sério risco de sufocamento quando entra em contato com a boca.

Arma

Os cientistas também estão estudando ‘redes pegajosas’, também disparadas por armas especiais, que se emaranham ao redor do suspeito e podem ser revestidas com materiais irritantes, ou dispositivos de choques elétricos.

Uma das tecnologias mais promissoras é um laser de baixa intensidade ou ‘armas de energia direcionada’ que podem ser apontadas contra a pele de um ofensor dando uma forte sensação de queimação deixando-os em agonia, mas sem danos permanentes. O laser é um dos dispositivos com maior potencial para o controle de pessoas violentas, mas atualmente são muito caros.

Um oficial de Sussex criticou a idéia dizendo que se “sentiria mais como Batman do que um policial, e provavelmente terei mais dispositivos especiais do que ele tem no seu cinto de utilidades. Parece que eles foram à loja de mágicas para ter idéias. Que tal [usarmos] pó de mico…?”. [MailOnline]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,00 de 5)

7 comentários

  • Cacilda:

    Bom, a ideia nao é ma, mas o que vai acontecer e que os traficantes serao os primeiros a testar as armas e ai a policia vai dancar.

  • Sr. Destino:

    Muito bom, muito bom mesmo estava mais que na hora de ser inventados as verdadeiras armas do futuro….porém a questão é: quando finalmente iremos ver armas de prótons? e de laser? acho que falta muito ainda pra desenvolver em termos de seguranças isso sem falar de armaduras especiais para futuros policiais….agora basta ter muita cautela pra não parar em mãos de bandidos…

  • gustavo:

    Muito interessante. Só que no Brasil é necessário pagar melhor aos policiais para só então expulsar os muitos corruptos. Toda essa parafernália hi-tech só serviria para compras HIPERFATURADAS dos nossos politicos ladrões.

  • Xuxuboy:

    Na gente não cara pálida, nos ladrões, assassinos e pessoas mais exautadas ;D

  • j carlos:

    eu só queria ver estes policiais britânicos invadir os morros do rj com estas armas fedorentas e colantes e os raios laser contra os a-r 15 granadas metralhadoras quen vc acha qe ganha
    eu aposto nos traficantes.

  • JHANY:

    Tá até parecendo coisa de filme do futuro, to espantada e curiosa.
    Quero ver só isso aqui no Brasil, vai virar brincadeira de ladrão, fácil demais pra ajudar eles a roubar né.

  • H.FERNANDO:

    karaca , é spray de pimenta , bomba de efeito moral. Agora até meléca estão atirando na gente!

Deixe seu comentário!