Pornô espacial: Empresa rejeita U$ 1 milhão para fazer filme

Por , em 3.10.2008

A empresa de turismo espacial Virgin Galactic rejeitou a oferta de U$ 1 milhão adiantado para que o homem fosse audaciosamente onde ninguém jamais transou antes.

A proposta para filmar o primeiro pornô espacial tem valor substancialmente maior do que a empresa está cobrando por cada reserva em seus vôos sub-orbitais: U$ 200 mil por cinco minutos de gravidade zero. Mas não há detalhes de quantas pessoas da equipe teriam que ir a bordo da nave para criar o filme adulto.

A proposta indecente milionária foi “dinheiro que tivemos que recusar, infelizmente”, disse Will Whitehorn, o presidente da Virgin Galactic.

Portanto se você é um fã do gênero não espere o “2001, Uma Orgia no Espaço” tão cedo na sua locadora. [The Inquirer]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

4 comentários

  • Shanalise:

    Nossa que idiotice, não basta putaria aqui querem ir fazer sacanagem no espaço.
    Coloca uns efeitos visuais e faz na terra mesmo dentro de uma nave que simule uma de verdade e deu, pra que gasta dinheiro numa coisa que não ajuda ninguém a adquirir nenhum conhecimento, acho que não precisa disso.

  • Biro:

    Tudo tem seu preço. Se a proposta fosse substantivamente maior, já teriam aceito.

  • Reginaldo:

    Há 8 anos eu fui na locadora e perguntei inocentemente se havia um filme pornô feito fora da gravidade terrestre. Me chamaram de louco e pervertido.
    Agora eu estou animado com esa proposta. Logo teremos um Pornex Espacial.

  • Marcelo:

    Tocaram num assunto polêmico.
    Mas, até que teria valor científico.
    É possível transar no Espaço ?
    Qual o resultado?

Deixe seu comentário!